Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Governo Chinês Fecha a firma de Design de Ai Weiwei

Governo Chinês Fecha a firma de Design de Ai Weiwei

 

Depois de 81 dias de detenção sem causa, a proibição de viajar por ano foi prorrogada por reivindicações de “pornografia” na internet, e uma multa de 2,4 milhões dólares imposta por suposta sonegação de impostos, Ai Weiwei já foi acusado pelo governo chinês de não re-registrar sua empresa de design de arquitetura, Fake Cultural Development Ltd.

De acordo com Weiwei, a acusação, que irá resultar no fechamento da empresa, não tem fundamento: porque o governo confiscou os documentos necessários para o registro durante sua investigação de evasão fiscal, ele não poderia ter registrado novamente a empresa.

Weiwei, que você pode conhecer por ser um dos autores do Pavilhão deste ano da Serpentine Gallery, tem falado abertamente contra a censura do governo chinês (inclusive divulgando o número de alunos mortos durante o terremoto de 2008, devido à má qualidade da construção alimentada pela de corrupção). São estes tipos de atos dissidentes que levaram a uma “campanha de perseguição para silenciar seu ativismo.”

Apesar da crescente ação tomada contra ele, e ameaça iminente de prisão, Weiwei prometeu não pagar a multa que foi imposta a ele. Como ele disse à Reuters: “Se eles fecharam a empresa, então entidades para pagar qualquer multa não vão existir. Eu sinto que isto renuncia a quaisquer penalidades para a empresa. “

História via  BBCWSJ, IOL NewsReuters

Sobre este autor
Cita: "Governo Chinês Fecha a firma de Design de Ai Weiwei" 09 Nov 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/79775/governo-chines-fecha-a-firma-de-design-de-ai-weiwei> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.