O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Rural Urban Framework leva infraestrutura urbana para as favelas da capital da Mongólia

Rural Urban Framework leva infraestrutura urbana para as favelas da capital da Mongólia

Rural Urban Framework leva infraestrutura urbana para as favelas da capital da Mongólia
Rural Urban Framework leva infraestrutura urbana para as favelas da capital da Mongólia, Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework

Lar de grandes marcos geológicos, como o deserto de Gobi, a Mongólia não é um país frequentemente associado ao desenvolvimento urbano. Mas após reformas econômicas que vieram com o desmonte da União Soviética em 1990 e a descoberta de grandes reservas de carvão, ouro e cobre, parte significativa da sociedade historicamente nômade da Mongólia começou a se estabelecer, particularmente na capital do país, Ulaanbaatar, onde vive praticamente metade dos 3 milhões de habitantes do país. 

Infelizmente, a infraestrutura da cidade ainda não alcançou este rápido crescimento, resultando em assentamentos informais caracterizados pelas tradicionais barracas de tecido - conhecidas como gers - em torno das cidades. É rara a presença se edifícios cívicos nesses bairros e se deslocar nas cidades é difícil devido à insuficiência de mapas oficiais. 

Cortesia de Rural Urban Framework Cortesia de Rural Urban Framework Cortesia de Rural Urban Framework Cortesia de Rural Urban Framework + 26

Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework

Diferentemente dos assentamentos informais em outros países, estes não são ilegais, já que cidadãos da Mongólia têm, por lei, direito de propriedade de terra na cidade. Isto valida estes bairros aos olhos do governo, porém, eles continuam estigmatizados como áreas problemáticas que impedem a modernização da cidade. Como resultado desta condição urbana, os habitantes destas regiões sofrem com altas taxas de desemprego, alcoolismo e problemas de saúde. 

Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework

Percebendo a necessidade de inovação, a Asia Foundation e a prefeitura de Ulaanbaatar contratou o escritório Rural Urban Framework, sediado na Universidade de Hong Kong, para projetar e construir uma nova infraestrutura de espaços e serviços coletivos. Já que os membros destas comunidades têm pouca experiência em viver em assentamentos permanentes com grandes populações (nem existe uma palavra para "comunidade" em mongol), o projeto precisava assimilar gradualmente os moradores nestes novos ambientes urbano. 

Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework

O primeiro estágio do projeto se concentra nos serviços básicos da vida urbana: acesso à água potável e coleta de lixo. Para nômades rurais, lixo em forma de garrafas plásticas, vidro e metal é um fenômeno urbano não familiar, e sem água potável ou sistema de coleta, os dejetos acumulam em córregos, valas e ao longo das vias. Para resolver o problema o Rural Urban Framework projetou e construiu dois "pontos de coleta inteligentes", onde o lixo pode ser triado, ajudando a manter as ruas limpas. Projetados em concreto e construídos para se adequarem à topografia local, as estruturas também agem como marcos locais, servindo como pontos de ônibus e exibindo mapas das escolas, parques, clínicas e comércios locais. 

Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework

Na sequência, o projeto avaliará o desempenho dos edifícios, tanto arquitetonicamente como socialmente. Ao passo que estes edifícios vão sendo usados, mais se saberá a respeito das necessidades da população; as estruturas, por sua vez, foram projetadas de modo que possam ser facilmente transformadas e ampliadas para servir a novos propósitos. 

Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework
Cortesia de Rural Urban Framework

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Patrick Lynch
Autor
Cita: Lynch, Patrick. "Rural Urban Framework leva infraestrutura urbana para as favelas da capital da Mongólia" [Rural Urban Framework Brings Urban Amenities to Ulaanbaatar's Tent Cities] 17 Mar 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/783496/rural-urban-framework-brings-urban-amenities-to-ulaanbaatars-tent-cities> ISSN 0719-8906