O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. Aprenda a construir um Forno de Pizza

Aprenda a construir um Forno de Pizza

  • 07:00 - 1 Fevereiro, 2017
  • por Equipe ArchDaily Brasil
Aprenda a construir um Forno de Pizza

Ao longo dos anos uma tradição vem crescendo entre os estudantes de arquitetura, a construção do Forno de Pizza. Para ajudar a manter essa tradição, resolvemos montar um pequeno guia para um forninho com 1,20m de diâmetro. Veja alguns passos para construir o seu.

Cortesia de Baú / Escola da Cidade
Cortesia de Baú / Escola da Cidade

A construção da base permite mais liberdade no projeto, mas gostaríamos de deixar algumas dicas:

- Não se esqueça de pensar em um lugar seco para guardar a lenha. 

- Deixe um espaço de borda além dos 1,20m do forno para apoio

- Os tijolos da base onde a pizza é colocada devem ser assentados a 45 graus em relação à boca do forno. Isso diminui a possibilidade de emperrar a pá no manuseio da pizza. Aqui você poderá usar o tijolo refratário, mas não é uma obrigação já que ele é um pouco mais caro.

- Você pode montar a base de sua preferência, mas para uma base convencional em U, você precisará de aproximadamente 250 tijolos. 

Vamos ao forno:

Materiais necessários:

  • 220 tijolos
  • 12 latas (de 18 litros) de terra vermelha (ou argilosa) peneirada. Dica: Não use terra orgânica.
  • 12 kg de açúcar cristal
  • Água

Misture a terra e o açúcar e acrescente água aos poucos até a massa ficar grudenta.

Cortesia de Baú / Escola da Cidade
Cortesia de Baú / Escola da Cidade

Lembrete: Tome cuidado para não deixar a massa muito molhada, pois o forno é composto por uma cúpula e um arco, que são elementos estruturais que transmitem seu peso próprio e as sobrecargas por esforços de compressão.

Para misturar aconselhamos o uso dos pés.

Cortesia de Baú / Escola da Cidade
Cortesia de Baú / Escola da Cidade

Com a base pronta, marque o centro e faça um círculo onde estará o forno utilizando um prego e um fio de nylon. Este "compasso" será utilizado durante todo o processo.

A boca do forno será uma abóbada feita de tijolos, assim você precisará de uma forma. Esta forma será um arco com diâmetro de 45 a 60cm. Feito a forma, posicione-a na base.

O arco da boca deverá seguir a inclinação dada pela forma.

Com a marcação do forno pronta e a forma da boca posicionada, comece as fiadas de tijolos com a massa de terra partindo sempre da boca. A primeira fiada será paralela à base, as seguintes deverão seguir a inclinação dada pelo compasso que utilizamos para traçar o diâmetro do forno.

Suba uma fiada de cada vez intercalando o começo e o meio do tijolo. Siga este procedimento até o final. 

Dicas:

- Depois da 4ª fiada você ira perceber que os tijolos já não serão assentados com facilidade. Pode quebrá-los e utilizar as metades para que não sobre muito espaço entre as fiadas e não prejudique a resistência da estrutura. 

Cortesia de Baú / Escola da Cidade
Cortesia de Baú / Escola da Cidade

- Utilize pequenas pedras com massa para fechar os vãos entre as fiadas.

Mais ou menos a partir da 6ª fiada, deixe um espaço para colocar uma chaminé na parte de trás do forno (não exatamente atrás, um pouco para o lado). Você poderá usar um bloco cerâmico vazado.

Neste estágio você perceberá que os tijolos tendem a escorregar mais facilmente. Utilize uma massa um pouco mais seca. Essa é a parte mais difícil e será preciso pedir ajuda de outras pessoas no processo. O mais importante é nunca esquecer do compasso e seguir sempre a inclinação.

Depois do último tijolo colocado, você pode cobrir todo o forno com o restante de massa que sobrou. Não é uma obrigação, mas isso ajuda na preservação do forno que está sujeito às intempéries.

Quando o forno estiver pronto, coloque a lenha e faça uma primeira queima. Dessa forma, o açúcar irá derreter e melhorar o desempenho da massa de barro. Você pode aproveitar e começar uma pizzada!!!!

Cortesia de Baú / Escola da Cidade
Cortesia de Baú / Escola da Cidade

Vale destacar que a PUC-Campinas tem um certo pioneirismo em ensinar estudantes de arquitetura a construir fornos de pizza, tendo como grande responsável por essa cultura o arquiteto e professor Vitor Lotufo. Em suas aulas, Vitor construía um forno de pizza com seus alunos, aproveitando para explicar o funcionamento estrutural de algumas tipologias construtivas. Desde então, vemos oficinas em diversos encontros de estudantes (EREAs e ENEAs) e nas semanas de calouros de diversas faculdades.

Veja também alguns fornos feitos pelo arquiteto Renato Jeuken (ex-aluno do próprio Vitor Lotufo), em seu projeto "My pizza oven". Renato explora diversas formas, materiais e suportes para a construção do forno e conta sobre a capacidade de socialização de uma pizzada.

Cortesia de Renato Jeuken
Cortesia de Renato Jeuken
Cortesia de Renato Jeuken
Cortesia de Renato Jeuken
Cortesia de Renato Jeuken
Cortesia de Renato Jeuken
Cortesia de Renato Jeuken
Cortesia de Renato Jeuken
Cortesia de Renato Jeuken
Cortesia de Renato Jeuken

Sobre este autor
Cita: Equipe ArchDaily Brasil. "Aprenda a construir um Forno de Pizza" 01 Fev 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/804367/aprenda-a-construir-um-forno-de-pizza> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.