O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Proposta de capela no Senegal usa materiais locais para unir a comunidade

Proposta de capela no Senegal usa materiais locais para unir a comunidade

Proposta de capela no Senegal usa materiais locais para unir a comunidade
Proposta de capela no Senegal usa materiais locais para unir a comunidade, Cortesia de Cassidy+Wilson
Cortesia de Cassidy+Wilson

Tendo recebido o terceiro lugar no recém-concluído concurso Kaira Looro para projetar um local de culto para a comunidade de Tanaf no Senegal, este projeto de Sean Cassidy e Joe Wilson propõe uma capela circular com um fosso exterior afundado em que se possa privadamente refletir e orar. Enquanto isso, o santuário central é projetado a ser construído pela comunidade local com tijolos de argila artesanais, formando um projeto que, como Cassidy e Wilson explicam, "literalmente vem da terra dada por Deus," e que a comunidade igualmente "possa se orgulhar e unir-se após a conclusão".

Cortesia de Cassidy+Wilson Cortesia de Cassidy+Wilson Cortesia de Cassidy+Wilson Corte. Cortesia de Cassidy+Wilson + 8

Cortesia de Cassidy+Wilson
Cortesia de Cassidy+Wilson

O concurso Kaira Looro, cujo nome foi derivado das palavras "Arquitetura para a Paz" no idioma local de Tanaf, mandingo, pediu aos participantes que desenvolvessem um pequeno projeto religioso com foco em "uma arquitetura sustentável e culturalmente dirigida, para um lugar com falta de materiais e com baixa tecnologia". Essa foi a inspiração para o uso de tijolos de argila de Cassidy e Wilson, pois buscou-se usar um método de construção comum, barato e sustentável, enquanto utilizando esse método construtivo "de novas formas inventivas, permitindo que a comunidade promova tradições e lhes dê um espaço para ser motivo de orgulho."

Cortesia de Cassidy+Wilson
Cortesia de Cassidy+Wilson

Este orgulho é refletido na forma do edifício. "O círculo é o gerador da forma - é universal, une e representa a paz", dizem os arquitetos. "A forma é um marco na aldeia que se destaca contra o contexto circundante". Para enfatizar esse status histórico, o prédio é recuado da estrada, criando uma praça cívica para uso como espaço para reuniões e eventos.

Corte. Cortesia de Cassidy+Wilson
Corte. Cortesia de Cassidy+Wilson
Diagrama Conceitual. Cortesia de Cassidy+Wilson
Diagrama Conceitual. Cortesia de Cassidy+Wilson

Neste contexto, o piso afundado do edifício, com seus fossos circundantes, desempenha uma função psicológica importante: "descer em direção à Terra aumenta a transição da abertura para o sagrado", dizem os arquitetos. Dentro desta área subterrânea, o espaço é ainda dividido em comunal e privado, com espaços para reflexão individual ao redor da borda do edifício, enquanto o interior do edifício serve como um espaço para o culto em grupo.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Rory Stott
Autor
Cita: Stott, Rory. "Proposta de capela no Senegal usa materiais locais para unir a comunidade" [Chapel Proposal in Senegal Uses Local Materials to Unite the Community] 02 Jun 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/872773/proposta-de-capela-no-senegal-usa-materiais-locais-para-unir-a-comunidade> ISSN 0719-8906