O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Instalação de Gjøde & Partnere Arkitekter transforma praia australiana em uma ilha deserta

Instalação de Gjøde & Partnere Arkitekter transforma praia australiana em uma ilha deserta

  • 16:00 - 11 Abril, 2018
  • por
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Instalação de Gjøde & Partnere Arkitekter transforma praia australiana em uma ilha deserta
Instalação de Gjøde & Partnere Arkitekter transforma praia australiana em uma ilha deserta, © Ross Duggan
© Ross Duggan

Em The Desert Island, Cottesloe Beach, Austrália, uma parede de espelhos de 72 metros divide uma parte da areia, criando uma enseada própria. A parede está voltada para o Oceano Índico e o reflexo curvado da areia, que se funde com as águas azuis e o horizonte, cria uma ilusão de espaço fechado; uma ilha deserta flutuando em um mar sem fim.

Concebida pelo estúdio de arquitetura dinamarquês Gjøde & Partnere Arkitekter, a instalação ganhou vida na Austrália durante a exposição anual Sculpture By The Seano mês passado. É a maior exposição de escultura pública gratuita do mundo, e qualquer um pode enviar suas ideias. Enquanto os banhistas se deparavam com esse panorama da praia sobre a areia, eles dançavam, tiravam fotos e assistiam ao pôr do sol a partir dos reflexos oscilantes da ilha mítica.

© David Dare Parker © Richard Watson © Richard Watson © Gjøde & Partnere Arkitekter + 15

© David Dare Parker
© David Dare Parker
© Clyde Yee
© Clyde Yee
© Richard Watson
© Richard Watson

É uma instalação sublime, onde isolamento e união se espelham. Johan Gjøde, diretor criativo e fundador da Gjøde & Partnere Arkitekter descreve a instalação como um enquadramento da paisagem e uma estrutura para interação social:

O movimento e a interação das pessoas em The Desert Island é parte da experiência do trabalho. Crianças brincando na praia, casais andando na areia, amigos relaxando juntos - todas as formas e cores tornam-se parte da instalação. De frente para o oeste, a instalação também captura e enfatiza o pôr do sol espetacular pelo qual a região é conhecida, adicionando assim uma nova dimensão espacial para este evento cênico.

Usando uma simples geometria e reflexão como efeito visual, o escritório criou um espaço convidativo para as pessoas interagirem entre si e com o cenário. Não só a parede curva cria a ilusão de uma ilha isolada e desencadeia a imaginação, mas as pessoas que entram também experimentam a beleza simples da paisagem em constante mutação. Elas se tornam parte da reflexão do ambiente cênico e da própria instalação.

© Richard Watson
© Richard Watson
© Gjøde & Partnere Arkitekter
© Gjøde & Partnere Arkitekter

E no pôr do sol, parece que dezenas de esplêndidos sóis se põem atrás da ilha de areia.

© Gjøde & Partnere Arkitekter
© Gjøde & Partnere Arkitekter
© Gjøde & Partnere Arkitekter
© Gjøde & Partnere Arkitekter
© Gjøde & Partnere Arkitekter
© Gjøde & Partnere Arkitekter
© Gjøde & Partnere Arkitekter
© Gjøde & Partnere Arkitekter

A parede curva que distingue este espaço é um semicírculo de 63,4 metros de largura e cobre uma área de 880 m². Embora funcione de maneira mítica, sua construção é mais simples e prática. Ela foi criado por espelhos de vidro colados em placas de madeira de tamanho padrão apoiados por molduras triangulares. As armações de madeira são, então, anexadas a uma chapa de aço, que é coberta por meio metro de areia. O peso desta areia sobre as chapas de aço é o que fixa toda a instalação no solo para que a parede semicircular possa suportar a enorme pressão do vento da costa.

Esta instalação é a maior já feita pelo estúdio Gjøde & Partnere Arkitekter. Outro projeto proeminente da empresa é a A Ponte Infinita, exibido pela primeira vez na Sculpture by the Sea em 2015, em Aarhus, na Dinamarca, e mais tarde reconstruído como uma instalação permanente no mesmo local.

O vídeo abaixo mostra imagens desta instalação, bem como outras estruturas impressionantes e provocantes que compõem o Sculpture by the Sea 2018.

© Ross Duggan © Clyde Yee © Clyde Yee © Gjøde & Partnere Arkitekter © David Dare Parker © Richard Watson © Richard Watson © Clyde Yee © Gjøde & Partnere Arkitekter © Gjøde & Partnere Arkitekter © Gjøde & Partnere Arkitekter © Gjøde & Partnere Arkitekter © Gjøde & Partnere Arkitekter © Gjøde & Partnere Arkitekter + 15

Sobre este autor
Keshia Badalge
Autor
Cita: Badalge, Keshia. "Instalação de Gjøde & Partnere Arkitekter transforma praia australiana em uma ilha deserta" [On Cottesloe Beach, Gjøde & Partnere Arkitekter Create a Floating Desert Island for Sculpture By The Sea] 11 Abr 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/892184/instalacao-de-gjode-and-partnere-arkitekter-transforma-praia-australiana-em-uma-ilha-deserta> ISSN 0719-8906