Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Qual iluminação é melhor para banheiros?

Qual iluminação é melhor para banheiros?

Um bom projeto de interiores precisa estar compatível com um projeto de luminotécnica adequado. Ele é responsável por assegurar que a quantidade e a potência das lâmpadas são adequadas aos ambientes dependendo de suas dimensões e de seu uso.

Chameleon Villa / Word of Mouth Architecture. Image © Daniel Koh The Skyscape Rooftop House / WARchitect. Image © Rungkit Charoenwat All House / Gui Mattos. Image © Carolina Lacaz House on the Hill / MoDusArchitects. Image © Filippo Molena + 20

Summer Villa Arcadia Hotel / Kapsimalis Architects. Image © Yiorgos Kordakis
Summer Villa Arcadia Hotel / Kapsimalis Architects. Image © Yiorgos Kordakis

Banheiros e lavabos, por exemplo, devem receber uma atenção especial. Além da atenção ao tipo da lâmpada escolhida, por se tratar de uma área úmida, deve-se também solucionar a questão de sua dupla função. É espaço de trabalho (onde realizamos a maioria de nossas rotinas de higiene pessoal inclusive maquiagem e barba), atividades que requerem uma iluminação mais branca, direta e objetiva. Mas também, é um espaço de relaxamento, pois é possível tornar o ritual do banho em um verdadeiro spa em casa. Nesses casos, recomenda-se incluir um circuito separado, para uma iluminação mais aconchegante com lâmpadas de tonalidade mais amarela posicionadas de forma a iluminar indiretamente o ambiente.

Belimbing Avenu / hyla architects. Image © Derek Swalwell
Belimbing Avenu / hyla architects. Image © Derek Swalwell

Ao projetar um banheiro, recomendamos definir o desenho do espaço e o projeto de iluminação antes de distribuir as luminárias e começar localizando a iluminação direta e geral para, em seguida, planejar os efeitos indiretos e específicos. Na área do chuveiro, lâmpadas seladas e resistentes a vapor devem ser escolhidas. Recomenda-se o uso de lâmpadas do tipo PAR20 com grau de proteção IP65 (anti poeira, que suporta jatos de água de baixa potência) e spots direcionáveis, para evitar o aparecimento de sombras. Além disso, é preferível evitar a incorporação de lâmpadas no vaso sanitário.

Kew Villa / McManus Lew Architects. Image © Emily Bartlett Photography
Kew Villa / McManus Lew Architects. Image © Emily Bartlett Photography

Sobre alguns tipos de luminárias:

1. Pendentes
São ideais para iluminação indireta e ainda agregam alto valor estético e sofisticado. Para ambientes coletivos, como banheiros de shopping centers ou teatros, por exemplo, pode ser interessante investir em um tipo de pendente mais luxuoso e sofisticado: o lustre.

Platform House / studioplusthree. Image © Noel Mclaughln
Platform House / studioplusthree. Image © Noel Mclaughln

São versáteis pois podem gerar uma infinidade de possibilidades de efeitos de luz indireta dependendo da distância que forem posicionadas.

Casa Hawthorn / Edition Office. Image © Ben Hosking
Casa Hawthorn / Edition Office. Image © Ben Hosking

3. Embutido no forro
É a forma mais comum de iluminação geral dos banheiros por ser discreta e bastante funcional.

Suli House / Luo Xiuda. Image © Weiqi Jin
Suli House / Luo Xiuda. Image © Weiqi Jin

4. Rasgos de luz no forro

Solução bastante contemporânea, ideal para ambientes minimalistas. Trata-se de perfis de led embutidos de maneira a esconder e proteger as lâmpadas de vapor e de poeira.

House on the Hill / MoDusArchitects. Image © Filippo Molena
House on the Hill / MoDusArchitects. Image © Filippo Molena
Greenbank Park / HYLA Architects. Image © Derek Swalwell
Greenbank Park / HYLA Architects. Image © Derek Swalwell

É importante que se faça sempre o projeto específico para cada caso, mas na maioria dos casos é recomendável:

RGT House / GBF Taller de Arquitectura. Image © Luis Gordoa
RGT House / GBF Taller de Arquitectura. Image © Luis Gordoa

Alguns aliados da iluminação artificial de lavabos e banheiros, em residências, escritórios ou quaisquer outros usos são:

1. Iluminação Natural: pode entrar no ambiente através de janelas, claraboias ou paredes de vidro. Ela contribui para a higiene sanitária do espaço evitando maus cheiros e bolor.

The Skyscape Rooftop House / WARchitect. Image © Rungkit Charoenwat
The Skyscape Rooftop House / WARchitect. Image © Rungkit Charoenwat

2. Cores Claras: quando puder optar, escolha por cores claras em pelo menos uma das faces (piso, parede ou teto). Elas favorecerão tanto a iluminação natural quanto a iluminação artificial. Se preferir tons mais escuros, defina lâmpadas mais fortes para não prejudicar a claridade do ambiente.

TR Residence / Robert Siegel Architects. Image © Paul Warchol
TR Residence / Robert Siegel Architects. Image © Paul Warchol

3. Espelhos: além de ser útil na rotina de higiene, espelhos ampliam os ambientes, e, consecutivamente, a sensação de claridade dentro dos espaços. Na maioria das vezes que consegue-se embutir a iluminação nos espelhos, tem-se uma iluminação indireta aconchegante e sofisticada. Utilize fitas de luz de LED. São práticas de instalar e bastante econômicas. Prefira instalá-las nas laterais para melhor eficiência.

Townhouse Palmaille 98 / Walter Gebhardt | Architekt. Image © Jochen Stüber
Townhouse Palmaille 98 / Walter Gebhardt | Architekt. Image © Jochen Stüber

Referências

  • Decorfacil.com/iluminacao-para-banheiro. Acesso 09 setembro 2019.
  • Vivadecora.com.br/pro/iluminacao/iluminacao-ideal-para-banheiro. Acesso 09 setembro 2019.

House on the Hill / MoDusArchitects. Image © Filippo Molena
House on the Hill / MoDusArchitects. Image © Filippo Molena

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Audrey Migliani. "Qual iluminação é melhor para banheiros?" 18 Set 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/924751/qual-iluminacao-e-melhor-para-banheiros> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.