Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Renzo Piano: "Criatividade só faz sentido quando compartilhada"

Renzo Piano: "Criatividade só faz sentido quando compartilhada"

Se você perde a capacidade de criar emoções, então não funciona, não é suficiente.
- Renzo Piano

Neste minucioso vídeo biográfico do Louisiana Channel, Renzo Piano fala sobre suas influências, a importância de viajar, o prazer em desenhar, o verdadeiro significado da criatividade, quão estúpidos podem ser os computadores, como "a beleza pode transformar o mundo" e muito mais.

Renzo Piano não se rende ao que ele mesmo chama de "armadilha da nostalgia", quando questionado sobre seu passado, suas influências e seu próprio legado. A partir do seu ponto de vista, o que realmente importa "não é o que você fez, ou quem foi - mas quem você vai ser e o que fará". Embora, obviamente a influência mais simples e óbvia venha de seu pai construtor, ele também reconhece outros fatores determinantes para a sua arquitetura: a cidade de Gênova, onde nasceu e cresceu, o mar mediterrâneo que ele compara a um "ensopado de diferentes culturas" de onde vem toda a sua grandeza técnica e formal, as conversas com os amigos profissionais de outras disciplinas criativas, bem como a sua devoção pelo debate, em ouvir e trocar ideias com outras pessoas.

Uma coisa é certa - a arquitetura é o que conecta todas estas coisas.

Ele refere-se à arquitetura como uma "ideia pacifista", definindo a construção como um "gesto cívico" devido a forma como ela afeta a vida diária das pessoas além de ser o espaço onde a história acontece. É por isso que, para Piano, construir edifícios públicos é muito mais significativo. Mas, embora a arquitetura seja completamente fascinante, é igualmente importante distanciar-se regularmente do próprio trabalho. Viajando, entramos em contato com diferentes perspectivas de mundo além de aprender a apreciar a sua diversidade. O arquiteto afirma: "A diversidade é um valor, não é um problema".

Sua reflexão mais interessante talvez seja aquela sobre o trabalho em equipe, em como "a criatividade só é possível quando compartilhada", e somente superando as dificuldades podemos nos inserir dentro de um processo criativo - e bem humorado ele aconselha os mais jovens: "Se você diz algo estúpido, não se preocupe, se de dez coisas que você fala, cinco não são estúpidas, isso já é um bom começo".

Em última instância, a essência da arquitetura, segundo Renzo Piano, está contida no que podemos chamar de "beleza". Não no sentido puramente estético, mas em termos de "descoberta, luz, espaço, compressão, expansão, sombra e leveza, talvez eventualmente no que podemos chamar de linguagem".

Se a beleza está presente, ela pode transformar o mundo [...] uma pessoa de cada vez, é claro, mas nós vamos chegar lá.

Saiba mais sobre outros projetos de Renzo Piano no ArchDaily aqui.

Sobre este autor
Cita: Hasan, Zoya. "Renzo Piano: "Criatividade só faz sentido quando compartilhada"" [Renzo Piano: "Creativity is Only Possible When You Share Creativity"] 21 Jan 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/886679/renzo-piano-criatividade-so-faz-sentido-quando-compartilhada> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.