Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Trienal de Arquitetura de Lisboa: “É sempre à forma que regressa o arquiteto”

Trienal de Arquitetura de Lisboa: “É sempre à forma que regressa o arquiteto”

Com curadoria de André Tavares e Diogo Seixas Lopes, a quarta edição da Trienal de Arquitetura de Lisboa traz como tema A Forma da Forma, sentença que resume a opinião de Lucinda Canelas quando diz que “é sempre à forma que regressa o arquiteto, por mais intensas que tenham sido as discussões à volta de outros temas e situações, no atelier ou no estaleiro de obra.”

“Na forma cabe muita coisa”, e nesse sentido a Trienal pretende abordar uma série de questões relativas à prática da arquitetura em um mundo que ela própria ajuda a transformar.

Através de três mostras principais, o evento, que acontece entre 6 de outubro e 11 de dezembro do próximo ano, reunirá profissionais de diversas partes do globo para debater como a forma qualifica e transforma as cidades – “a forma é a síntese, não é um simples devaneio intelectual”, comenta Tavares.

E prossegue afirmando que ela é um lugar de gestão de conflitos, por exemplo, entre o autor do projeto e o dono da obra, um lugar de conciliação de vontades.

Leia o artigo completo de Lucinda Canelas publicado no Público, aqui.

Sobre este autor
Cita: Romullo Baratto. "Trienal de Arquitetura de Lisboa: “É sempre à forma que regressa o arquiteto”" 20 Nov 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/777379/trienal-de-arquitetura-de-lisboa-e-sempre-a-forma-que-regressa-o-arquiteto> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.