Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Edifícios Institucionais
  4. Shenzhen Energy Mansion / BIG

Shenzhen Energy Mansion / BIG

  • 17:00 - 12 Agosto, 2018
  • Curadoria de Diego Hernández
  • Traduzido por Victor Delaqua
Shenzhen Energy Mansion / BIG
© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

© Chao Zhang © Chao Zhang © Chao Zhang © Laurian Ghinitoiu + 25

  • Arquitetos

  • Localização

    Shenzhen, Guangdong, China
  • Autores

    Bjarke Ingels, Andreas Klok Pedersen
  • Coordenação do Projeto

    Martin Voelkle
  • Líderes do Projeto

    Song He, Andre Schmidt
  • Área

    96000.0 m²
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

  • Equipe

    Alessio Zenaro, Alex Cozma, Alina Tamosiunaite, Alysen Hiller, Ana Merino, Andreas Geisler Johansen, Annette Jensen, Armor Rivas, Balaj IIulian, Brian Yang, Baptiste Blot, Buster Christiansen, Cat Huang, Cecilia Ho, Christian Alvarez, Christin Svensson, Claudia Hertrich, Claudio Moretti, Cory Mattheis, Dave Brown, Dennis Rasmussen, Doug Stechschulte, Eskild Nordbud, Fan Zhang, Felicia Guldberg, Flavien Menu, Fred Zhou, Gaetan Brunet, Gül Ertekin, Henrik Kania, Iris Van der Heide, James Schrader, Jan Magasanik, Jan Borgstrøm, Jeppe Ecklon, Jelena Vucic, João Albuquerque, Jonas Mønster, Karsten Hansen, Kuba Snopek, Malte Kloe, Mikkel Marcker Stubgaard, Michael Andersen, Michal Kristof, Min Ter Lim, Oana Simionescu, Nicklas A. Rasch, Philip Sima, Rasmus Pedersen, Rune Hansen, Rui Huang, Sofia Gaspar, Stanley Lung, Sun Ming Lee, Takuya Hosokai, Todd Bennett, Xi Chen, Xing Xiong, Xiao Lu, Xu Li, Yijie Dan, Zoltan Kalaszi
  • Colaboradores

    ARUP, Transsolar, Front
  • Cliente

    Shenzhen Energy Company
  • Mais informações Menos informações
Shenzhen Energy Mansion / BIG, © Chao Zhang
© Chao Zhang

Descrição enviada pela equipe de projeto. A nova sede da Shenzhen Energy Company parece diferente porque funciona de maneira diferente: a estrutura do edifício é desenvolvida para maximizar o desempenho sustentável e o conforto no local de trabalho no clima subtropical local do centro de tecnologia e inovação da China em Shenzhen.

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

O empreendimento de 96.000 m² para a estatal Shenzhen Energy Company foi projetado para se sentir em casa no centro cultural, político e de negócios de Shenzhen, destacando-se como um novo marco social e sustentável no principal eixo da cidade. BIG venceu o concurso internacional de projeto na cidade conhecida como "Vale do Silício" chinês em conjunto com ARUP e a Transsolar em 2009. As obras iniciaram em 2012.

© Chao Zhang
© Chao Zhang

“A Shenzhen Energy Mansion é o nosso primeiro exemplo realizado de 'engenharia sem motores' - a ideia de que podemos abordar a dependência de máquinas em nossos prédios e permitir que a arquitetura cumpra um ótimo desempenho por si. O projeto surge como uma sútil mutação do arranha-céu clássico e explora a interface do edifício com os elementos externos: sol, luz do dia, umidade e vento, para criar o máximo conforto e qualidade em seu interior. Uma evolução natural que parece diferente porque tem um desempenho diferente”. Bjarke Ingels, sócio fundador do BIG.

© Chao Zhang
© Chao Zhang
© Chao Zhang
© Chao Zhang

O volume e a altura da nova sede da Shenzhen Energy Company foram pré-determinados pelo plano diretor da área central. O empreendimento consiste em duas torres que se erguem 220 m para o norte e 120 m para o sul, interligadas por um embasamento de 34 m que abriga os principais lobbies, um centro de conferências, refeitório e espaço expositivo. Juntamente com as torres vizinhas, as novas torres formam um horizonte contínuo de curvas marcando o centro de Shenzhen.

© Chao Zhang
© Chao Zhang

BIG desenvolveu um envelope de construção ondulante que cria uma pele ondulada em torno de ambas as torres e se desprende da parede de cortina de vidro tradicional.

© Chao Zhang
© Chao Zhang

Ao dobrar partes do envelope que reduziriam as cargas solares e o brilho que incide no interior, uma fachada com partes fechadas e abertas oscila entre a transparência e a opacidade. As partes fechadas proporcionam alto isolamento, bloqueando a luz direta do sol e enquadrando vistas. Como resultado, as torres aparecem como uma forma clássica com um padrão orgânico à distância e como uma elegante estrutura plissada de perto.

© Chao Zhang
© Chao Zhang

A direção sinuosa da fachada corresponde à orientação solar: maximiza a abertura virada a norte para luz natural e vistas, minimizando a exposição nos lados ensolarados. Este sistema sustentável de fachadas reduz o consumo total de energia do edifício, sem partes móveis ou tecnologia complicada.

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Do nível da rua, uma série de muros é aberta para que os visitantes entrem nos espaços comerciais das extremidades norte e sul dos edifícios, enquanto profissionais entram pela praça da frente no átrio cheio de luz do dia. Uma vez dentro, a linearidade da fachada do edifício continua horizontalmente: a paisagem de pixels das caixas de pedra está presente nas mesmas dimensões e dispostas no mesmo padrão das ondulações do envelope do edifício.

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Os escritórios da Shenzhen Energy Company são colocados nos pavimentos mais altos para que os funcionários desfrutem das vistas da cidade, enquanto os andares restantes são espaços para escritórios alugáveis. Dentro das áreas salientes do edifício, a fachada está esticada - duas deformações suaves criam espaços amplos para vistas incríveis em cada nível - e encontram-se as salas de reunião, clubes executivos e instalações para a equipe.

© Chao Zhang
© Chao Zhang

A parede dobrada proporciona uma visão livre através de vidro transparente em uma direção e cria uma condição com muita luz difusa refletindo os raios solares entre os painéis internos. Mesmo quando o sol vem diretamente do leste ou oeste, a parte principal dos raios solares é refletida para fora do vidro devido ao ângulo plano das janelas.

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

À medida que o sol se põe, a transparência variável e as linhas curvas da fachada criam uma textura quase de madeira ou uma cena de colinas verticais em socalcos. As fendas que se abrem revelam espaços especiais, como salas de reuniões, escritórios executivos e áreas de descanso, dando ao edifício um caráter distinto de diferentes partes da cidade.

© Chao Zhang
© Chao Zhang

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
BIG
Escritório
Cita: "Shenzhen Energy Mansion / BIG" [Shenzhen Energy Mansion / BIG] 12 Ago 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Delaqua, Victor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/900047/shenzhen-energy-mansion-big> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.