Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Rio de Janeiro terá primeiro laboratório brasileiro de cidades inteligentes

Rio de Janeiro terá primeiro laboratório brasileiro de cidades inteligentes

O Rio de Janeiro será a primeira cidade do Brasil a sediar um laboratório focado no estudo de cidades inteligentes. A iniciativa é resultado de um acordo de cooperação técnica entre a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Instituto Nacional de Metereologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), no valor de R$ 2,5 milhões. O espaço servirá para a realização de pesquisas, certificações e testes de tecnologias criadas para as smart cities.

Dentro do laboratório haverá também uma mini cidade para simulações em ambiente controlado, visando a observação e elaboração de critérios técnicos, padrões e procedimentos de conformidade que possam facilitar a aplicabilidade destas inovações nas cidades.

Na prática, a proposta visa oferecer soluções para demandas como a integração da iluminação pública com mobilidade urbana e a prevenção de desastres, por exemplo. Outra atividade possível seria o controle de serviços urbanos, como luz, água, gás, saneamento de forma inteligente e unificada. O desafio é preparar um ambiente que aceite a integração do maior número possível de tecnologias, a partir da identificação do que já está disponível no mercado nacional.

O presidente do ABDI, Guto Ferreira, aponta que as cidades estão mudando muito rapidamente e dentro de dez anos não serão mais as mesmas, portanto, o potencial ainda inexplorado nas cidades da América Latina dos assuntos ligados às smart cities deve ser aproveitado. Para Ferreira, o país tem toda as ferramentas necessárias e a capacidade de assumir protagonismo na área e o laboratório que será criado no Rio de Janeiro é uma grande oportunidade para isso.

Como podemos implementar cidades inteligentes?

Neste artigo, originalmente publicado por Arup Connect como " Anthony Townsend on Smart Cities ", Townsend discute seu livro " Seu livro argumenta que há uma necessidade de ações de base ao invés de implementação de cidades inteligentes de cima para baixo liderada por empresas. Como você vê arquitetos e engenheiros se encaixando neste quadro?

Top 8 das "Smart Cities" na América Latina

Neste artigo da Fast Company, Boyd Cohen nos apresenta uma lista das oito cidades na América Latina que estão a frente para se converterem em centros urbanos da inovação e que utilizam a tecnologia e política cívica para criar uma vida melhor para seus cidadãos.

Fonte: Connected Smart Cities

Sobre este autor
Cita: Romullo Baratto. "Rio de Janeiro terá primeiro laboratório brasileiro de cidades inteligentes" 20 Mai 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/871556/rio-de-janeiro-tera-primeiro-laboratorio-brasileiro-de-cidades-inteligentes> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.