WOHA projeta parque público e campus sustentável em Bangladesh

WOHA projeta parque público e campus sustentável em Bangladesh

A WOHA e a Universidade BRAC publicaram recentemente novas imagens do projeto desenvolvido para o novo campus da instituição em Bangladesh. Localizado em uma propriedade de mais de vinte e cinco mil metros quadrados, o edifício de quase noventa mil metros quadrados deverá ser concluído no ano que vem. Implantada no centro da capital Dhaka, o novo Campus da Universidade BRAC transformará um antigo terreno subutilizado em um novo campus urbano público, sustentável e acessível.

Cortesia de WOHACortesia de WOHACortesia de WOHACortesia de WOHA+ 9

Cortesia de WOHA
Cortesia de WOHA

Concebido pelos arquitetos do WOHA, escritório de arquitetura com sede em Cingapura, o projeto estabelecerá uma série de novos paradigmas para o desenvolvimento sustentável na região central de Dhaka. Em construção desde 2017, o campus de 88 mil metros quadrados se transformará na nova imagem institucional da BRAC, a maior organização não governamental do mundo, reativando uma importante parcela do centro da cidade – historicamente negligenciada – em um campus vibrante, tropical e sustentável. Para o desenvolvimento da proposta, os arquitetos buscaram inspiração “nos Sundarbans, a floresta de mangues da região sudoeste de bangladesh, um dos mais ricos ecossistemas do mundo e patrimônio mundial da humanidade.

Cortesia de WOHA
Cortesia de WOHA

Apropriando-se da configuração natural do mangue, onde coexistem dois ecossistemas diferentes (um acima e outro abaixo do nível natural das marés), o programa do edifício foi dividido em dois volumes independentes e sobrepostos, “com o edifício institucional elevado acima de um parque público, o qual foi criado para reativar o antigo mangue que um dia existiu no centro de Dhaka, transformando o terreno em um novo lago de retenção promovendo a sua característica biodiversidade.” De fato, a estrutura do novo Campus da BRAC – concebido para acolher mais de dez mil novos alunos – servirá como um elemento de proteção ao parque urbano central de Dhaka, funcionando como uma floresta tropical que filtra a luz do sol e minimiza o impacto das chuvas fortes do clima de monções.

Além disso, o parque público do Campus BRAC também contará com um auditório, um espaço multiuso e uma galeria de arte pública aberta à comunidade. A cobertura verde do edifício por sua vez, operará como uma área de lazer de uso público e será equipada com uma piscina e uma pista de corrida de 200 metros de comprimento sombreada por um sistema solar fotovoltaico para a captação e produção de energia limpa e renovável. Concebidos de forma modular e flexível, os espaços programáticos do edifício poderão ser facilmente adaptados, ampliados ou subdivididos, permitindo o redimensionamento dos seus espaços de acordo com as necessidades específicas que possam surgir ao longo do tempo.

Cortesia de WOHA
Cortesia de WOHA

Ficamos entusiasmados com a visão progressista da Universidade BRAC, a qual está preocupada em promover o desenvolvimento sustentável em Bangladesh, criando uma estrutura de excelência para o desenvolvimento do ensino superior no país além de responder às necessidades específicas da comunidade locai. O novo campus da Universidade BRAC proporcionará um ambiente benéfico ao ensino e ao aprendizado além de promover as trocas entre os alunos e a comunidade. O projeto de paisagismo por sua vez pretende estimular o re-desenvolvimento da biodiversidade natural no ambiente urbano de Dhaka. Desta forma, aonde antes havia um terreno subutilizado, estamos criando um edifício que transformará os paradigmas do desenvolvimento sustentável em Bagladesh, promovendo estratégias que ajudam a reduzir o desperdício, além de minimizar o consumo de energia e água potável. - Richard Hassell, co-fundador da WOHA.

Cortesia de WOHA
Cortesia de WOHA

Esta série de novas novas estratégias incorporadas ao projeto farão deste edifício “um novo espaço para o ensino e o aprendizado, uma estrutura adaptada às condições climáticas locais, minimizando o consumo de energia e a dependencia dos sistemas de condicionamento de ar através de uma eficiente estrutura de proteção solar e uma série de jardins verticais incorporados às fachadas do edifício.” Estas paredes verdes atuam como uma espécie de filtro natural, minimizando o ofuscamento e os ruídos além de promover um microclima agradável no interior do Campus, colaborando com o resfriamento evaporativo e a qualidade do ar. Abertas e arejadas, as plantas do edifício foram concebidas para facilitar a ventilação cruzada e a iluminação natural em todos os espaços programáticos da Universidade.

  • Lançamento da proposta: Setembro de 2011
  • Início das obras: Julho de 2017
  • Conclusão prevista: 2021
  • Área do terreno: 21.600,0 m2.
  • Área construída: 88..260,0 m2.
  • Altura total: 45,70 m.
  • Nº de pavimentos: 13
  • Cliente: Universidade BRAC
  • Arquitetos: WOHA Architects Pte Ltd
  • Consultores: Transsolar, Atelier Dreiseitl, e Arup Singapura
  • Construtora: 1 total

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "WOHA projeta parque público e campus sustentável em Bangladesh" [WOHA Releases New Renderings of Sustainable Inner-City Campus and Public Park in Dhaka, Bangladesh] 14 Mar 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/935382/woha-projeta-parque-publico-e-campus-sustentavel-em-bangladesh> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.