Artista argentino cria "monstros" com imagens de satélite de minas abandonadas

Artista argentino cria "monstros" com imagens de satélite de minas abandonadas

Criado pelo fotógrafo e artista plástico argentino Federico Winer, o projeto Ultradistancia, baseado em imagens de satélite de alta resolução, lançou sua mais recente série intitulada Monsters of Mine. Apresentando imagens de grandes minas de todo o mundo, as imagens revelam fascinantes geografias escavadas.

ALUMBRERA (Catamarca, Argentina). Imagem © UltradistanciaBODDINGTON (Western Australia, Australia). Imagem © UltradistanciaSOSSEGO (Pará, Brazil). Imagem © UltradistanciaHULL RUST MAHONING (Minnesota, USA). Imagem © Ultradistancia+ 22

CADIA (New South Wales. Australia). Imagem © Ultradistancia
CADIA (New South Wales. Australia). Imagem © Ultradistancia

Compondo desenhos que fazem lembrar criatutas fantásticas, o projeto explora minas a céu aberto, escavações abandonadas e grandes operações de mineração em todo o mundo. Diamantes russos e minério de ferro norte-americano, ouro australiano ou prata argentina – preciosidades de alto valor comercial que exigem a reconfiguração de topografias inteiras, marcando profundamente a superfície da Terra. 

PROMINENT HILL (South Australia, Australia). Imagem © Ultradistancia
PROMINENT HILL (South Australia, Australia). Imagem © Ultradistancia

Quando olho para o céu, vejo deuses, quando olho para a terra, descubro monstros. Mas os deuses não são necessariamente bons ou os monstros, ruins, eles estão apenas intrigados conosco, humanos, olhando para eles daqui. - Federico Winer

KIRUNA (Lapland, Sweden). Imagem © Ultradistancia
KIRUNA (Lapland, Sweden). Imagem © Ultradistancia

Sempre em busca de padrões e geometrias instigantes, produzidos pela natureza ou ação humana, Ultradistancia é um convite para descobrir formas ocultas à nossa percepção, que só se desvelam quando vistas do alto. 

SIERRITA (Arizona, USA). Imagem © Ultradistancia
SIERRITA (Arizona, USA). Imagem © Ultradistancia

Transformar a atividade de mineração em belos monstros me permite refletir sobre o quanto amamos as coisas que às vezes podem nos prejudicar. Amamos nossos monstros. […] e, uma vez descobertos, é impossível não vê-los mais. - Federico Winer

DAUNIA _ POITREL (Queensland, Australia). Imagem © Ultradistancia
DAUNIA _ POITREL (Queensland, Australia). Imagem © Ultradistancia

Criados a partir de técnicas de desenho digital, Federico Winer desvela belas figuras monstruosas ocultas na superfície da Terra. “Cada uma das imagens da série Monsters of Mine é uma mina a céu aberto capturada pelos satélites, trabalhada manualmente sem alterar a topografia original do solo para isolar estas figuras”. Além disso, em colaboração com o Google, uma série exclusiva do projeto foi produzida para ser acessada através do novo Google Earth.

BLACK THUNDER (Wyoming, USA). Imagem © Ultradistancia
BLACK THUNDER (Wyoming, USA). Imagem © Ultradistancia
DIAVIK (Northern Territories, Canada). Imagem © Ultradistancia
DIAVIK (Northern Territories, Canada). Imagem © Ultradistancia
TELFER (Western Australia, Australia). Imagem © Ultradistancia
TELFER (Western Australia, Australia). Imagem © Ultradistancia
OLIMPIADA (Krasnoyarsk Krai, Russia). Imagem © Ultradistancia
OLIMPIADA (Krasnoyarsk Krai, Russia). Imagem © Ultradistancia
DETOUR LAKE (Ontario, Canada). Imagem © Ultradistancia
DETOUR LAKE (Ontario, Canada). Imagem © Ultradistancia

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "Artista argentino cria "monstros" com imagens de satélite de minas abandonadas" [Ultradistancia Releases "Monsters of Mine", a New Series of Satellite Imageries] 04 Jun 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/940781/artista-argentino-cria-monstros-com-imagens-de-satelite-de-minas-abandonadas> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.