O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. AppMyCity! 2014: Os 9 melhores aplicativos urbanos

AppMyCity! 2014: Os 9 melhores aplicativos urbanos

AppMyCity! 2014: Os 9 melhores aplicativos urbanos
AppMyCity! 2014: Os 9 melhores aplicativos urbanos, Nova Iorque  © Justin in SD, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
Nova Iorque © Justin in SD, via Flickr. Used under Creative Commons

No início deste ano a New Cities Foundation promoveu o concurso AppMyCity!, que buscava premiar e reconhecer os aplicativos que melhorem, de alguma forma, a relação dos cidadãos com o desenvolvimento e construção de suas cidades.

Após analisar mais de 50 aplicativos, o júri anunciou os 9 semifinalistas e, algumas semanas mais tarde, os três aplicativos finalistas: Djump, Peerby e Social Cyclist, que se apresentaram na conferência New Cities Summit 2014 (17 e 19 de junho em Dallas, EUA). O júri, composto por 10 representantes de organizações culturais, meios de comunicação, tecnologia e desenho, escolheu como vencedor o aplicativo holandês Peerby, cujos desenvolvedores receberam o prêmio de US$5.000.

Confira a seguir os 9 aplicativos semifinalistas. 

1. Blue Parking – Valladolid, Espanha.

Esse aplicativo permite saber onde há vagas de estacionamentos disponíveis e pagar por elas através do celular. Como a informação é fornecida em tempo real, não é necessário o uso de sensores em cada vaga.

2. Djump – Paris, França e Bruxelas, Bélgica.

Quem deseja compartilhar seu automóvel pode registar-se nesse aplicativo e, então, responder aos chamados daqueles que precisam de carona. Como não existe um sistema de pagamento estabelecido, a contribuição financeira é voluntária ao final de cada percurso.

3. I Change My City - Bangalore, Índia.

Mapear e informar aos municípios ou governos locais os problemas que existem em cada rua é a função desse aplicativo. Cada problema aparece com uma descrição, uma imagem e a localização. É possível também acompanhar o andamento dos relatos.

4. Mind My Business - Nova Iorque, Estados Unidos.

Esse aplicativo utiliza dados abertos e análise prévia para informar aos proprietários e vendedores das lojas tudo o que acontece ao seu redor. Assim, esse grupo fica sabendo sobre as pequenas mudanças que poderiam lhe afetar, como reclamações dos vizinhos (por exemplo, sobre o barulho, o lixo) e os planos para novas construções vizinhas.

5. Parquéate - Bogotá, Colômbia.

As funções desse aplicativo que já estão em funcionamento permitem ver a disponibilidade de vagas de estacionamentos, seus horários e preços em toda a cidade. Os usuários têm um papel ativo e podem acrescentar informações ao aplicativo. Uma das funções ainda em desenvolvimento permitirá que os cidadãos aluguem suas garagens vagas através do aplicativo.

6. Peerby – Amsterdam, Países Baixos.

Ao invés de comprar algo que será usado apenas uma vez ou esporadicamente – como uma furadeira, por exemplo – seria mais inteligente emprestar temporariamente este item de outra pessoa. É justamente isso que este aplicativo faz; uma pessoa publica seu pedindo e os demais usuários que estão nas proximidades podem responder. Dessa forma, procura-se fazer com que as pessoas de um mesmo bairro ou região se conheçam e compartilhem algumas de suas coisas.

7. RipeNearMe - Adelaide, Austrália.

Com a ajuda desse aplicativo é possível localizar hortas urbanas e compartilhar, trocar ou vender seus produtos cultivados, no caso das hortas privativas. Além disso, cada usuário pode inscrever seu pedido em determinados produtos e receber uma notificação quando estes estiverem disponíveis.

8. SIGA Chile – Santiago, Chile.

Focado nos cidadãos com mobilidade reduzida, o SIGA Chile disponibiliza informações sobre os acessos, banheiros, espaços de circulação e estacionamentos em bares, bibliotecas, cinemas, museus, parques, praças, restaurantes, entre outros. Os lugares que estão no sistema possuem avaliações feitas pelos usuários, que podem classificá-los no mapa com uma etiqueta verde, amarela e vermelha, indicando se são “acessíveis”, “acessíveis com dificuldade” ou “não acessível”, respectivamente.

O aplicativo SIGA Chile – Cidadãos pela Acessibilidade (Sistema de Informação Georeferenciada Acessível) é um projeto do Senadis, concebido pela Escola de Jornalismo da Universidade Diego Portales (UDP). Atualmente ele está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS, é gratuito e pode ser utilizado em computadores, celulares ou tablets.

SIGA Chile
SIGA Chile

8. Social Cyclist - Nova Iorque, Estados Unidos.

A experiência dos ciclistas é o instrumento mais útil para as autoridades no momento de definir onde serão construídas novas ciclovias, bicicletários ou qualquer outra infraestrutura desse gênero. Esse aplicativo permite que os usuários façam recomendações sobre onde as melhorias são mais bem vindas, quais caminhos estão em mau estado e quais são as rotas mais usadas.

9. Switch Skate Guide - São Paulo, Brasil.

Os melhores lugares para se andar de skate na capital paulista podem ser conhecidos através desse aplicativo, em que os próprios skatetistas adicionam novos locais e fotos ao mapa de São Paulo.

Via Plataforma Urbana. Tradução Camilla Ghisleni, ArchDaily Brasil.

Sobre este autor
Constanza Martínez Gaete
Autor
Cita: Constanza Martínez Gaete. "AppMyCity! 2014: Os 9 melhores aplicativos urbanos" 30 Jul 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/624701/appmycity-2014-os-9-melhores-aplicativos-urbanos> ISSN 0719-8906