O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. 6 edifícios "clássicos" que são mais novos do que você pensava

6 edifícios "clássicos" que são mais novos do que você pensava

6 edifícios "clássicos" que são mais novos do que você pensava
6 edifícios "clássicos" que são mais novos do que você pensava, The Schermerhorn Symphony Center, Nashville, concluído em 2006 Hedrich Blessing © Steve Hall
The Schermerhorn Symphony Center, Nashville, concluído em 2006 Hedrich Blessing © Steve Hall

Durante boa parte do século passado, o discurso arquitetônico foi dominado pelo modernismo e outras formas de futurismo e funcionalismo. Para alguns, essa constante inovação e a busca pelo novo começou a se esgotar. Com o retorno às inspirações do passado que irrompeu nos anos 1980 surgiu o pós-modernismo, porém, paralelamente, surgiu naquele período uma nova forma de arquitetura inspirada em elementos clássicos e neoclássicos que rejeitava completamente qualquer continuidade com o modernismo e se voltava às regras tradicionais da arquitetura. Desde então, essa arquitetura de Novo Clássica ressuscitou uma miríade de formas pré-modernas, incorporando soluções de projeto que, para começar, nunca teriam sido consideradas clássicas - incluindo elementos de estilo Gótico e não ocidentais. Compilamos, a seguir, alguns dos exemplos mais interessantes - alguns inclusive high tech - desse "estilo" arquitetônico.

© Wikimedia user Colin Smith © Flickr user Joe Schlabotnik © Geograph user Andrew Blades © Flickr user odonata98 + 14

Whitman College, Princeton, 2002

© Flickr user Joe Schlabotnik
© Flickr user Joe Schlabotnik

Fundado pelo CEO do eBay, Meg Whitman, o edifício projetado por Demetri Porphyrios foi escolhido para continuar o estilo Alto Gótico da expansão de Princeton construída no século XIX.

© Flickr user Joe Schlabotnik
© Flickr user Joe Schlabotnik

Oxford Center for Islamic Studies, Oxford, 2013

© Geograph user Andrew Blades
© Geograph user Andrew Blades

Provando que o Novo Clássico não precisa se inspirar no passado, o Centro de Estudos Islâmicos de Abdel-Wahed El-Wakil combina formas clássicas islâmicas com o estilo tradicional da Universidade de Oxford, refletindo a herança Islâmica na instituição.

© Flickr user Damian Cugley
© Flickr user Damian Cugley

Schermerhorn Symphony Center, Nashville, 2006

Hedrich Blessing © Steve Hall
Hedrich Blessing © Steve Hall

O apelido "Atenas do Sul" atribuído a Nashville foi consagrado com a construção do Symphony Center de David M. Schwarz, uma sala de concerto que conta com tecnologias de ponta e um projeto acústico muito sofisticado. A fama de Nashville de imitar a arquitetura grega ajuda, no entanto, a suavizar as incongruências desse projeto.

Hedrich Blessing © Steve Hall
Hedrich Blessing © Steve Hall

Smith Center for the Performing Arts, Las Vegas, 2009

© Flickr user odonata98
© Flickr user odonata98

Primeiro centro de artes performáticas dos EUA a receber classificação "Prata" pelo Conselho de Edifícios Sustentáveis dos EUA, o edifício projetado por David M. Schwarz busca ecoar a represa Hoover Dam no estado de Nevada como uma forma de refletir a longa tradição de Las Vegas de criar pastiches e réplicas.

© Flickr user Dion Hinchcliffe
© Flickr user Dion Hinchcliffe

Richmond Riverside, Londres, 1987

© Flickr user Matt Brown
© Flickr user Matt Brown

O sempre controverso arquiteto Quinlan Terry foi um dos pioneiros da arquitetura Novo Clássica como um movimento distinto dos anos 1980, tornando-se um dos profissionais mais procurados do Reino Unido. Criticado e, ao mesmo tempo, elogiado pela apropriação de algumas regras do classicismo, Richmond Riverside é um empreendimento e "projeto de restauro" de antigos edifícios que, através do emprego dessas regras, se inclina para o pastiche.

© Wikimedia user Colin Smith
© Wikimedia user Colin Smith

Edificio Artklass, Bilbao, 2011

© Wikimedia user Zarateman
© Wikimedia user Zarateman

Desde que o Museu Guggenheim foi concluído em Bilbao, a cidade se tornou palco de projetos de muitos arquitetos de vanguarda. Este bloco, porém, concebido por Robert Krier e Marc Breitman, é uma tentativa de ecoar o tradicional estilo Ensanche de Bilbao, resultando em uma espécie de pastiche local que não abre mão da modernidade.

© Wikimedia user Zarateman
© Wikimedia user Zarateman
Sobre este autor
Dario Goodwin
Autor
Cita: Goodwin, Dario. "6 edifícios "clássicos" que são mais novos do que você pensava" [6 Classical Buildings That Are Younger Than You Think] 30 Abr 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/766128/6-edificios-classicos-que-sao-mais-novos-do-que-voce-pensava> ISSN 0719-8906