O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Manual técnico de arborização urbana com espécies da mata atlântica é lançado em Salvador

Manual técnico de arborização urbana com espécies da mata atlântica é lançado em Salvador

Manual técnico de arborização urbana com espécies da mata atlântica é lançado em Salvador
Manual técnico de arborização urbana com espécies da mata atlântica é lançado em Salvador, Cortesia de ssamataatlantica.com
Cortesia de ssamataatlantica.com

Foi lançado essa semana na capital baiana o Manual Técnico de Arborização Urbana de Salvador com espécies nativas da Mata Atlântica. O documento, que contém um guia com 50 espécies do bioma indicadas para plantios nas calçadas da cidade, passa a ser o instrumento legal e técnico para orientar profissionais e cidadãos na escolha de espécies adequadas que se integrem às características do município. A nova publicação tem a chancela da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU) e é uma das primeiras regulamentações do Plano Diretor de Arborização Urbana (Lei Municipal 9187/2017), do PDDU (Lei Municipal 9069/2016) e da Lei Municipal de Ordenamento e Uso e Ocupação do Solo – LOUOS (Lei 9148/2016).

Com ilustrações, diagramas e explicações técnicas de plantio escritas em uma linguagem simples e bem ilustrada, o livro foi elaborado de forma participativa, em colaboração com técnicos e estudiosos da área, com o objetivo de servir de guia para intervenções na capital baiana.

De acordo com André Fraga, secretário municipal da Cidade Sustentável e Inovação, a produção do manual é uma demanda antiga do município. “Salvador nunca possuiu regras ou orientações técnicas para plantio de árvores na cidade. Além disso, outro objetivo dessa publicação é de popularizarmos nossas espécies nativas do bioma Mata Atlântica”, ressalta.

Orientações técnicas

Para plantios em passeios, por exemplo, o manual destaca a necessidade de verificar a largura do corredor, para harmonizar a circulação dos pedestres e o desenvolvimento da árvore. Considerando que Salvador possui ruas estreitas e calçadas ainda mais estreitadas, buscou-se encontrar uma largura mínima que pudesse compatibilizar a acessibilidade com a arborização e outros elementos urbanos. Além disso, é preciso usar espécies com sistemas radiculares que reduzem danos nas calçadas e sistemas subterrâneos como água, esgoto e telefonia. O Manual explica ainda os fatores que devem ser levados em conta na hora do plantio – como porte, formato da copa (reduzindo a demanda constante e dispendiosa por podas) e adaptação ao clima.

A distância da árvore de mobiliários urbanos como sinalização de trânsito, semáforos, hidrantes e etc, é outro elemento importante considerado no manual.

Isométrica mostrando a implantação das árvores junto à calçada. Cortesia de ssamataatlantica.com
Isométrica mostrando a implantação das árvores junto à calçada. Cortesia de ssamataatlantica.com

Guia de espécies

Um dos diferenciais do manual de Salvador é o guia com fotografias e a ficha técnica contendo informações e características de cada uma das de 50 espécies indicadas para serem plantadas em ambiente urbano, como ambiente de origem, porte, locais para plantio e folhagem. Todas as plantas citadas são nativas da Mata Atlântica, bioma nativo de Salvador.

A publicação está disponível para download gratuito no site do projeto Salvador, Capital da Mata Atlântica.

Sobre este autor
Cita: Romullo Baratto. "Manual técnico de arborização urbana com espécies da mata atlântica é lançado em Salvador" 14 Nov 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/883464/manual-tecnico-de-arborizacao-urbana-com-especies-da-mata-atlantica-e-lancado-em-salvador> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.