Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Cinema
  4. Brasil
  5. Arquipélago Arquitetos
  6. 2018
  7. Cinema da Praça / Arquipélago Arquitetos

Cinema da Praça / Arquipélago Arquitetos

  • 07:00 - 7 Abril, 2019
  • Curadoria de Matheus Pereira
Cinema da Praça / Arquipélago Arquitetos
Cinema da Praça / Arquipélago Arquitetos, © Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

© Pedro Napolitano Prata © Pedro Napolitano Prata © Pedro Napolitano Prata © Pedro Napolitano Prata + 38

  • Arquitetos

  • Localização

    R. Mal. Deodoro, 3 - Centro Histórico, Paraty - RJ, 23970-000, Brasil
  • Arquitetos Responsáveis

    Luís Tavares, Marinho Velloso
  • Área

    475.0 m2
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

  • Cliente

    Secretaria Municipal de Cultura de Paraty
  • Obra

    Santa Rosa Construtora
  • Luminotécnica

    Ricardo Heder – LUX Projetos
  • Ar condicionado

    Itaclima
  • Cenotécnia

    TELEM
  • Complementares

    BAA Arquitetura
  • Sinalização

    Patrícia Gibrail
  • Coordenadora executiva

    Andrea Maseda
  • Mais informações Menos informações
© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Descrição enviada pela equipe de projeto. O interior do sobrado tombado do antigo cinema da cidade de Paraty encontrava-se em ruínas, porém livre de divisórias, tal qual uma casca vazia, inacabada e aberta à livre ocupação. As marcas do tempo, das sucessivas reformas e modificações, todas à mostra revelando parte da história do lugar. Como uma obra aberta, tratava-se de um convite às novas possibilidades, mas também de uma forte memória e identidade à preservar. O projeto de arquitetura se orienta, portanto, a partir da percepção de que a história deste prédio tombado não está congelada no tempo, mas aberta à sua continuidade como espaço vivo de cultura e memória em permanente construção.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Com efeito, as decisões de projeto norteiam-se pela mínima intervenção necessária para a adequada realização das atividades propostas, e valorização/proteção do patrimônio histórico e afetivo existente. Busca-se a distinção intencional entre elementos novos dos existentes, evitando confusão entre o antigo e o novo, sem prejuízo do conjunto arquitetônico. Didaticamente, o funcionamento construtivo, elétrico e hidráulico é mantido aparente tanto quanto possível. Espaços de serviço, apoio e infraestrutura são concentrados de modo a potencializar a continuidade do espaço livre e sua flexibilidade de uso.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

O programa de atividades principal é constituído pela sala multiuso de cinema-teatro, que pode ser francamente aberta para o espaço de foyer e exposições através de portas pivotantes. É por este espaço que é feita a entrada e recepção do público da rua, definindo-se um eixo de continuidade espacial que almeja integrar o máximo possível as atividades culturais do edifício à praça pública em sua frente. Em paralelo a este eixo constitui-se outro, complementar: um eixo de circulação, serviços, apoio e infraestrutura. É organizado por critério de uso público a partir da entrada, abrigando balcão de recepção/copa, escada para o segundo pavimento, rota acessível à sala multiuso de cinema-teatro, lavatórios e sanitários, acesso de serviços, depósito, camarim e, aos fundos, acesso á coxia.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

O segundo andar existente era composto em grande parte por uma estrutura e laje de concreto armado em péssimas condições, interditado ao uso. Propôs-se a substituição destes elementos comprometidos e o estabelecimento de uma nova estrutura, independente do arcabouço antigo. Uma estrutura metálica, ligeiramente solta da alvenaria original, apoia uma nova laje para os usos do segundo pavimento, sem comprometer estruturalmente as paredes existentes.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Trata-se de uma sala multiuso principal e outra de leitura, além da cabine de projeção, administração, banheiro e copa para funcionários, depósito e acesso para plataforma e terraço técnico. A plataforma atravessa por cima do palco e tela de projeção, potencializando o controle luminotécnico e de dispositivos de cenário.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

O terraço com suas claraboias, em conjunto com o pátio descoberto, possibilitam a iluminação e ventilação naturais de todos os ambientes de serviço, no primeiro e segundo pavimentos. Além disso, permite adequado acesso de manutenção ao telhado e abriga discretamente os condensadores de ar condicionado que atendem a sala principal. A cobertura original foi conservada como está na medida do possível, com exceção do ligeiro deslocamento do pátio descoberto existente para melhor atender os novos usos e do mencionado terraço técnico.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Cinema da Praça / Arquipélago Arquitetos" 07 Abr 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/914543/cinema-da-praca-arquipelago-arquitetos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.