O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. A roda d’água que promete descontaminar o rio da cidade de Baltimore até 2020

A roda d’água que promete descontaminar o rio da cidade de Baltimore até 2020

A roda d’água que promete descontaminar o rio da cidade de Baltimore até 2020
A roda d’água que promete descontaminar o rio da cidade de Baltimore até 2020

O antigo porto Inner Harbor é um dos principais destinos turísticos da cidade de Baltimore, EUA. Construído há mais de 200 anos, hoje este espaço é considerado um exemplo de renovação urbana, transformando-se num novo lugar de passeio e estar para os cidadãos, sem deixar de lado seu passado industrial.

No entanto, um dos problemas que a cidade encontrou no lugar é a contaminação do rio Patapsco que desemboca no porto. Para solucionar a questão, há alguns meses foi instalada uma roda d’água que recolhe os dejetos e que funciona através da energia mecânica do rio e de energia solar.

Saiba mais sobre essa estratégia de descontaminação, a seguir.

Meta para 2020: o rio para os cidadãos

Inner Harbour, Baltimore. © danxoneil, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
Inner Harbour, Baltimore. © danxoneil, via Flickr. Used under Creative Commons

O histórico porto de Baltimore é considerado um símbolo da cidade que foi, inclusive, reconhecido em 2009 pelo Urban Land Institute com o Prêmio do Patrimônio pela renovação de um espaço industrial sem deixar de lado sua importância como espaço público para os habitantes da cidade.

Tendo isso em conta, e reconhecendo o valor do Porto para Baltimore, as autoridades municipais propuseram a descontaminação do rio Patapsco, que até 2020 terá suas águas próprias para que os cidadãos possam se banhar.

Não é preciso reinventar a roda

Ao longo de sua história, o rio Patapsco sempre esteve ligado às rodas d’água. Durante o século XIX, a foz Jones Falls do rio, localizada ao norte da cidade, contava com diversas dessas estruturas instaladas em suas margens. Naquela época esses equipamentos serviam como moinhos d’água, produzindo farinha e tecidos que eram, em seguida, comercializados no Porto de Baltimore.

Foi nessas históricas rodas d’água que se inspirou o escritório Clearwater Mills para desenvolver a Water Wheel, que tem uma vida útil estimada em 20 anos e ajuda a descontaminar rios urbanos.

Como funciona?

Fonte: Healthy Harbor Baltimore
Fonte: Healthy Harbor Baltimore

A roda que limpa o rio é um coletor de lixo projetado como uma versão moderna de um moinho d’água do século XIX. Seu funcionamento aproveita a corrente do rio, que permite recolher os dejetos e sugá-los com a energia produzida por 30 painéis solares. Estes estão instalados na cobertura da estrutura e têm capacidade de gerar 2.500W.

Além disso, a estrutura se apoia sobre um pequeno barco que recolhe o lixo do rio através de redes e o leva até a roda d’água, onde esse é conduzido por esteiras mecânicas.

Quando os dejetos já estão nas esteiras, são levados aos recipientes de armazenagem. A roda, que teve um custo de US$ 800 mil, pode recolher diariamente até 20 toneladas de lixo.

O vídeo a seguir mostra como funciona a roda

Via Plataforma Urbana. Tradução Romullo Baratto, ArchDaily Brasil.

Sobre este autor
Constanza Martínez Gaete
Autor
Cita: Constanza Martínez Gaete. "A roda d’água que promete descontaminar o rio da cidade de Baltimore até 2020" 07 Set 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/626885/a-roda-dagua-que-promete-descontaminar-o-rio-da-cidade-de-baltimore-ate-2020> ISSN 0719-8906