O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Governamental
  4. Brasil
  5. João Filgueiras Lima
  6. 1973
  7. Clássicos da Arquitetura: Secretarias do Centro Administrativo da Bahia / João Filgueiras Lima (Lelé)

Clássicos da Arquitetura: Secretarias do Centro Administrativo da Bahia / João Filgueiras Lima (Lelé)

  • 17:00 - 4 Fevereiro, 2015
  • por Igor Fracalossi
Clássicos da Arquitetura: Secretarias do Centro Administrativo da Bahia / João Filgueiras Lima (Lelé)
© Flickr Thiago Mendes
© Flickr Thiago Mendes

O conjunto de secretarias é composto por cinco edifícios construídos segundo os mesmos princípios construtivos, aspectos materiais, espaciais, e elementos formais: pré-fabricação e modulação; concreto aparente, fechamentos em vidro, e detalhes metálicos; volume elevado do solo, com traçado sinuoso; e caixas vazadas sobrepostas e escalonadas. A diferença entre eles está basicamente no traçado e extensão da planta, na disposição das caixas externas, e na cor dos elementos metálicos.

© João Filgueiras Lima
© João Filgueiras Lima

O volume fechado que abriga os ambientes funcionais é elevado a uma considerável altura do solo. Apóia-se sobre uma plataforma sinuosa estruturada por uma sequência de pilares retangulares a cada dezesseis metros e meio.

© Flickr Samory Santos
© Flickr Samory Santos

Os pilares apresentam uma seção retangular cujos lados medem dois metros e vinte centímetros e três metros e trinta centímetros, com um capitel que amplia com uma diagonal apenas o seu lado menor, e sustentam uma viga central em caixão perdido de mesmos três metros e trinta centímetros de largura por dois metros e meio de altura. Engastadas nela, uma série de vigas transversais em balanço são dispostas em intervalos alternados de dois metros e vinte centímetros, e um metro e dez centímetros. Suas faces laterais determinam um trapézio retângulo cuja base maior mede a mesma altura da viga central. Entre elas dispõem-se as lajes em placa cuja espessura mede trinta centímetros, que completam a plataforma estrutural dos edifícios. Os pilares e a viga central, sendo internamente vazios, funcionam como shafts para as instalações.

© Kaki Afonso
© Kaki Afonso

As caixas externas apresentam a mesma largura do espaçamento maior entre as vigas transversais, ou seja: dois metros e vinte centímetros. Alinham-se com o limite das vigas, e avancam um metro e dez centímetros ao interior do edifício. Essa mesma medida marca o espaço de separação horizontal entre elas, fechado por meio de paredes em placas de concreto, e onde são feitas as aberturas para instalação de aparelhos de ar condicionado. A altura das caixas, que determina o pé direito dos pavimentos, é dois metros e setenta centímetros.

© Flickr Thiago Mendes
© Flickr Thiago Mendes

As caixas são vedadas internamente por uma esquadria de vidro transparente dividida em três faixas horizontais de alturas e tipos de abertura diferentes. A faixa inferior apresenta noventa centímetros de altura e vidro fixo, mesma medida do peitoril. A faixa central apresenta vidros temperados de correr, instalados sem caixilhos, com dois metros e dez centímetros de altura. Já a faixa superior é basculante e mede vinte centímetros.

© João Filgueiras Lima
© João Filgueiras Lima

As prumadas de circulação vertical são dispostas em volumes externos adjacentes ao volume principal. Configuram torres verticais de seção retangular, cuja altura sobrepassa o edifício, criando um contraponto formal à sua horizontalidade e sinuosidade.

© João Filgueiras Lima
© João Filgueiras Lima

Convidamos nossos leitores para um passeio virtual pelo Centro Administrativo da Bahia:

Referência: Giancarlo Latorraca, João Filgueiras Lima, Lelé, São Paulo, Editorial Blau, Instituto Lina Bo e P.M. Bardi, 2000.

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: Igor Fracalossi. "Clássicos da Arquitetura: Secretarias do Centro Administrativo da Bahia / João Filgueiras Lima (Lelé)" 04 Fev 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/761616/classicos-da-arquitetura-centro-de-exposicoes-centro-administrativo-joao-filgueiras-lima-lele> ISSN 0719-8906