O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. Studio Gang cria 7 estratégias para requalificar espaços cívicos

Studio Gang cria 7 estratégias para requalificar espaços cívicos

Studio Gang cria 7 estratégias para requalificar espaços cívicos
© Studio Gang
© Studio Gang

O Mapa Nolli fez história quando foi criado em 1748, em grande parte por causa de seu foco em espaços públicos. Com ele, Giambattista Nolli destacou o fato de que os lugares públicos não existem exclusivamente na forma de ruas e parques, mas também em espaços fechados. No entanto, a importância destas áreas comuns está sendo constantemente prejudicada. Nossas áreas públicas existem para promover a inclusão e igualdade de oportunidades mas, apesar disso, elas estão sendo esquecidas e abandonadas, debilitando sua capacidade de conectar comunidades.

Levando em conta que o principal objetivo do livro recém-lançado, de distribuição gratuita do Studio Gang, Reimagining The Civic Commons tem "ajudado as comunidades a ativarem seus lugares cívicos", então, não é surpreendente que o folheto inclui mapas gráficos que lembram o objetivo de Nolli. O livro, que surgiu do trabalho financiado pela Fundação Kresge e Fundação Knight, centra-se na apresentação de 7 tipos de "ativos existentes": bibliotecas, parques, centros de recreação, delegacias de polícia, escolas, ruas e trânsito. Desde o início da pesquisa do Studio Gang, uma maior, com $40000000 de iniciativa, começou sendo financiado pela Fundação JPB, Fundação Knight, Fundação Kresge e Fundação Rockefeller, juntamente com uma infinidade de doadores locais, com projetos tomando forma na Filadélfia, Chicago, Detroit, Memphis e Akron. O guia gráfico destina-se a oferecer abordagens adaptáveis, rentáveis e flexíveis para estes espaços, de modo que este possa ser aplicado ao longo do tempo e em uma variedade de diferentes comunidades. Leia a seguir o nosso resumo das 7 estratégias.

© Studio Gang
© Studio Gang

1. Bibliotecas Abertas para Oportunidades

© Studio Gang
© Studio Gang

Bibliotecas abrigam uma grande quantidade de recursos públicos e de informação, com mais de 120.000 bibliotecas em todo EUA, elas recebem mais de 90 milhões de visitas por ano. Os interiores de muitas bibliotecas no entanto, são fechados e isolados devido à sua função tradicional de armazenamento e como locais para estudo individual. Como este método de troca de informações tem se tornado gradualmente menos relevante na nova era digital, as bibliotecas começaram a adaptar os serviços que prestam e o Studio Gang acredita que os edifícios precisam seguir este exemplo.

Uma fachada aberta cria uma generosa entrada acessível, bem como a instalação de grandes janelas conectaria visualmente os interiores com ruas circundantes, atraindo os transeuntes. Uma vez lá dentro, o Studio Gang sugere áreas de reunião, ferramentas de fabricação e salas de tecnologia para apoiar o desenvolvimento digital na força de trabalho. A fim de expandir a função da biblioteca como um lugar de encontro, uma extensão do edifício, sob a forma de um espaço exterior coberto, é também proposto, servindo como um novo destino para eventos do bairro.

2. Moldar os Parques através de Experiências

© Studio Gang
© Studio Gang

10% da área urbana dos Estados Unidos é coberta por parques, totalizando quase 2 milhões de hectares no total. Vegetação nas cidades é conhecida por melhorar a sensação de felicidade, saúde e produtividade. Além disso, há as vantagens meio ambientais, como aliviar a tensão dos sistemas de águas pluviais. A fim de aumentar seu alcance, o Studio Gang incentiva as mais diversas topografias a servirem como pontos de encontro, mas também para gerir a água da chuva. Artes vibrantes, mobiliários diferenciados e vegetação são implementos que podem ajudar a atrair pessoas para os parques, bem como enfatizar visualmente a sua presença.

3. Mova os Centros de Recreação Rumo ao Bem-estar

© Studio Gang
© Studio Gang

Apesar da utilização prevista para os centros de recreação, como espaços sociais, de saúde e de educação, os centros atuais oferecem muito menos do que o que foi originalmente planejado. O livro propõe a suplementação dos centros com outras oportunidades de bem-estar, tais como assistência médica no local, oficinas de nutrição e atividades de alívio de estresse para atrair um mercado mais amplo.

Mais uma vez, a abertura de fachadas, bem como a remoção de paredes interiores, irá transformar espaços de uso único em espaços maiores, mais adaptáveis. Ao conectar áreas interiores e exteriores haverá mais luminosidade e fluidez de ar nos edifícios, bem como a remoção de barreiras para a participação. Esperamos que estes implementos possam também atrair prestadores de serviços externos que fazem uso dos espaços locáveis sugeridos. Finalmente, existe a possibilidade de ativar entradas para serviços móveis, tais como food trucks.

4. Coloque as Estações Policiais na Comunidade

© Studio Gang
© Studio Gang

Studio Gang acredita que as delegacias tornaram-se isoladas das comunidades, muitas vezes separadas do ambiente urbano circundante e rodeadas por estacionamentos. Este isolamento minimiza as trocas produtivas entre policiais, moradores e autoridades da cidade, aumentando a dissonância entre policiais e a comunidade que servem. Para contrariar esta situação, as estações podem começar a oferecer serviços de Wi-Fi gratuito e caixas automáticos para atrair as pessoas. Implementando arte e mobiliários na entrada também é se faz possível criar uma atmosfera de "pórtico" para os moradores locais desfrutarem. Incluir um espaço na cobertura é uma boa estratégia para convidar às atividades mais comuns, como aquelas relacionadas à refeições e jardinagem. A abertura de espaços comerciais que beneficiem ambos, policiais e residentes locais, também pode estabelecer um ambiente vivo.

5. Cultive Escolas em Campus Inovadores

© Studio Gang
© Studio Gang

Com cerca de 50 milhões de estudantes sendo educados em aproximadamente 97.000 escolas primárias e secundárias nos EUA, estes espaços representam uma enorme responsabilidade para a educação, saúde e bem-estar dos jovens, bem como para o futuro da população. Infelizmente, os estudantes norte-americanos ficaram para trás dos seus homólogos internacionais nas disciplinas de matemática e ciências, e um terço das crianças estão acima do peso ou obesas. Implementar "laboratórios" para a aprendizagem experiencial através da utilização de todas as superfícies, especialmente em áreas ao ar livre, pode melhorar o ambiente de aprendizagem, melhorar a saúde, reduzir o estresse e adicionar a beleza natural.

As quatro propostas para atingir este objetivo são: conversão de telhados para estufas e "salas de aula ajardinadas", implementação de espaços verdes que se estendem para o bairro circundante, cultivando agricultura em terrenos baldios adjacentes que podem ser usados para a ciência fenológica, incorporando vegetais cultivados pelo próprio aluno na lanchonete da escola.

6. Transforme Ruas em Lugares

© Studio Gang
© Studio Gang

Ruas são utilizadas por todas as pessoas, todos os dias. Elas são "o tecido que conecta a cidade", mas como elas podem ser transformadas em lugares? Através do desenvolvimento de uma cobertura dinâmica para os pedestres estarem protegidos, melhorando a 'caminhabilidade' da ruas e a saúde pública de uma comunidade. Além disso, o desenvolvimento de lojas e o apoio de eventos locais irá fornecer uma forma de entretenimento para os pedestres, bem como incentivar os gastos locais estimulando o crescimento econômico. Plantar árvores pode resolver o aumento de calor urbano e projetar a superfície das ruas pode otimizar a gestão das águas pluviais, além de aumentar as opções de mobilidade. 

7. Converta os Terminais de Transporte em Destinos Finais 

© Studio Gang
© Studio Gang

Mais de 35 milhões de pessoas nos Estados Unidos usam o transporte público todos os dias úteis, o que lhes poupa uma média de U$ 10.000 por ano e aumenta os valores de propriedade em 42% quando localizadas perto de um serviço de transporte de alta frequência. No entanto, os nós de transporte público são muitas vezes localizados de forma inconsistente; eles incluem lacunas em determinadas rotas e bairros separados, causando divisões socioeconômicas. O Studio Gang prevê terminais como "âncoras cívicas", que são as comunidades em si, ampliando rotas existentes para criar "centros de trânsito", onde circuitos diferentes se encontram. Além isso, eles propõem a adição de novos pontos de ônibus, bem como a infra-estrutura para complementar essas novas conexões.

© Studio Gang
© Studio Gang

Reimagining The Civic Commons está disponível para download aqui. Para mais informações visite o site do Studio Gang.

Sobre este autor
Cita: Zilliacus, Ariana. "Studio Gang cria 7 estratégias para requalificar espaços cívicos" [Studio Gang Creates 7 Strategies to Reimagine Civic Spaces As Vibrant Urban Hubs ] 25 Out 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/797949/studio-gang-cria-7-estrategias-para-requalificar-espacos-civicos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.