Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Hoteleira
  4. Posto de turismo de Progress, Cushman & Wakefield e Miralles Tagliabue EMBT usa as forças da natureza para promover uma "cidade natural"

Posto de turismo de Progress, Cushman & Wakefield e Miralles Tagliabue EMBT usa as forças da natureza para promover uma "cidade natural"

Posto de turismo de Progress, Cushman & Wakefield e Miralles Tagliabue EMBT usa as forças da natureza para promover uma "cidade natural"
Posto de turismo de Progress, Cushman & Wakefield e Miralles Tagliabue EMBT usa as forças da natureza para promover uma "cidade natural", Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT
Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT

Um consórcio formado pelas empresas Progress, Cushman & Wakefield e Miralles Tagliabue EMBT recentemente chegou à fase final de um concurso de projeto para criar um centro turístico na Rússia em parte do aterro em homenagem ao almirante Serebryakov na cidade de Novorossiysk. A proposta oferece os espaços de hospitalidade exigidos, mas também conta com instalações exclusivas, como um museu do vinho, um mercado de peixe e uma "ilha artificial", todos servindo como novos centros de atração para os moradores e visitantes da cidade. A base conceitual do projeto baseia-se em três componentes: "a ideia de uma cidade natural, a unificação das três forças da natureza e a aparência característica de Novorossiysk como uma cidade portuária".

Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT
Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT

Segundo a EMBT, uma cidade natural é "formada por si mesma como um sistema complexo mas aconchegante de ruas e praças em um plano que não obedece ao sistema regular". A forma curvilínea do masterplan reflete uma análise dos ventos da área da Baía Novorossiysk. Vento, sol e água são as três forças da natureza que afetam diretamente o local existente, de modo que o projeto tem vários eixos que respondem às condições existentes, formando barreiras onde são necessárias.

Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT
Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT
Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT
Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT
Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT
Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT

Um jardim botânico é implantado no aterro existente, servindo como o novo centro linear para a proposta, bem como uma pausa para o vento vindo do mar. O segundo eixo é um passeio paralelo ao aterro, abrigado do vento atrás da primeira linha de edifícios, onde os volumes curvos revelam mais vistas da baía. O estilo único associado à cidade portuária também é imitado no desenho através de uma escala humana e com o uso de materiais modernos e locais.

Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT
Cortesia de Miralles Tagliabue EMBT

A proposta foi premiada com o 2º Prêmio, sendo que o o primeiro lugar foi para Zaha Hadid Architects.

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Cita: Abdallah, Collin. "Posto de turismo de Progress, Cushman & Wakefield e Miralles Tagliabue EMBT usa as forças da natureza para promover uma "cidade natural"" [Proposed Tourist Hub by Progress, Cushman & Wakefield, and Miralles Tagliabue EMBT Utilizes the Forces of Nature to Promote a "Natural City"] 09 Set 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/901327/posto-de-turismo-de-miralles-tagliabue-embt-usa-as-forcas-da-natureza-para-promover-uma-cidade-natural> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.