O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Novo aplicativo do Morpholio Project mede a reação humana ao ambiente construído

Novo aplicativo do Morpholio Project mede a reação humana ao ambiente construído

Novo aplicativo do Morpholio Project mede a reação humana ao ambiente construído

Smartphones são projetados para coletar uma variedade de dados pessoais, desde localização e orientação até a paisagem e som. Mas e se estes dispositivos fossem capazes de acompanhar a nossa reação direta ao ambiente construído?

Os arquitetos e acadêmicos por trás do Morpholio Project tem pesquisado de que forma dados biométricos como eletroencefalograma (EEG), eletromiografia (EMG), reconhecimento facial e medição de pulso, poderiam ser usados para quantificar o impacto físico de uma imagem no corpo humano. Se voltando para a indústria médica, a Morpholio estudou as capacidades de fotopletismografia (PPG) e imaginou de quais maneiras ela poderia ser integrada com o smartphone.

Com um encaixe simples, impresso em uma máquina 3D, o iPhone pode ser transformado em uma máquina de pressão arterial em miniatura que registra as alterações da frequência cardíaca de um usuário enquanto fotografa seus arredores. Ao rastrear a resposta emocional única de um indivíduo com relação ao que ele está vendo e experimentando, a Morpholio acredita que pode promover o desenvolvimento da tecnologia relacionada ao processo de projeto.

Mais informações dos criadores à seguir...

Cortesia de The Morpholio Project
Cortesia de The Morpholio Project

O tráfego de dados móveis em todo o mundo cresceu 81% em 2013, e prevê-se que o número de telefones celulares ativos chegará a mais de 7 bilhões este ano, colocando-nos à beira de um ponto crítico - em breve haverá mais celulares em uso do que pessoas no planeta. Não há dúvida de que os projetistas estão se comunicando com o mundo através de uma tablet ou de um telefone mais do que nunca.

"Estamos cada vez mais conectados na rede, temos que ser mais produtivos e navegar em um conjunto cada vez mais complexo de expectativas.", diz Mark Collins, co-criador da Morpholio. "Por outro lado, a criatividade é tão única - é essa coisa fantástica que o nosso cérebro faz que nós não entendemos completamente. As pessoas criativas tem que alimentar seus instintos, seus gostos e seu conhecimento, abrindo um mundo de possibilidades para os dispositivos móveis. "

Cultura de Projeto + Cultura do Dispositivo

O Morpholio Project, que, com o aplicativo Morpholio, pela primeira vez re-introduziu o portfólio como uma ferramenta de projeto e depois ressuscitou o papel vegetal para as massas com o aplicativo Trace, está interessado principalmente em desafiar o papel da cultura do dispositivo no processo de projeto. "A área mais crítica do Morpholio Project é a nossa pesquisa", diz Jeffrey Kenoff, co-criador. "Os avanços na medicina, indústria aeroespacial, e domínios do entretenimento tem tido alguma aplicabilidade ao projeto. Se é crucial para outras profissões apreciar o valor do design, é igualmente importante reconhecer que os avanços nesses campos podem afetar nosso processo. ". Para Morpholio, a grande questão é como o campo do design pode reformular essas tecnologias para aumentar o que já sabemos sobre a criatividade e as ferramentas analógicas que nos tem apoiado há centenas de anos.

Cortesia de The Morpholio Project
Cortesia de The Morpholio Project

Biofeedback para Projetistas

A equipe Morpholio queria ver se poderia quantificar o impacto físico de uma imagem sobre o corpo humano. As reações que nossos corpos apresentam quando se envolvem com o mundo pode refletir nossos estados e avaliações internos. Fomos encontrar maneiras de tocar em esses sinais com a investigação sobre os dados biométricos, incluindo EEG, EMG, reconhecimento facial e medição de pulso. "Como uma extensão da nossa pesquisa, queriamos ver se poderíamos gravar os batimentos cardíacos em relação ao que estava sendo visto e experimentado.", Diz Toru Hasegawa, co-criador.

A Morpholio voltou-se para a medicina para entender como ela mede o fluxo de sangue através de uma técnica chamada fotopletismografia (PPG). A PPG mede o pulso ao tirar fotos de uma região iluminada da pele de forma periódica. A câmara lê pequenas alterações na cor em função do fluxo de sangue através da pele. É possível realizar esta técnica através de um iPhone; dado o posicionamento da câmera e do flash, foi cientificamente comprovado que telefones celulares captam batimentos cardíacos de forma precisa. Em nosso aplicativo, imagens únicas piscam na tela, conforme as alterações da frequência cardíaca do usuário são registradas, seguindo assim sua resposta visceral às imagens. Após algumas iterações, desenvolvemos um encaixe, feito com uma impressora 3D, adequado para o iPhone que indica como colocar o dedo corretamente no dispositivo e bloqueia a luz externa, par anão interferir na leitura da câmera.

Hoje em dia, inúmeras aplicações médicas estão utilizando o iPhone para monitorar a freqüência cardíaca, e outras indústrias estão seguindo o exemplo com aplicativos como o Pulse, da BioBeats, que usa a freqüência cardíaca para gerar e influenciar a música experimental. "Usar a câmera desta forma é provavelmente algo que nem mesmo uma empresa como a Apple poderia ter previsto, e demonstra o quão sofisticado o hardware dos smartphones pode ser.", diz Hasegawa. Fitbit, as pulseiras de atletismo, representa apenas a primeira onda de idéias sobre o aproveitamento de dados biométricos para monitorar a saúde. "Acreditamos que esta área de pesquisa tem um tremendo potencial para o futuro do design como profissão e pode ser aproveitada para rastrear um feedback extremamente valioso.", Diz Collins.

Cortesia de The Morpholio Project
Cortesia de The Morpholio Project

Feedback, Feed-forward 

Através de seus projetos, a Morpholio foi capaz de alavancar as métricas de interface, tais como quanto tempo você olha para uma imagem e em onde alguém faz zoom em uma imagem. A pesquisa da Morpholio primeiramente criou o "EyeTime", que mede o impacto visual de uma imagem através da quantidade de tempo de visualização que recebe. A ferramenta já foi usada para fornecer feedback para aqueles que estavam utilizando o aplicativo Morpholio, bem como para criar júris públicos para uma série de competições de design, arte e fotografia.

"O Morpholio Project está reunindo a inteligência humana e da máquina de maneiras muito interessantes. Estamos produzindo uma das maiores bases de dados sobre a estética, que está crescendo a cada dia ", diz Collins. O Morpholio prossegue a sua exploração em como as ferramentas analógicas de projeto fazem a transição para a cultura de dispositivos que estão sempre ligados. "Todos os nossos projetos são o resultado de uma pesquisa e de resolução de problemas", diz Anna Kenoff, Co-criadora. "Na Morpholio, fazemos ferramentas para capacitar projetistas e mentes criativas. Estamos tentando descobrir o que as ferramentas do futuro deveriam ser. "

Cortesia de The Morpholio Project
Cortesia de The Morpholio Project

No momento, o Morpholio oferece quatro aplicativos para iPhone e iPad – Morpholio, Board, Trace, e Exhibit – há ainda outro aplicativo em desenvolvimento, o Frame.

Sobre este autor
Karissa Rosenfield
Autor
Cita: Rosenfield, Karissa. "Novo aplicativo do Morpholio Project mede a reação humana ao ambiente construído" [Morpholio Project's New App to Measure Human Response to Built Environment] 19 Mai 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/602151/novo-aplicativo-do-morpholio-project-mede-a-reacao-humana-ao-ambiente-construido> ISSN 0719-8906
Ler comentários