O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. 5 razões para utilizar realidade virtual em seu trabalho

5 razões para utilizar realidade virtual em seu trabalho

  • 15:00 - 17 Maio, 2016
  • por
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
5 razões para utilizar realidade virtual em seu trabalho
Este artigo de Realidad Virtual é patrocinado por:
A Saint-Gobain não se responsabiliza por, e se isenta expressamente da responsabilidade por danos de qualquer tipo decorrentes do uso, referente a ou dependente de qualquer informação contida neste local. A Saint-Gobain não garante que a informação estará correta, completa ou atualizada ou que não irá infringir qualquer direito autoral ou qualquer outra propriedade de direito intelectual e a Saint-Gobain não endossa qualquer tipo de informação contida neste local. Ainda que o ArchDaily forneça links com outros recursos da internet, incluindo páginas de internet, a Saint-Gobain não se responsabiliza pela precisão ou pelo conteúdo da informação contida nestes locais. Os links do ArchDaily com terceiros não representam uma aprovação da Saint-Gobain destas partes ou de seus produtos ou serviços.
5 razões para utilizar realidade virtual em seu trabalho, © Halfpoint via Shutterstock
© Halfpoint via Shutterstock

Este artigo foi publicado originalmente na ArchSmarter intitulado "5 Ways Virtual Reality Will Change Architecture."

A Realidade Virtual (RV) está prestes a mudar para sempre a arquitetura, o que significa que cada empresa precisa decidir como vai responder a essas mudanças. Isso pode soar como uma hipérbole, mas imagens 3D e os benefícios computacionais não são nada em comparação com o que a realidade virtual traz.

As imagens geradas por computador são, em muitos aspectos, uma versão atualizada das representações desenhadas à mão no passado. A realidade virtual possibilita um modo totalmente novo de ver os projetos. Baseada no software de desenho existente, ela permite que você utilize modelos 3D e os experimente de maneiras surpreendentes. Portanto, se sua empresa está pensando se deve ou não investir em tecnologia de realidade virtual agora, aqui estão algumas razões pelas quais você deve deixar de considerar e começar mudando a forma como seu escritório de arquitetura funciona.

© Cortesia de Mi5VR
© Cortesia de Mi5VR

1. RV oferece uma vantagem competitiva

Aqui está uma oportunidade de aprofundar um pouco mais sobre qual o diferencial da experiência de RV para arquitetos e seus clientes. Todo arquiteto sabe que as renderizações 3D  só podem ser feitas para um ambiente preciso. A RV, no entanto, dá um grande passo à frente, permitindo que o usuário caminhe e veja cada detalhe.

Isso se traduz em uma vantagem competitiva: quando um cliente pode experimentar um edifício em um nível mais visceral, fica mais propensos a optar por seu projeto. Em um artigo, o designer Olivier Demangel descreveu o nível chocante de realismo que experimentou ao usar RV pela primeira vez. Ele mal podia acreditar o quão diferente sua experiência na estrutura seria, bem como, a proximidade da experiência em relação ao projeto acabado.

Então, para ser franco, se sua empresa está oferecendo representações de computador simples, enquanto um concorrente oferece RV, a escolha do consumidor vai ser fácil.

2. Estar na vanguarda de uma tendência da indústria

Isto está estreitamente relacionado ao elemento da concorrência. Se a sua empresa pode ser uma das primeiras a adotar a tecnologia de realidade virtual aplicada ao projeto arquitetônico, você pode estar à frente de uma enorme tendência da indústria. Estar à frente pode permitir que você marque sua empresa como um inovador no espaço de realidade virtual.

Aplicando "o primeiro a usar a realidade virtual no aplicativo X" na sua estratégia de marketing pode significar ganhar uma vantagem a longo prazo em termos de marca. Algumas empresas já estão comprando óculos RV como o Oculus Rift e HTC Vive assim que foram lançados, ou seja, o tempo está se esgotando se você quiser estar à frente desta tendência.

3. Os custos inicias são baixos

O custo de adoção da tecnologia RV é relativamente baixo. Um Oculus Rift custa US $ 600 por unidade, enquanto o HTC Vive custa R $ 800. Outros sistemas estão atualmente em elaboração, mas mesmo quando você adicionar os computadores normalmente necessários para acompanhar esses equipamentos, você pode obter uma configuração de RV por não muito mais do que US $ 1000. Para a maioria das empresas, se esse conjunto de RV pode render-lhes um único cliente extra, ele já se pagou.

4. Diminuir o retrabalho

Quando um cliente é capaz de experimentar um projeto em tal detalhe impressionante, eles são capazes de obter uma melhor sensação para decidirem o que querem e o que não querem. Isso significa que sua empresa vai gastar menos tempo refazendo projetos e pedindo mais uma rodada de feedback.

A realidade virtual também reduz o tempo permitindo-lhe renderizar as coisas em tempo real. Um cliente pode mudar as luzes e desligá-las para ver como diferentes configurações de iluminação afetam o espaço. Esse tipo de interatividade é agradável do ponto de vista do cliente, e também permite que eles vejam todos os aspectos de um projeto rapidamente.

5. Simular cenários reais

As simulações podem incluir coisas simples como a iluminação mencionada acima, mas também grandes estruturas como edifícios comerciais e por quê não aeroportos? Aqui, a tecnologia RV permite que os arquitetos utilizem cenários reais e vejam como o projeto interage no meio ambiente. 

Por exemplo, você pode testar seus sistemas de saída de emergência, colocando alguém em uma parte obscura de um edifício e ver como rapidamente ele pode sair usando o sistema de sinalização que você colocar. Os modelos de computador podem ser capazes de nos mostrar como as pessoas podem sair do prédio, mas eles não vão abordar o psicológico de cada pessoa e como ela reage ao seu ambiente. Esses aclaramentos farão os edifícios futuros mais seguros e mais amigáveis.

Isso é só o começo de como as simulações em realidade virtual podem transformar a arquitetura. 

Agradecimentos ao Google Cardboard, uma configuração muito básica RV que pode ser obtida por alguns dólares. Imagem © Google via the Google Cardboard Website
Agradecimentos ao Google Cardboard, uma configuração muito básica RV que pode ser obtida por alguns dólares. Imagem © Google via the Google Cardboard Website

Mergulhar na Realidade Virtual

Se você estiver interessado em experimentar um serviço de design virtual, agora é a hora. O papel destas tecnologias na arquitetura está claro, assim como as vantagens de ficar à frente da tendência. Se você estiver curioso, você pode sempre tentar e ver por si mesmo.

Eric Halsey é um historiador de formação que tem se interessado nas pequenas empresas dos EUA desde que começou a trabalhar no Comitê da Câmara no Small Business, em 2006. Ele adora tecnologia e está interessado em RV e muitas vezes escreve para ViaTechnik.com.

Imagem em destaque via Shutterstock.com

Sobre este autor
Cita: Halsey, Eric. "5 razões para utilizar realidade virtual em seu trabalho" [5 Reasons to Add Virtual Reality to Your Workflow] 17 Mai 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/787292/5-razoes-para-utilizar-a-realidade-virtual-no-seu-trabalho> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.