O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Em foco: Minoru Yamasaki

Em foco: Minoru Yamasaki

Em foco: Minoru Yamasaki
Em foco: Minoru Yamasaki, Minoru Yamasaki com a maquete do World Trade Center. Image © Flickr user Okinawa Soba
Minoru Yamasaki com a maquete do World Trade Center. Image © Flickr user Okinawa Soba

Hoje, 01 de dezembro, o arquiteto americano Minoru Yamasaki completaria 103 anos de idade. De descendência japonesa, Yamasaki nasceu em Seattle em 1912 e realizou seus estudos em arquitetura na University of Washington, recebendo seu diploma em 1934.

Ainda nos anos 1930 mudou-se para Nova Iorque para continuar seus estudos num programa de mestrado na New York University, momento em que também começou a trabalhar no escritório  Shreve, Lamb & Harmon, firma responsável pelo projeto do Empire State Building.

Detalhe da fachada do World Trade Center. Image © Flickr user David Farquhar World Trade Center. Cortesia de <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>Wikimedia</a> Commons Cortesia de <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>Wikimedia</a> Commons. ImagePacific Science Center, de 1962. Conservatório de Música do Oberlin College (1963). Cortesia de <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>Wikimedia</a> Commons + 8

Yamasaki iniciou seu próprio escritório em 1949, na cidade de Detroit, e seu primeiro projeto reconhecido internacionalmente foi o Pacific Science Center, de 1962, construído para a Feira Mundial de Seattle.

Pouco antes, em 1950, Minoru Yamasaki projetara aquele que viria a se tornar seu mais controverso projeto - o conjunto habitacional Pruitt-Igoe, localizado na cidade de St. Louis, no estado no Missouri.

Conjunto Puitt-Igoe. Via The Pruitt-Igoe Myth: an Urban History
Conjunto Puitt-Igoe. Via The Pruitt-Igoe Myth: an Urban History

Um enorme complexo residencial para populações de baixa renda, o conjunto – cujos blocos eram construídos com estruturas de concreto e seguiam uma rígida organização espacial – foi amplamente criticado por sua esterilidade, e sua rápida deterioração e altos índices de criminalidade entre seus moradores fizeram com que as autoridades decidissem por sua implosão em 1972.

Dentre os projetos de Yamasaki, talvez o mais importante tenha sido o World Trade Center em Nova Iorque. Projetadas em 1965 e inauguradas em 1972, as torres gêmeas de 410 metros de altura pontuaram o skyline da maior cidade dos Estados Unidos durante 29 anos quando, em 2001, os atentados aéreos colocaram abaixo o maior projeto do arquiteto.

Skyline de Nova Iorque com o World Trade Center. Cortesia de <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>Wikimedia</a> Commons
Skyline de Nova Iorque com o World Trade Center. Cortesia de Wikimedia Commons

Eleito Fellow do American Institute of Architects em 1960 e vencedor em três ocasiões do Prêmio de Honra do AIA, Yamasaki apresenta uma extensa lista de obras construídas, entre as quais se destacam o Federal Reserve Bank (1951) em Detroit, a Biblioteca Irwin na Butler University (1963) em Indianapolis, o Conservatório de Música do Oberlin College (1963) em Oberlin, e a Torre Picasso (1988) em Madri.

Torre Picasso (1988) em Madri. Cortesia de <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>Wikimedia</a> Commons
Torre Picasso (1988) em Madri. Cortesia de Wikimedia Commons
Sobre este autor
Cita: Romullo Baratto. "Em foco: Minoru Yamasaki" 01 Dez 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/758341/em-foco-minoru-yamasaki> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.