O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Pavilhão auto-portante de chapas de madeira inspira-se nos origamis

Pavilhão auto-portante de chapas de madeira inspira-se nos origamis

  • 19:00 - 13 Julho, 2017
  • por Equipo Editorial
Pavilhão auto-portante de chapas de madeira inspira-se nos origamis

Na ocasião para o evento Concéntrico 03, os arquitetos Manuel Bouzas Cavada, Manuel Bouzas Barcala e Clara Álvarez García projetaram um pavilhão de exposições na Plaza Escuelas Trevijano, com o intuito de 'tornar transparente o opaco e leve o pesado'.

Uma folha não se sustenta por si só, mas se realizarmos uma série de dobraduras, ela é capaz não só de sustentar-se a si mesma, mas de suportar mais esforços do que se poderia esperar. Um painel de madeira não se sustenta por si só, mas se realizarmos uma série de dobraduras precisas, é capaz não só de sustentar-se, mas suportar uma situação que não se poderia esperar. Como exemplo temos o pavilhão de informações para a 3ª edição do festival Concéntrico.

© Josema Cutillas
© Josema Cutillas
Cortesia de Manuel Bouzas
Cortesia de Manuel Bouzas

A ideia é simples, queríamos criar um ícone, um polo atrativo para despertar a curiosidade e a atenção dos cidadãos. Mas também queríamos demonstrar que os painéis são autoportantes; e não utilizaremos nenhuma estrutura ou sub-estrutura. Utilizaremos única e exclusivamente o material de partida. Nem mais nem menos, somente 39 painéis. A construção também é simples. os painéis com dobradiças permitem a rotação como um papel. Uma vez atados todos os painéis com este elemento, o deixaremos cair e a gravidade terá feito seu trabalho.

Um papel com algumas dobras. Um origami.

© Josema Cutillas
© Josema Cutillas
Cortesia de Manuel Bouzas
Cortesia de Manuel Bouzas

Nota do Júri:

O projeto foi selecionado por seu caráter icônico e geometria singular, que responde ao uso do pavilhão como um marco do festival. Partindo de um padrão e mediante a técnica do origami cria-se uma peça aberta ao entorno. Sua disposição provoca novas leituras do espaço e atividades para a praça. A iluminação o transforma durante o dia e a noite, possibilitando que se modifique a percepção do pavilhão e de seu espaço próximo. O desenvolvimento da proposta mostra sua viabilidade construtiva e estrutural.

© Josema Cutillas
© Josema Cutillas

Manuel Bouzas Cavada, Manuel Bouzas Barcala e Clara Alvarez García

Desde 2015 trabalham como um coletivo multidisciplinar que se dedica à realização de diversos projetos de pequena escala, reabilitações, concursos e desenho de mobiliários. A maioria de seu trabalho concentra-se na região da Galícia.

© Josema Cutillas
© Josema Cutillas

Manuel Bouzas Cavada é arquiteto pela Escuela Técnica Superior de Arquitectura de A Coruña, (1988). Tem mais de vinte e cinco anos de experiência em projetos, gestão e coordenação de projetos de edificações e urbanismo, exercendo também consultorias de projeto e implantações de BIM, além de lecionar como professor convidado em programas de pós-graduação da universidade e está ativamente envolvido em pesquisas.

© Josema Cutillas
© Josema Cutillas

Manuel Bouzas Barcala e Clara Álvarez García são dois jovens arquitetos da Escuela Técnica Superior de Arquitectura de Madrid, (2016). Suas trajetórias passam por distintas universidades e cidades do mundo, como Madri, Lisboa, Santiago do Chile, Seul e Tóquio. Já estagiaram em estúdios de arquitetura como Aires Mateus e Associados e o Atelier Bow Wow. Além disso, alternam essa prática com a pesquisa acadêmica.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Equipo Editorial
Autor
Cita: Equipo Editorial. "Pavilhão auto-portante de chapas de madeira inspira-se nos origamis " 13 Jul 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/875692/pavilhao-auto-portante-de-chapas-de-madeira-inspira-se-nos-origamis> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.