O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. Kazuyo Sejima: habitar entre o material e o abstrato

Kazuyo Sejima: habitar entre o material e o abstrato

Kazuyo Sejima: habitar entre o material e o abstrato
Kazuyo Sejima: habitar entre o material e o abstrato, Residência Shibaura. Imagem via Flickr User: Park Licença CC BY 2.0
Residência Shibaura. Imagem via Flickr User: Park Licença CC BY 2.0

Kazuyo Sejima nasceu em Ibaraki, Japão, en 1956. É sócia fundadora do escritório SANAA, junto com Ryue Nishizawa. Trabalhadora incessante, construiu uma sólida trajetória profissional em diversos países.

A escala do necessário calibra uma incessante busca pela persistência experiencial do espaço (micro e coletivo) através do etéreo das formas, das figuras, dos materiais e seus limites. Sua arquitetura propõe habitar entre o material e o abstrato. 

Kazuyo Sejima finalizou seus estudos de arquitetura na Universidade de Mulheres. Esta era uma universidade progressista onde trabalhavam muito com a pequena escala de projetos, enquanto outras escolas do país abordavam escalas de maior envergadura. Sejima lembra o fato de dedicar-se ao estudo minucioso da moradia como uma situação particularmente ambígua: a casa é o ponto de partida, o espaço primordial que antecede o coletivo e lhe interessa especialmente sua evolução no tempo. Entretanto, reconhece que na sua universidade o departamento de professoras estava sendo formado aos poucos, e não havia muitas mulheres arquitetas dedicadas a grande escala.

Sua primeira experiência laboral foi como estagiária do arquiteto Toyo Ito, com quem trabalhou até 1987, quando estabeleceu seu próprio escritório, Kazuyo Sejima & Associates. Em 1992, foi nomeada Jovem Arquiteta Japonesa do Ano pelo Instituto de Arquitetos do Japão. Em 1995, fundou juntamente com Ryue Nishizawa, que era seu colaborador, o escritório conjunto Sejima and Nishizawa and Associates, SANAAcom sede em Tóquio. SANAA foi criado fundamentalmente para encarar e competir em equipe com o trabalho de grandes projetos e concursos internacionais. Porém, cada sócio reserva, também, um tempo para encargos menores que são resolvidos de maneira individual (residências, lojas, interiores).

A simplicidade e a escala do necessário configuram o complexo universo criativo pessoal e profissional de Sejima; espaços não independentes, iguais ou solúveis. O necessário impõe-se para a arquiteta na demanda do pequeno e do cotidiano; mas também na exigência e no tempo investido em seu trabalho. 

* Texto por Cecilia Kesman, cortesia de Un Día | Una Arquitecta

Conheça a biografia completa de Kazuyo Sejima aqui.

Sobre este autor
Cita: Equipo Editorial. "Kazuyo Sejima: habitar entre o material e o abstrato" [Kazuyo Sejima: habitar entre lo material y lo abstracto] 10 Nov 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/882981/kazuyo-sejima-habitar-entre-o-material-e-o-abstrato> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.