O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Elevadores: evolução e possibilidades de design

Elevadores: evolução e possibilidades de design

  • 06:00 - 30 Setembro, 2015
  • por Materials
Elevadores: evolução e possibilidades de design

Considerado uma das principais invenções do século XIX, os elevadores começaram a ser fabricados no Brasil em 1918. Naquela época, eles nada mais eram do que uma cabina, que subia e descia através da movimentação de uma manivela. As portas também abriam e fechavam manualmente. Desde então, a tecnologia colaborou com a evolução deste importante equipamento, tanto nos aspectos técnicos como nos elementos estéticos. Veja mais.

A evolução tecnológica dos elevadores caminhou junto ao desenvolvimento da indústria da construção civil.

Elevador mecânico

Não há consenso de uma data específica sobre o primeiro registro de um equipamento que se assemelhasse os elevadores, como conhecemos hoje, entre os pesquisadores do assunto. Em geral, atribuem aos egípcios o desenvolvimento da técnica especialmente para subir e descer os materiais necessários para construir os desejos mais ousados dos faraós.

Afinal, sem um equipamento como elevador, como seria possível a construção das pirâmides do Egito. A pirâmide de Queóps (cerca de 2550 a.C) tem altura original de quase 146 metros. Não poderia ter sido erguida sem o auxílio da força humana de muitos escravos e um guindaste com roldanas para a elevação das pedras.

Máquinas a vapor     

Em 1853 surgiram os elevadores da era industrial, os primeiros a transportar pessoas e não apenas materiais e equipamentos. Eles eram movidos por máquinas a vapor e um sistema de cabos bastante lento; para subir oito andares, ou seja 25 metros de altura, levava em média 2 minutos. Logo, nesta época, a velocidade média do equipamento era de 20cm/s.

Elevador de 1893. Image Cortesia de ©Flickr Internet Archive Book Images
Elevador de 1893. Image Cortesia de ©Flickr Internet Archive Book Images

Nessa época, não era mais necessário cinco trabalhadores para controlar as válvulas, apenas um era suficiente. As portas pantográficas abriam e fechavam manualmente e o design focava no freio de segurança: caso os cabos rompessem, uma moldura de madeira no topo da cabina do elevador se estenderia até alcançar as paredes do poço, parando o elevador no caminho.        

O Edifício Sampaio Moreira (1924), na rua Libero Badaró, é considerado o “pai dos arranha-céus paulistanos”, que na época era o mais alto da cidade com 12 andares. Seus elevadores ainda são operados por ascensoristas e conservam as portas pantográficas originais.

Energia elétrica

Elevador década de 1950. Image © Atlas Schindler
Elevador década de 1950. Image © Atlas Schindler

Somente oito décadas mais tarde, em 1931 é que surgiu o design do elevador era mais parecido com o que utilizamos hoje, com a construção do Empire State Building, em Nova York, na época o edifício que mede 381 metros de altura, era o mais alto do mundo, com 101 pavimentos e 73 elevadores. 

Edifício Empire State . Image via Morguefile
Edifício Empire State . Image via Morguefile

A máquina de tração fica instalada dentro da casa de máquinas (em cima ou embaixo do fosso) que é responsável por mover o elevador através de um contrapeso. A partir de então, é tudo automático e funciona apenas ao toque de um botão.

Elevador com casa de máquinas . Image © Atlas Schindler
Elevador com casa de máquinas . Image © Atlas Schindler
via Morguefile
via Morguefile

No século XXI, houve muitas mudanças em diversos equipamentos da construção. Atualmente, os elevadores podem ser executados sem a necessidade de instalação de casa de máquinas.
Os elevadores mais rápidos do Brasil, atualmente, atingem a velocidade de 10 m/s (ou 600m/min), 48 vezes mais rápida do que os elevadores movidos a vapor, que citamos acima.
Em Dubai estão os equipamentos mais velozes do mundo. Lá, há um super elevador pressurizadona torre Burl Khalifa (edifício mais alto construído até então com 828 metros de altura e 160 andares), que se desloca cerca de 18 m/s (ou 65 km/h).

Outra evolução importante e que deve ser destacada é a diminuição do tamanho dos motores, podendo até dispensar a utilização de casa de máquinas.

Elevador sem casa de máquinas . Image © Atlas Schindler
Elevador sem casa de máquinas . Image © Atlas Schindler

Essas mudanças favorecem também a composição estética do edifício. Atualmente,  o arquiteto tem total liberdade para projetar uma cabina que seja uma extensão de seu hall de recepção. Projete seu elevador. 

Linha Park Avenue de Schindler 5500 ©Atlas Schindler. Image © Atlas Schindler
Linha Park Avenue de Schindler 5500 ©Atlas Schindler. Image © Atlas Schindler

A Atlas Schindler® atua no desenvolvimento, fabricação, instalação e manutenção de elevadores, escadas e esteiras rolantes. É uma empresa referência de segurança e eficiência.

A linha de elevadores Schindler 5500®, oferece aos projetos mais desempenho, mais eficiência energética e maior flexibilidade, com possibilidades de design que proporcionam uma ampla liberdade de criação e o máximo de personalização.

Liberdade de Design

Schindler5500

O design do Schindler 5500® proporciona uma ampla liberdade de criação de cabinas pré-configuradas à sua própria escolha, do funcional ao sofisticado.

Com ele o arquiteto tem grande liberdade para combinar cores, materiais, painéis em vidro, iluminação, espelhos, corrimãos e botoeiras, e assim criar um elevador que se integre visualmente ao projeto do edifício, propiciando mais elegância e design.  Assim, é possível criar uma identidade visual que integra e compõem interior do elevador com as áreas de uso comum como recepção ou hall de elevadores.

Escolha uma das quatro linhas de design disponíveis: Navona, Times Square, Park Avenue e Sunset Boulevard, ou crie uma cabina 100% personalizada.

Uma seleção de diferentes opções de iluminação permite criar o ambiente mais adequado ao seu elevador – da aconchegante iluminação de spots à luz ambiente indireta.  Para cada linha de elevador há opções de teto à sua escolha. Todas utilizam lâmpadas LED, mais eficientes e com maior vida útil.

Há também a opção panorâmica, onde os três painéis e a porta podem ser produzidas em vidro assegurando a transparência total. E a versão sem nenhum acabamento, onde o arquiteto pode revestir o elevador com quaisquer materiais que desejar.

Além dos atributos estéticos, o Schindler 5500® é flexível porque pode ser instalado com casa de máquinas (MR) ou sem casa de máquinas (MRL), priorizando, mais uma vez, as especificidades e particularidades de seus projetos.O posicionamento do contrapeso ao fundo ou ao lado na caixa também oferece mais opções para utilização perfeita do espaço, aumentando a área útil em cada pavimento e reduzindo custos de construção.

 Veja algumas opções que o Schindler 5500® pode lhe oferecer:

Elevadores: evolução e possibilidades de design, © Atlas Schindler
© Atlas Schindler
Linha Park Avenue de Schindler 5500®, painéis em vidro serigrafado cor Shangai Red. Image © Atlas Schindler
Linha Park Avenue de Schindler 5500®, painéis em vidro serigrafado cor Shangai Red. Image © Atlas Schindler
Linha Sunset Boulevard de Schindler 5500®, painéis em cristal digitalizado cor Moscow Red. Image © Atlas Schindler
Linha Sunset Boulevard de Schindler 5500®, painéis em cristal digitalizado cor Moscow Red. Image © Atlas Schindler

Clique em Catálogo Técnico e faça o download de mais informações sobre o Schindler 5500®.

Conheça melhor as linhas de alto padrão do Elevador Schindler 5500®: Park Avenue e Sunset Boulevard e também as possibilidades que o Gerenciador de Tráfego PORT Technology ® pode oferecer ao seu projeto na página da Atlas Schindler® em nosso catálogo de produtos Materials.

Cita: Materials. "Elevadores: evolução e possibilidades de design" 30 Set 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/774522/elevadores-evolucao-e-possibilidades-de-design> ISSN 0719-8906