O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Uma jornada fotográfica por Zollverein: a transformação de uma paisagem pós-industrial

Uma jornada fotográfica por Zollverein: a transformação de uma paisagem pós-industrial

Uma jornada fotográfica por Zollverein: a transformação de uma paisagem pós-industrial
Uma jornada fotográfica por Zollverein: a transformação de uma paisagem pós-industrial, A atração "Skywheel". Imagem © Gili Merin
A atração "Skywheel". Imagem © Gili Merin

Paisagens e espaços urbanos abandonados sempre atraíram exploradores aventureiros em busca de uma espiada num mundo de uma distopia industrial decadente. Este desejo pode ser realizado ao se visitar o complexo Zollverein em Essen, Alemanha: outrora a maior mina de carvão da Europa, Zeche Zollverein foi transformada no decorrer de 25 anos em um paraíso arquitetônico. Contribuições de Rem Koolhaas, Norman Foster e SANAA foram incluídas ao parque de 100 hectares; oprimido em sua complexidade, a propriedade inclui canos enferrujados, fornos colossais de carvão e altas chaminés, convidando mais de 500.000 pessoas por dia a ter uma visão da era dourada da indústria pesada europeia.

Junte-se a nós para uma jornada fotográfica através deste playground da era da máquina, a seguir…

O Tanque de Água Reflexivo na Fábrica de Coquefação. Imagem © Gili Merin A Escola de Administração e Design de Zollverein por SANAA. Imagen © Gili Merin © Gili Merin © Thomas Mayer_Archive + 28

A primeira mina de carvão no local foi começou a funcionar em 1847; juntamente com uma indústria de coquefação, os dois estabelecimentos se tornaram o maior e mais moderno complexo industrial na Europa. Nos 150 anos seguintes, a propriedade evoluiu conforme novas construções e ajustes programáticos tomaram forma; durante a década de 30 uma série de edificações inspiradas na Bauhaus realizadas pelo arquiteto alemão Fritz Schupp dominaram o horizonte do complexo. Entretanto, por causa da economia mutável, as minas e fábricas foram sendo fechadas gradualmente entre 1986 e 1993, e foram compradas adquiridas pela preservação do patrimônio, mantida pelo governo da região até ser declarado patrimônio mundial pela UNESCO em 2001, iniciando, assim, uma nova etapa na história do complexo.

© Gili Merin
© Gili Merin

Em conjunto com o professor Henri Bava, em 2002 o Office for Metropolitan Architecture (OMA) elaborou um Plano Diretor para a reurbanização do local, mantendo suas qualidades culturais características. O plano, que foi realizado ao longo dos oito anos seguintes, se concentra na criação de um eixo central ao longo das principais vias ferroviárias entre a mina de carvão e da fábrica de coquefação, onde vias de pedestres, ciclovias e playgrounds se entrelaçam com a vasta paisagem industrial. A nova trilha recreacional é cercada por prédios abandonados, nos quais pastagens começaram a crescer de forma selvagem: o resultado é estranho, uma cena pós-apocalíptica cujo silêncio só é interrompido por animais selvagens, pessoas praticando corrida, ou - por incrível que pareça - festas ocasionais de despedida de solteira realizadas por moradores locais.

Festa de Despedida de Solteiro ao estilo Zollverein. Imagem © Gili Merin
Festa de Despedida de Solteiro ao estilo Zollverein. Imagem © Gili Merin

O caminho sinuoso termina na fábrica de coque, a coroa da propriedade: uma mega-estrutura enferrujada refletida em um antigo tanque de resfriamento; passarelas utilizadas para a transferência de carvão e dutos suspensos dão vez a um túnel de 1000 metros de profundidade se abre abaixo. Os visitantes podem fazer um passeio em uma das 14 gôndolas da "Skywheel", uma roda-gigante futurista que leva os passageiros para o interior do forno de coque e em seguida, sobe muito acima da paisagem de Zollverein.

O Tanque de Água Reflexivo na Fábrica de Coquefação. Imagem © Gili Merin
O Tanque de Água Reflexivo na Fábrica de Coquefação. Imagem © Gili Merin

A peça central da mina de carvão é sua antiga casa de máquinas, uma estrutura de tijolo e vigas "I" de proporções monumentais. Em 2007, os arquitetos locals Heinrich Böll and Hans Krabe se juntaram ao OMA para transformar a casa de máquinas no Ruhr Museum, um centro para a exploração da rica história regional através de artefatos da geologia, arqueologia e fotografia. Deixando a edificação original completamente intacta e quase 80% do maquinário em seu lugar, Koolhaas criou um monumento impressionante, fazendo somente uma adição visível: as escadas-rolante vermelhas icônicas que levam os visitantes para as profundezas do vasto hall de entrada.

Ruhr Museum Convertido pelo OMA. Image © Thomas Mayer_Archive
Ruhr Museum Convertido pelo OMA. Image © Thomas Mayer_Archive

Antes da conversão da casa de máquinas pelo OMA, um projeto extraordinário tomou forma no outro lado da propriedade; o primeiro salto em direção à transformação do local estaria para começar. Na metade da década de 90, Foster + Partners transformou uma das casas de caldeiras da mina na maior exposição de design contemporâneo do mundo - O Red-Dot Museum. Inspirado na Bauhaus, o edifício foi restaurado e teve suas fachadas de tijolos vermelhos expostas, seguido de uma completa alteração interna: somente uma das cinco caldeiras permaneceram, enquanto as outras foram substituídas por galerias de exposição flutuantes cuja leveza contrasta com a severidade interior. Pela a conversão magistral do espaço, Sir Norman Foster recebeu o prêmio “Knight Commander's Cross of the Order of Merit of the Federal Republic of Germany,” citado por sua capacidade de alcançar o "equilíbrio entre preservar o antigo e criar o novo."

O Red Dot Design Museum por Foster + Partners. Imagem © Gili Merin
O Red Dot Design Museum por Foster + Partners. Imagem © Gili Merin

Enquanto que as cautelosas alterações em várias edificações do complexo realizadas por star-architects foram elogiada por todos, demonstrando o potencial da preservação sensível e a importância de uma arquitetura eterna, parece que o acréscimo mais recente da propriedade foi um passo na direção errada. Desde 2006, o acesso ao local é dominado por um cubo de concreto de 35 metros: A Escola de Administração e Design de Zollverein, projetado pela dupla vencedora do Prêmio PritzkerSANAA. Infelizmente a nova edificação, com sua composição assimétrica de janelas parece estar no lugar errado: a universidade foi à falência devido à falta de estudantes e mesmo os turistas parecem preferir os playgrounds enferrujados da fábrica ao invés dessa obra icônica e singular do SANAA.

A Escola de Administração e Design de Zollverein por SANAA. Imagen © Gili Merin
A Escola de Administração e Design de Zollverein por SANAA. Imagen © Gili Merin

O conjunto Zollverein é um empreendimento único dentro de um contexto histórico complexo; emblemático de um tempo marcado pela rápida modernização e funcionalismo, transformado num ambicioso centro de arquitetura, design e cultura. É um testemunho das qualidades de projeto, um conjunto eterno, adaptável e reutilizável para fins contemporâneos.

O local é aberto diariamente a partir das 10:00 às 18:00; para mais informações acesse a página do Zollverein.

© Thomas Mayer_Archive
© Thomas Mayer_Archive

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Gili Merin
Autor
Cita: Merin, Gili. "Uma jornada fotográfica por Zollverein: a transformação de uma paisagem pós-industrial" [A Photographic Journey Through Zollverein: Post-Industrial Landscape Turned Machine-Age Playground ] 22 Ago 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/625857/uma-jornada-fotografica-por-zollverein-a-transformacao-de-uma-paisagem-pos-industrial> ISSN 0719-8906