Jean Nouvel Vence Concurso Para o Projeto da Nova Ópera House de Shenzhen

Jean Nouvel Vence Concurso Para o Projeto da Nova Ópera House de Shenzhen

O arquiteto francês Jean Nouvel acaba de ser anunciado como o grande vencedor do Concurso Internacional de Arquitetura para o Projeto da nova Ópera de Shenzhen. Durante a apresentação do resultado do concurso, o júri se referiu à proposta do Ateliers Jean Nouvel como “uma obra-prima onde a música encontra o mar”, e que solução de projeto não assume a forma convencional de um edifício de ópera, fechado em si, mas o integra à paisagem litorânea da cidade de Shenzhen, transformando-se em um novo marco urbano para a metrópole do sudoeste da China.

Cortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera HouseCortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera HouseCortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera HouseCortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera House+ 10

Localizada em Dongjiaotou, junto à área de lazer da da Baía de Shenzhen, em um terreno de aproximadamente 175.000 m2, a nova Ópera de Shenzhen contará com mais de 220 mil metros quadrados de área dedicada. Concebida como uma “nova plataforma para o intercâmbio cultural internacional [...] como um novo marco para a cidade, e como um espaço público para a arte e para os moradores e visitantes de Shenzhen”, o projeto da nova Opera House visa tornar-se um exemplo de referência para futuros projetos similares no país e no mundo.

Cortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera House
Cortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera House

Desenvolvido em parceira entre a Secretaria de Planejamento e Recursos Naturais, a Secretaria de Cultura, a Secretaria de Rádio, TV, Turismo e Esportes, e a Secretaria de Infraestrutura Pública do município de Shenzhen, o concurso de arquitetura foi realizado por “convite e seleção aberta”, nomeando 17 equipes entre os mais de 100 escritórios inscritos. Representando 14 países diferentes, as equipes participantes incluíam alguns dos principais escritórios de arquitetura do mundo todo.

Respondendo às condicionantes físicas e programáticas de forma bastante abstrata e simultaneamente muito concreta, o júri internacional escolheu o projeto apresentado pelo Ateliers Jean Nouvel como o grande vencedor. Dando forma a “um palco altamente original para a música e criando profundas conexões com a paisagem litorânea da cidade de Shenzhen”, o projeto da Opera House de Jean Nouvel assume formas pouco convencionais, abrindo espaço e integrando o edifício à Grande Baía. Chamada de “Luz do Mar”, a proposta vencedora se revela através de uma cobertura curva, leve e transparente, a qual parece flutuar sobre a paisagem litorânea e sob o qual se encaixa o programa da ópera. Junto ao mar, o edifício parece se desdobrar, extendendo o programa para o espaço público e acolhendo a paisagem em seu interior.

Cortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera House
Cortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera House

A nossa proposta procura estabelecer um novo cenário oriental para a música. A cobertura, através de suas formas, ecoa a paisagem da cidade, suas montanha e o mar, realçando as qualidades geográficas únicas da cidade de Shenzhen. -- Ateliers Jean Nouvel.

Cortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera House
Cortesia de International Architectural Design Competition for Shenzhen Opera House

Conhecido como um arquiteto que constantemente explora o jogo de luz e sombras, Jean Nouvel deu forma a alguns dos mais importantes edifícios culturais construídos no mundo nos últimos anos, como a Filarmônica de Paris, o Louvre Abu Dhabi e o Museu Nacional do Qatar. Para a Ópera House de Shenzhen, o arquiteto imaginou um foyer aberto, um espaço ideal para a performance musical pública, realização de espetáculos abertos e outras formas de atividades culturais. Como uma orquestra em si, o interior da sala de espetáculos adota linhas irregulares e rítmicas, destacando a geometria orgânica do espaço. Inspirado no conceito de “DreamWorks”, combinando cultura e tecnologia, a cobertura do edifício projetado por Jean Nouvel e equipe se revela como uma “sequência de notas musicais dançantes [...] racionais em sua funcionalidade e românticas em suas formas”.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "Jean Nouvel Vence Concurso Para o Projeto da Nova Ópera House de Shenzhen" [Jean Nouvel Wins International Competition to Design Shenzhen's Opera House] 30 Mar 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/959067/jean-nouvel-vence-concurso-para-o-projeto-da-nova-pera-house-de-shenzhen> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.