Nico Saieh

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Pré-escola para o Colégio Puerto Varas / LAGAR Arquitectos

Pré-escola para o Colégio Puerto Varas / LAGAR ArquitectosPré-escola para o Colégio Puerto Varas / LAGAR ArquitectosPré-escola para o Colégio Puerto Varas / LAGAR ArquitectosPré-escola para o Colégio Puerto Varas / LAGAR Arquitectos+ 32

Puerto Varas, Chile
  • Arquitetos: LAGAR Arquitectos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  2922
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Comercial Arratia, Forbo, Maderas Laminadas, Rothoblass

Arquitetura e assistência: reformulando a pesquisa sobre assentamentos informais

A quase sete quilômetros do verde do Parque Uhuru, no centro de Nairóbi, fica o assentamento informal de Kibera. É uma área cujo caráter urbano é composto por telhados de ferro ondulados, paredes de taipa e uma complicada rede de postes de energia. Kibera, neste momento, é um lugar bem conhecido. Muito já foi escrito e pesquisado sobre essa “cidade dentro de uma cidade”, desde suas questões de infraestrutura até sua navegação na pandemia do COVID-19.

Arquitetura e assistência: reformulando a pesquisa sobre assentamentos informaisArquitetura e assistência: reformulando a pesquisa sobre assentamentos informaisArquitetura e assistência: reformulando a pesquisa sobre assentamentos informaisArquitetura e assistência: reformulando a pesquisa sobre assentamentos informais+ 12

Casa Totoral / LAGAR Arquitectos

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Casa Totoral / LAGAR ArquitectosCasa Totoral / LAGAR ArquitectosCasa Totoral / LAGAR ArquitectosCasa Totoral / LAGAR Arquitectos+ 31

  • Arquitetos: LAGAR Arquitectos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  356
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2021
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Austral sur, Casa Mobili, Comercial Arratia

Escritório ArchDaily / SITE Oficinas

Escritório ArchDaily / SITE OficinasEscritório ArchDaily / SITE OficinasEscritório ArchDaily / SITE OficinasEscritório ArchDaily / SITE Oficinas+ 35

  • Arquitetos: SITE Oficinas
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  287
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Hunter Douglas, AutoDesk, CHC, GLASSTECH, Rhino, +2

Centro Educacional Eduardo de la Barra de Peñalolén | CEEB / Marsino Arquitectura

Centro Educacional Eduardo de la Barra de Peñalolén | CEEB / Marsino ArquitecturaCentro Educacional Eduardo de la Barra de Peñalolén | CEEB / Marsino ArquitecturaCentro Educacional Eduardo de la Barra de Peñalolén | CEEB / Marsino ArquitecturaCentro Educacional Eduardo de la Barra de Peñalolén | CEEB / Marsino Arquitectura+ 25

Penalolen, Chile
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  6230
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Arauco, AutoDesk, Budnik, Lirquen, MK, +1

Arquitetura do Ártico: 17 projetos que exploram diferentes técnicas de aquecimento em espaços internos

Alguns dos projetos mais pitorescos são aqueles construídos nas montanhas; a cabine rústica envolvida por um painel de vidro do piso ao teto com vista para as árvores cobertas de neve. Visualmente, a arquitetura transpira uma sensação encantadora, mas será que estes espaços são realmente habitáveis? Quando as casas são construídas em uma elevação de 3.000 metros, instalar uma lareira isolada não é eficiente ou sustentável. Ambientes em tais altitudes, ou locais geográficos particulares exigem um tratamento minucioso, a começar pela própria arquitetura. Seja por sistemas de aquecimento hidrônicos no piso ou chaminés inseridas em paredes, este artigo explora como mesmo as condições mais extremas de frio não impediram a garantia de um conforto térmico ideal.

Arquitetura do Ártico: 17 projetos que exploram diferentes técnicas de aquecimento em espaços internosArquitetura do Ártico: 17 projetos que exploram diferentes técnicas de aquecimento em espaços internosArquitetura do Ártico: 17 projetos que exploram diferentes técnicas de aquecimento em espaços internosArquitetura do Ártico: 17 projetos que exploram diferentes técnicas de aquecimento em espaços internos+ 21

10 Casas com sofás integrados à arquitetura

Concebidos com o objetivo de aproveitar ao máximo o espaço, os móveis embutidos se tornaram cada vez mais populares como uma forma prática de atender às necessidades domésticas. A capacidade de adaptação ao espaço arquitetônico lhes permite, através de diferentes configurações ou materialidades, satisfazer diversos usos e funções e ser integrados à arquitetura. Entretanto, pode ser interessante nos fazermos a pergunta: este tipo de mobiliário é o que se adapta aos espaços residuais de nossas casas ou pode se tornar o protagonista e gerador dos espaços que projetamos?

Casa AD 23 / Apio Arquitectos

Casa AD 23 / Apio ArquitectosCasa AD 23 / Apio ArquitectosCasa AD 23 / Apio ArquitectosCasa AD 23 / Apio Arquitectos+ 23

Canela, Chile
  • Arquitetos: Apio Arquitectos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  300
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  AutoDesk, Home Control, Leaf Panel, Nuprotec, Tejas de Chena

Arquitetura com painéis SIP: casas pré-fabricadas de construção rápida e alto desempenho

Os painéis SIP, assim chamados por seu nome em inglês - Structural Insulated Panels - são painéis autoportantes compostos por um núcleo de espuma rígida localizado entre dois revestimentos estruturais, geralmente placas OSB. Resistentes e leves, os painéis são fabricados de forma controlada na fábrica e posteriormente transferidos para o canteiro de obras, permitindo a montagem rápida de pisos, paredes e tetos, e gerando um envelope térmico e acústico hermético. A espessura do painel corresponderá à soma das espessuras de cada um de seus componentes, e seu peso não deve ultrapassar 20 kg por metro quadrado.

Casas com pátios laterais: soluções de iluminação e ventilação natural em terrenos estreitos

Casas com pátios laterais: soluções de iluminação e ventilação natural em terrenos estreitosCasas com pátios laterais: soluções de iluminação e ventilação natural em terrenos estreitosCasas com pátios laterais: soluções de iluminação e ventilação natural em terrenos estreitosCasas com pátios laterais: soluções de iluminação e ventilação natural em terrenos estreitos+ 21

Pátios e jardins exteriores desempenham um papel fundamental na configuração e organização do espaço. Em muitos casos, estes elementos fornecem diretrizes para a organização de percursos, articulando espaços interiores e exteriores, proporcionando melhores condições de iluminação e ventilação natural, além de maximizar a conexão com a natureza sem no entanto, abrir mão da privacidade.

Como evitar as principais fontes de perda de energia nos edifícios

O conforto térmico fica bastante evidenciado quando não é atendido. Isso porque quando as condições térmicas são adequadas em um local, o corpo encontra-se em equilíbrio com o ambiente e os ocupantes podem simplesmente desenvolver suas atividades normalmente. Pelo contrário, quando um espaço é quente ou frio demais, logo observamos mudanças no nosso humor e corpo. A insatisfação com o ambiente térmico ocorre quando o balanço térmico é instável, ou seja, quando há diferenças entre o calor produzido pelo corpo e o calor do corpo perdido para o ambiente.

Casa T+T / RLL Estudio Arquitectura

Casa T+T / RLL Estudio ArquitecturaCasa T+T / RLL Estudio ArquitecturaCasa T+T / RLL Estudio ArquitecturaCasa T+T / RLL Estudio Arquitectura+ 23

San Fernando, Chile

A madeira na obra de Alvar Aalto: de banquetas a forros e estruturas

Muitos enquadram o trabalho de Alvar Aalto no conceito de Gesamtkunstwerk (uma obra de arte total), onde arquitetura, design e arte se fundem em um só. A obra do arquiteto finlandês é pioneira na chamada vertente orgânica da arquitetura moderna do início do século XX, influenciando fortemente o que conhecemos hoje como arquitetura escandinava. Segundo sua descrição no site do MoMA: “seu trabalho refletiu um desejo profundo de humanizar a arquitetura por meio de um manuseio não ortodoxo de formas e materiais que fosse racional e intuitivo”. Suas soluções para trazer luz natural aos edifícios são exaltadas e estudadas repetidamente até hoje. Mas em toda a sua carreira, um material que sempre esteve presente e de diversas formas foi a madeira. De estruturas, forros a banquetas, Alvar Aalto trouxe protagonismo a este material natural.

Casa Prebarco / 2DM

Casa Prebarco / 2DMCasa Prebarco / 2DMCasa Prebarco / 2DMCasa Prebarco / 2DM+ 18

Litueche, Chile
  • Arquitetos: 2DM
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2020

As possibilidades do Concreto Pigmentado: 20 edifícios impregnados de cor

Quando pensamos em concreto, a cor cinza geralmente nos vem à cabeça. O traço tradicional do concreto, que leva cimento, brita, areia e água pode apresentar variações por conta dos seus elementos compositivos, mas sempre varia entre o cinza claro e o escuro. No entanto, um recurso que vem sendo cada vez mais utilizado é o de agregar pigmentos a essa mistura, para se alcançar cores variadas na aparência final da obra, já que tornam todo o concreto, por dentro e por fora, colorido. Essas tonalidades decorrem da adição de óxidos: as cores amarelo, vermelho e suas derivações (marrons) são obtidas com a adição do óxido de ferro, enquanto que o óxido de cromo e de cobalto criam o efeito de cor verde e azul, respectivamente. Para o concreto preto, geralmente inclui-se óxido de ferro preto e óxido de carbono, combinados com cimento pozolânico .

As possibilidades do Concreto Pigmentado: 20 edifícios impregnados de corAs possibilidades do Concreto Pigmentado: 20 edifícios impregnados de corAs possibilidades do Concreto Pigmentado: 20 edifícios impregnados de corAs possibilidades do Concreto Pigmentado: 20 edifícios impregnados de cor+ 21

Ao ar livre: novas formas de vivermos juntos na natureza

“Precisamos de um novo contrato espacial.” Este é o apelo de Hashim Sarkis, curador da Bienal de Veneza 2021, como um convite aos arquitetos imaginarem novos espaços em que possamos viver juntos. Entre um movimento de êxodo urbano e crises globais de habitação, o crescimento de empreendimentos mais densos e prédios baixos pode fornecer uma resposta. Afastando-se das residências unifamiliares em áreas rurais e subúrbios, os projetos habitacionais modernos estão explorando novos modelos de vida compartilhada na natureza.

Ao ar livre: novas formas de vivermos juntos na naturezaAo ar livre: novas formas de vivermos juntos na naturezaAo ar livre: novas formas de vivermos juntos na naturezaAo ar livre: novas formas de vivermos juntos na natureza+ 13

Permeabilidade e leveza nas fachadas metálicas perfuradas

O escritório nova-iorquino Diller Scofidio + Renfro (DS+R) chamou atenção mundial em 2002 com o Blur Building, para a Expo Suíça daquele ano. O volume era formado através de 35.000 bicos de alta pressão que expeliam a água do lago sobre o qual se localizava, criando uma enorme nuvem artificial. Sua forma, limites, cores e translucidez se alteravam com o sol e a força do vento e produziam uma experiência imersiva aos usuários, adentrando um volume completamente permeável. Dez anos depois, Carla Juaçaba e Bia Lessa projetaram o Humanidade2012 para a exposição Rio +20, em que diversos volumes programáticos foram dispostos em uma enorme estrutura de andaimes. Com mais vazios do que cheios, suas extremidades se desmaterializavam no céu e durante a noite os volumes pareciam flutuar. Segundo as arquitetas, “a própria movimentação das pessoas no edifício transformava os visitantes em objetos de exposição visto de longe.” Os dois projetos temporários, mesmo com diferenças de escala e contexto, se unem no êxito ao trabalhar com as noções de translucidez, leveza, dissolução de limites e o movimento.