O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Apartamentos
  4. Holanda
  5. MVRDV
  6. 2014
  7. Markthal Rotterdam / MVRDV

Markthal Rotterdam / MVRDV

  • 13:00 - 19 Dezembro, 2014
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Markthal Rotterdam / MVRDV
© Daria Scagliola+Stijn Brakkee
© Daria Scagliola+Stijn Brakkee

© Daria Scagliola+Stijn Brakkee © Ossip van Duivenbode © Daria Scagliola+Stijn Brakkee © Nico Saieh + 32

© Daria Scagliola+Stijn Brakkee
© Daria Scagliola+Stijn Brakkee

Descrição enviada pela equipe de projeto. Rotterdam conta com um novo ícone: o Markthal Rotterdam. Em um lugar histórico junto ao Binnenrotte, muito próximo da estação Blaak e do maior mercado ao ar livre do país, foi construído o maior mercado coberto da Holanda. Este projeto consta de um enorme espaço fechado no nível da rua, rodeado por um edifício residencial em forma de arco. Sua forma, seu interior colorido e sua altura tornam o Markthal um grande espetáculo. O projeto é único não apenas pela forma e tamanho, mas especialmente pela maneira como as diferentes funções são combinadas. A combinação entre um prédio de apartamentos que cobre um mercado de alimentos frescos com praça de alimentação, um supermercado e um estacionamento subterrâneo não é encontrada em outro lugar do mundo.

© Daria Scagliola+Stijn Brakkee
© Daria Scagliola+Stijn Brakkee

Localização

Transformação Urbana

Antes da sua conclusão, o mercado já era um êxito: trata-se de um novo e atrativo ícone no centro de Rotterdam que despertou um grande interesse nos diversos meios internacionais. O edifício possui raízes históricas: situado junto a igreja medieval Laurenskerk, na beira no antigo rio Rotte. Este rio foi modificado no final do século XIX, sendo desviado para construção de uma linha de trem em direção ao sul de Mosa. Ao transformá-la em um túnel subterrâneo nos anos 90 surgiu neste lugar uma grande praça onde acontece, duas vezes por semana, um mercado ao ar livre. Os edifícios de 1950 em ambos os lados da antiga linha, de repente, passaram dar as costas para esta nova praça por isso, foram remodelados.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

O novo mercado procura criar um importante impulso para o mercado ao ar livre de Binnernrotte, e ele contribui também para melhorar a economia urbana. O mercado e as edificação residencial reforçam a conexão entre o leste e o centro da cidade. Uma vez finalizada a construção do mercado, a prefeitura inciará a reurbanização de Binnenrotte, com mais áreas verdes e espaço para terraços, a fim de convertê-lo em um lugar mais atrativo e animado, também nos dias em que o mercado não está funcionando. Após a reurbanização, o mercado ao ar livre será reconfigurado e seus caminhos irão se conectar diretamente com as entradas do Markthal, para permitir que o público possa facilmente entrar e sair do edifício, criando incentivos entre os dois mercados, externo e interno.

© Daria Scagliola+Stijn Brakkee
© Daria Scagliola+Stijn Brakkee

Arquitetura

Em outubro de 2004, a equipe Provast e o escritório de arquitetura MVRDV venceu um concurso organizado pela cidade de Rotterdam para a concepção e construção de um mercado municipal em Binnenrotte. O município queria estender o mercado ao ar livre existente com a adição de uma cobertura, já que, de acordo com as rigorosas normas europeias, no futuro a venda ao ar livre de alimentos frescos e refrigerados não será mais permitida. Além disso, o município queria aumentar a quantidade de habitantes no centro da cidade, a fim de criar mais capacidade para os serviços na área. O programa exigiu, então: habitação, estacionamento e um mercado - o que pediu uma solução óbvia: duas lajes residenciais com um hall de mercado economicamente viável no meio. Provast e MVRDV tinha visto no Sul da Europa, que este tipo de mercado são edificações muitas vezes escuras, introvertidas e com pouca conexão com a área urbana circundante. O Markthal em Rotterdam foi um impulso importante para o desenvolvimento do bairro "Laurenskwartier", reforçando o lado leste do centro da cidade. Era necessário um edifício altamente público, aberto e acessível. A equipe decidiu, então, simplesmente girar o volume residencial e o mercado, gesto que possibilitou a criação de um espaço maior, com duas grande aberturas voltadas para a cidade. A fim de tornar mais eficiente a construção, a forma curvilínea foi escolhida onde criou-se um núcleo de elevador tradicional. Ao adicionar um pouco de espaço para os andares mais baixos, um espaço extra de varejo, o volume do arco acabou sendo de 120 metros de comprimento, 70 metros de largura e 40 metros de altura.

© Daria Scagliola+Stijn Brakkee
© Daria Scagliola+Stijn Brakkee

O prédio precisava ser o mais aberto possível para atrair o público e, ao mesmo tempo deveria ser fechado devido às condições meteorológicas. Mantendo o fechamento mais transparente possível, optou-se por uma fachada de cabos metálicos que requer poucos elementos construtivos. Seu princípio é comparável a uma raquete de tênis em que os cabos de aço são utilizados como cordas em entre as quais o vidro está montado. Este tipo de fachada é a maior da Europa. Por causa deste milagre de engenharia a obra de arte no interior é visível do exterior, as suas formas e cores exuberantes convidam o público a entrar no edifício. O exterior do Markthal é executado em pedra natural cinza, a mesma que as calçadas, para enfatizar o seu interior.

Corte
Corte

O mercado é um edifício sem fachada posterior, por todas as partes existem entradas e janelas. Por isso, todo o fornecimento para o mercado, lojas e estabelecimentos é feito nos pavimentos subterrâneos. No primeiro pavimento foi instalada uma grande plataforma de distribuição com acesso ao estacionamento para veículos de entrega e monta-cargas. Assim os residentes não são incomodados pelos momentos de carga e descarga que acontecem geralmente de manhã bem cedo. Neste andar também estão localizados um supermercado Albert Hejin, uma perfumaria Etos e uma loja de vinhos Gall &Gall. O fornecimento do supermercado é feito com grandes caminhões através dos monta-cargas ocultos na praça Binnenrotte, que sobem até a praça para a descarga. Neste mesmo pavimento, também existem despensas e o bicicletário para os residentes.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Os moradores podem chegar aos seus apartamentos através de seis entradas separadas que levam aos elevadores e escadas. Devido à curva da estrutura, o hall dos elevadores gradualmente - andar por andar - muda de tamanho e localização. No piso térreo o elevador está localizado na fachada interior, no último andar na fachada exterior. Cada hall de serviços dos elevadores serve no máximo quatro apartamentos, dois dos quais têm janelas para o mercado e todos têm grandes fachadas de vidro para o exterior.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Sustentabilidade

Markthal recebeu o certificado BREEAM Very Good. O edifício está conectado ao aquecimento da cidade e à um sistema de armazenamento térmico pelo subsolo, que também irá aquecer e resfriar uma série de edifícios adjacentes. As diversas funções do edifício podem trocar calor e frio. Para o mercado em si, uma extensa pesquisa foi realizada a fim de criar um clima interior confortável, com a utilização de energia extremamente baixa. O salão é ventilado naturalmente, abaixo da fachada de vidro o ar fresco entra e sobe para o telhado, deixando o mercado através de poços de ventilação no teto. Este é um sistema térmico que pode funcionar sem qualquer instalação. Um sistema de monitoramento central é utilizado para a troca de calor/ frio entre os diferentes programas, deste modo menos instalações são necessárias para estes programas. A combinação de habitação, shopping center, estacionamento e mercado faz com que a tecnologia de instalação seja mais eficiente. Dentro do mercado, um painel de informações ilustra o uso de energia e redução de CO2 do edifício. Um sistema de saneamento inteligente foi projetado para economizar água.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

A visão de projeto do MVRDV descreve Markthal como urbanismo. A mistura de funções é um projeto integrado, um edifício de 24 horas, que é uma adição pública e duradoura para a cidade de Rotterdam.

Planta Baixa
Planta Baixa

Os inquilinos de Markthal assinaram o chamado Green Lease Agreement sobre os requisitos de desempenho sustentável. Isso abrange o uso de água, energia, resíduos e o material de construção. Desta forma, a ambição sustentável atinge mais do que apenas o casco do edifício.

© Daria Scagliola+Stijn Brakkee
© Daria Scagliola+Stijn Brakkee

Um ecologista foi convidado para melhorar o sistema ecológico deste local na cidade e aconselhou a criação de um espaço para os morcegos e os andorinhas. Na fachada oeste do 11º andar, quatro grandes espaços para os morcegos permanecem integrados na fachada e no lado norte do primeiro andar, dez ninhos de andorinhas são montados na parede.

© Daria Scagliola+Stijn Brakkee
© Daria Scagliola+Stijn Brakkee

Modo de Vida

Markthal Rotterdam é um conceito completamente novo, o primeiro edifício desta forma, um híbrido entre mercado e residência. Rotterdam experimenta um novo modo de habitar com esta nova tipologia, utilizando os apartamentos para criar um volume que abrange o mercado e um novo edifício público, que não seria tão grandioso sem a habitação.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

A forma de arco do Markthal consiste em abrigar do terceiro ao décimo primeiro andar, um total de 102 apartamentos de aluguel e 126 apartamentos para venda. Cada apartamento tem um terraço exterior em toda a largura da unidade e as 24 coberturas possuem - graças à forma curva - um terraço muito amplo. Os apartamentos podem ser acessados através de 6 entradas no nível da rua.

Planta Baixa
Planta Baixa

Metade dos apartamentos possuem janelas para o mercado, essas janelas são feitas com vidros triplos para evitar som ou cheiro incômodo. Há uma ampla variedade de apartamentos, desde lofts no sótão, duplex e com vários quartos. As propriedades variam entre 80 e 300 m². As coberturas têm suas entradas no décimo andar, escadas interiores e espaço para um elevador, desta forma o arco de Markthal pôde ser feito sem qualquer caixa de elevadores na cobertura.

© Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
MVRDV
Escritório
Cita: "Markthal Rotterdam / MVRDV" [Markthal Rotterdam / MVRDV] 19 Dez 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/758495/markthal-rotterdam-mvrdv> ISSN 0719-8906