Ginásio do Ibirapuera corre risco de ser transformado em shopping

Ginásio do Ibirapuera corre risco de ser transformado em shopping

Centro de discussão nas últimas semanas, o Ginásio do Ibirapuera, projetado pelo arquiteto Ícaro de Castro Mello, corre o risco de ser convertido em "centro comercial, de entretenimento e gastronomia". Este é o possível destino da estrutura de notório valor patrimonial caso a iniciativa privada coloque em marcha os termos do Relatório de Modelagem Econômico Financeira da concessão do Parque Ibirapuera, articulado pelo Governo do Estado de São Paulo.

A concessão pretende entregar os 91 mil metros quadrados o complexo esportivo a um concessionário que, em contrapartida, deverá construir uma arena com capacidade para 20 mil pessoas na área. O novo equipamento não será necessariamente construído no local do atual ginásio; a proposta do Estado é que a arena seja erguida onde hoje está o estádio usado para futebol, rúgbi e atletismo, e o ginásio seja transformado em shopping – este é o termo que aparece no Relatório –, mas isso dependerá dos planos do futuro concessionário.

Ginásio projetado por Ícaro de Castro Mello. Cortesia de parqueibirapuera.org
Ginásio projetado por Ícaro de Castro Mello. Cortesia de parqueibirapuera.org

Na última segunda-feira, 30 de novembro, o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) rejeitou abrir um processo de tombamento do complexo. Se fosse aprovada, a abertura do processo impediria qualquer mudança na área pelo menos até a decisão final sobre a necessidade ou não de tombamento. Dos 24 conselheiros, apenas oito acompanharam o parecer do arquiteto Renato Anelli, que propôs a abertura do estudo para o tombamento. Em reportagem ao jornal CBN, Anelli comentou:

"Foi exaustivamente provado por nós, no parecer e nas falas dos especialistas, que é possível fazer uma concessão com o bem tombado. Simplesmente isso exige mais cuidados com o patrimônio. É um absurdo, isso que aconteceu hoje. Há uma politização, por parte do governo estadual, do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico do Estado de São Paulo."

A concessão, embora não faça parte das atribuições do Condephaat, parece ter pesado na decisão. O representante do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), durante a reunião, mostrou preocupação com o prejuízo que o tombamento poderia gerar ao plano de concessão.

Ginásio do Ibirapuera. Foto de Christian Benseler, via Flickr. Licença: CC BY 2.0
Ginásio do Ibirapuera. Foto de Christian Benseler, via Flickr. Licença: CC BY 2.0

O estudo do Governo do Estado prevê a permanência do uso esportivo através da construção de quatro quadras poliesportivas, uma pista de skate – que somariam menos de 2 mil metros quadrados, dos 91 mil m² do terreno – e a nova arena. O restante do terreno poderá ser usado para a obtenção de receita por parte do concessionário. 

Por sua vez, a proposta de transformar o antigo ginásio em shopping center parte da ideia de que é mais barato adaptar a estrutura existente do que demolir o ginásio e construir outro edifício no lugar. Com 31 mil metros quadrados, segundo dados do Relatório de Modelagem Econômico Financeira, o shopping seria classificado como "tradicional e de porte regional", com lojas âncora, outras menores, praça de alimentação e quiosques nos corredores. Os custos de adaptação são estimados em R$ 93 milhões. 

Estudo referencial do Complexo Esportivo do Ibirapuera. Imagem: Divulgação
Estudo referencial do Complexo Esportivo do Ibirapuera. Imagem: Divulgação

O futuro da estrutura parece ainda muito incerto: das propostas de concessão recebidas opelo Governo do Estado, seis consideram a construção de um centro comercial, três planejam construir, também, um hotel e outra três consideram manter o complexo esportivo, substituindo o antigo ginásio por um novo. 

Fontes: CBN e UOL.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Romullo Baratto. "Ginásio do Ibirapuera corre risco de ser transformado em shopping" 06 Dez 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/952531/ginasio-do-ibirapuera-corre-risco-de-ser-transformado-em-shopping> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.