O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Exposição "Freestanding" revela a poética da arquitetura de Sigurd Lewerentz

Exposição "Freestanding" revela a poética da arquitetura de Sigurd Lewerentz

Exposição "Freestanding" revela a poética da arquitetura de Sigurd Lewerentz
Exposição "Freestanding" revela a poética da arquitetura de Sigurd Lewerentz, © Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Como parte de nossa cobertura para Bienal de Arquitetura de Veneza de 2018, apresentamos Freestanding, uma exposição no Pavilhão Central da Bienal. Abaixo, a equipe descreve sua contribuição com suas próprias palavras.

As capelas projetadas por Sigurd Lewerentz (1885-1975) são uma extraordinária síntese das tradições estéticas dos países nórdicos e suas práticas funerárias dentro do contexto da vida moderna. Ele deixou poucos escritos e também fez um pequeno numero de palestras, mas ainda assim, durante os últimos anos, seu trabalho tornou-se referência para uma nova geração de arquitetos que procuram explorar e aprender da potência de sua arquitetura, do alcance simbólico e de suas qualidades poéticas e experimentais. 

Cortesia de Sigurd Lewerentz Collection, ArkDes
Cortesia de Sigurd Lewerentz Collection, ArkDes

Através de arquivos, fotografias e modelos interpretativos em grande escala, Freestanding expõem no Pavilhão Central da Bienal deste ano "FREESPACE", a potencialidade dos espaços criados por Lewerentz através de três de suas principais obras e seus espaços sagrados: uma cenografia habitável, um tecido de experiências que sugerem maneiras pelas quais, qualidades ambientais podem estar no centro da experiência espacial, como uma espécie de ritual.

Capela da Ressureição, Woodland Cemetery, Estocolmo. Imagem © Mikael Olsson Courtesy of Galerie Nordenhake (Stockholm/Berlin)
Capela da Ressureição, Woodland Cemetery, Estocolmo. Imagem © Mikael Olsson Courtesy of Galerie Nordenhake (Stockholm/Berlin)

Freestanding apresenta e reapresenta a estrutura da Capela da Ressurreição no Cemitério de Woodland em Estocolmo (1925), as Capelas de St. Knut e St. Gertrude no Cemitério Oriental de Malmö (1943) e a Igreja de São Marcos em Björkhagen, Estocolmo (1960). De forma simples, estas estruturas desempenham um papel central para o significado dos rituais que elas acolhem, contribuindo significativamente para a visualidade dos espaços sacros que conformam.

Estas três obras foram construídas ao longo de toda a carreira de Lewerentz, e cada uma delas apresenta um estilo arquitetônico diferente. Apesar desta diversidade estilística, todas elas, apesar de sua formalidade singular, criam de maneira similar espaços que acolhem as atividades humanas entre a esfera pública e privada.

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

A arquiteta sueca, Petra Gipp, desenvolveu três modelos em corte e em grande escala que permitem uma leitura única destas estruturas - como elas são capazes de criar um espaço humano entre a imensidão da paisagem e o acolhedor espaço de um edifício. Os modelos de Gipp são abstratos, suprimindo a escala e a materialidade para favorecer a potencialidade dos efeitos espaciais.

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Através das fotografias do artista sueco Mikael Olsson, podemos ver os três projetos como instalações cenográficas vivas e contemporâneas. Ao analisar e reorganizar as estruturas e seu entorno, estas fotografias revelam novas perspectivas sobre seus projetos. As imagens evocam movimentos que nos auxilia a melhor compreender como percebemos a distância e a intimidade através de gestos arquitetônicos.

Igrreja de St. Mark, Estocolmo. Imagem © Mikael Olsson Cortesia de Galerie Nordenhake (Stockholm/Berlin)
Igrreja de St. Mark, Estocolmo. Imagem © Mikael Olsson Cortesia de Galerie Nordenhake (Stockholm/Berlin)

Para a exposição da Bienal deste ano, estão sendo apresentados uma seleção de desenhos feitos pelo escritório de Sigurd Lewerentz e nunca antes exibidos juntos. Como parte da mostra, eles ajudam a estabelecer as narrativas espaciais das capelas, em conjunto e individualmente: perspectivas únicas que mostram como elas são capazes de mediar suas respectivas paisagens externas e internas, juntamente com plantas, elevações e detalhes que nos mostram a composição diagramática desses espaços ao ar livre e suas relações com os volumes dos edifícios principais.

Cortesia de Sigurd Lewerentz Collection, ArkDes
Cortesia de Sigurd Lewerentz Collection, ArkDes

Freestanding, um projeto de Kieran Long, diretor do ArkDes, Johan Örn, curador das exposições do ArkDes, Petra Gipp, arquiteta, Mikael Olsson, artista, e James Taylor-Foster, curador de arquitetura contemporânea e design do ArkDes, está sendo exibida como parte de FREESPACE no Pavilhão Central dos Giardini della Bienale.

Em 2020, a ArkDes realizará a primeira grande exposição sobre a obra de Sigurd Lewerentz desde os anos 80, apresentando uma visão detalhada dos edifícios mais conhecidos do arquiteto, ao mesmo tempo em que chama à atenção para uma série de projetos que até agora são pouco conhecidos.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: AD Editorial Team. "Exposição "Freestanding" revela a poética da arquitetura de Sigurd Lewerentz" ["Freestanding" Exhibition Shows the Power and Poetry of Sigurd Lewerentz’s Architecture] 22 Jun 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/896566/exposicao-freestanding-revela-a-poetica-da-arquitetura-de-sigurd-lewerentz> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.