O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Ideal / Real: Pavilhão da Argentina na Bienal de Veneza 2014

Ideal / Real: Pavilhão da Argentina na Bienal de Veneza 2014

Ideal / Real: Pavilhão da Argentina na Bienal de Veneza 2014
 Ideal / Real: Pavilhão da Argentina na Bienal de Veneza 2014, Modelo. Exposição da Argentina / “Arsenali”. Cortesia de Ideal / Real
Modelo. Exposição da Argentina / “Arsenali”. Cortesia de Ideal / Real

A contribuição argentina na Bienal de Veneza 2014 aprofunda, num intervalo de cem anos, a discussão em curso sobre a "digestão" dos ideais modernos pela profissão (IDEAL), e o que nossa sociedade realmente construiu, moldando o ambiente do nosso modo de viver (REAL).

Mais informações pelos curadores Emilio Rivoira e Juan Fontana, a seguir.

Exposição da Argentina / “Arsenali”. Cortesia de Ideal / Real
Exposição da Argentina / “Arsenali”. Cortesia de Ideal / Real

O mundo do IDEAL resume as aspirações de mudança, desejo, fascinação e comprometimento com as novas ideias. Ele expõe o desafio e frustração, os ideais e as interpretações equivocadas, a excelência e o vulgar, o sagrado e o profano. Coisas aceitas e incompreendidas. 

Uma citação do arquiteto argentino Manuel Borthagaray resume o espírito desse processo: "Ser moderno, e desfrutar do conforto de pertencer ao mundo moderno, dava a certeza de que tínhamos de que repensar tudo, que todas as coisas existentes estavam erradas..."

A Argentina não apenas absorveu mas também produziu ideias e edifícios modernos exemplares.

Diagrama. Exposição da Argentina / “Arsenali”
Diagrama. Exposição da Argentina / “Arsenali”

Por sua vez, o mundo REAL baseado nesses sonhos ideais angariou seguidores a essa cultura de mudança. Isso consistiu em um novo modo de construir, mais simples, mais inclusivo, que nasceu acompanhado por novas legislações construtivas e planos urbanos, novas tecnologias industriais, modos diferentes de organizar a construção e, evidentemente, um novo modo de ensinar arquitetura.  

1914 / Retiro Estação ferroviária, Buenos Aires. Inaugurada em 1915. Cortesia de Ideal / Real
1914 / Retiro Estação ferroviária, Buenos Aires. Inaugurada em 1915. Cortesia de Ideal / Real

Nesta evolução identificamos oito períodos que estruturam a exposição:

1914-1925      Eurocentrismo e Metrópole
1925-1940      Erupção do Movimento Moderno
1945-1955      Crescimento e Responsabilidade Social
1955-1965      Otimismo Cultural - o boom dos anos 60
1975-1983      Estado Autoritário - a infraestrutura do poder
1990-2000      Cidade Global - Cidade Real
2000-2014      Discurso Ambiental - o estado inclusivo

1932 / Projeto do arquiteto argentino Alberto Prebisch. Cortesia de Ideal / Real
1932 / Projeto do arquiteto argentino Alberto Prebisch. Cortesia de Ideal / Real

Arquitetura e o olhar do cineasta

Sabemos que o olhar do cineasta é um intérprete sensível e fiel do ambiente construído.

Procuramos fragmentos do cinema argentino como meio de mostrar como os conteúdos de um conjunto IDEAL de ideias e práticas construtivas estão inseridos em nossa paisagem real, compondo o tecido REAL de nosso ambiente construído...e portanto nossa identidade.

É a ficção do cinema que mostra o mundo REAL. A realidade é a expressão da digestão anárquica da arquitetura ideal da Argentina em cem anos. Escolhemos a arte de ver através dos olhos mediadores do cineasta para explicar nossa proposta com eloquência intuitiva. 

Imagem do filme "Medianeras", por Gustavo Taretto, Argentina 2011. Cortesia de Ideal / Real
Imagem do filme "Medianeras", por Gustavo Taretto, Argentina 2011. Cortesia de Ideal / Real

Comissários: Embaixadora Magdalena Faillace, Diretor Geral de Assuntos Culturais / Ministério das Relações Exteriores / Argentina
Curadores: Emilio Rivoira, Juan Fontana,
Colaboradores: Comité Consultivo / Enrique García Espil, representante da Sociedade Central dos Arquitetos; Jorge Lestard, presidente do Conselho Profissional de Arquitetura e Urbanismo (CPAU); Luis Maria Albornoz, representante da Federação Argentina de Arquitetos; Enrique Cordeyro, membro da Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires; Carlos Dibar, membro da Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires; Jorge Hampton; Horacio Torcello
Apoio: Ministério das Relações Exteriores / Presidência da República da Argentina

Sobre este autor
José Tomás Franco
Autor
Cita: Tomás, José. " Ideal / Real: Pavilhão da Argentina na Bienal de Veneza 2014" [ Ideal / Real: Argentinian Pavilion for the Venice Biennale 2014] 02 Jun 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/613191/ideal-real-pavilhao-da-argentina-na-bienal-de-veneza-2014> ISSN 0719-8906