O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. Crítica de arquitetura?

Crítica de arquitetura?

Crítica de arquitetura?
Crítica de arquitetura?, O que disseram os críticos sobre estes curiosos e custosos jogos formais criados pelo escritório austríaco Coop Himmelblau para o Museu em Akron, Ohio, Estados Unidos (2007)?. Imagem © Óscar Tenreiro Degwitz
O que disseram os críticos sobre estes curiosos e custosos jogos formais criados pelo escritório austríaco Coop Himmelblau para o Museu em Akron, Ohio, Estados Unidos (2007)?. Imagem © Óscar Tenreiro Degwitz

Há alguns dias terminei de ler o livro Mi Vida do crítico alemão de origem polonesa e judia, Marcel Reich-Ranicki, um homem notório na Alemanha, onde vive aos noventa e dois anos. Destaquei sua origem judia porque o autor sofreu muito em consequência disso durante o período do nazismo. Esta condição também marcou seu desenvolvimento pessoal e intelectual até convertê-lo em uma espécie de vigilante zeloso, um participante qualificado da controversa presença dos judeus no universo cultural alemão.

O autor disse ter decidido muito jovem se tornar crítico literário, posição na qual coloca a crítica como especialidade, uma profissão, um ofício que abraça como qualquer outro e cuja finalidade é estabelecer juízos de valor em relação à literatura, destacar os méritos ou as falhas, elevar aquilo que considera de valor cultural, contestar prestígios e afirmar outros, e o mesmo com o estilo, destacando algo para o que Reich-Ranicki não poupa palavras: a importância da arte literária, a glória, poderíamos dizer, da literatura. 

E ao fazer esta observação, temos em mente os preconceitos dos criadores em elação aos críticos, que vêem neles pessoas indesejáveis que se exibem, julgando aqui e ali de maneira superficial e desorientadora. Bem conhecido é o aforismo de Nietzsche que já citei outras vezes:

Os críticos vêem a arte de perto sem nunca tocá-la. 

Esta é uma frase que deixa muito clara uma visão depreciativa, fundada precisamente nessa condição diletante que impede o crítico de se aprofundar, indo além das aparências. 

Leia o artigo completo aqui.

Sobre este autor
Cita: Tenreiro Degwitz, Óscar. "Crítica de arquitetura?" [¿Crítica de arquitectura?] 12 Mar 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/806775/critica-de-arquitetura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.