O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. A Visão Radical de Dror para uma Comunidade Ilhoa de Rede Positiva

A Visão Radical de Dror para uma Comunidade Ilhoa de Rede Positiva

A Visão Radical de Dror para uma Comunidade Ilhoa de Rede Positiva
A Visão Radical de Dror para uma Comunidade Ilhoa de Rede Positiva, © Dror
© Dror

O governo da Turquia está considerando a possibilidade de construir um segundo canal em Istambul que resultaria na eliminação de um bilhão de metros cúbicos de solo do país. Em resposta, o desenvolvedor turco Serdar Inan pediu ao designer nova iorquino Dror Benshetrit uma proposta que reconstituiria o solo numa inovadora comunidade de rede positiva para 300.000 habitantes ao largo da costa de Instambul. O único desejo de Inan era que a proposta combinasse “ideias inovativas de projeto, estado de tecnologia artística e um legado cultural, com inspirações do trabalho de Mimar Sinan, arquiteto chefe Otomano”.

Após seis meses de discurso exploratório, interdisciplinar, com uma equipe de especialistas – composta por Buckminster Fuller Institute, Buro Happold, Shoji Sadao do Fuller, Sadao & Zung Archictecs – Dror revelou sua visão radical neste fim de semana na Istambul Design Week.

Dror previu a ilha de HavvAda, medindo 3 km de comprimento, em diâmetro, com um diâmetro de um km de vale no centro. A exuberante ilha é rodeada por seis colinas que circundam o seu centro. Cada colina sobe acima até uma cúpula geodésica que suporta as residências de encosta e uma vida comunitária no centro. A concepção baseia-se principalmente em toda a integridade de compressão e tensões, garantindo a eficiência estrutural máxima através da combinação da geometria da esfera e do triângulo.

© Dror

O estúdio Dror descreve: “Tradicionalmente, as comunidades têm construído suas áreas residenciais ao redor do centro da cidade, onde as decisões políticas ou comerciais são feitas, e templos religiosos e espirituais são construídos – a comunidade crescerá próxima destes centros como uma borda estendida de edifícios residenciais e vizinhanças. O centro do vale da ilha oferece espaço ideal para o planejamento de parques e centros de recreação. Alguns dos edifícios são cobertos com um teto verde, cheio de vida. Eles se mesclam ao ambiente natural de modo orgânico, enquanto contribuem para a constante reciclagem energética da ilha”.

As Colinas HavvAda criam seis microambientes culturalmente únicos que se interligam em uma grade 3D urbana. Cada uma é suportada por uma cúpula geodésica que cresce a partir do núcleo da ilha. As megaestruturas, que vão de 230 a 400 metros, são revestidas com uma forte, e de peso leve, “mega-malha” que molda as colinas e atua como a rede de infraestrutura da ilha. Edifícios se expandem horizontalmente, circulando as colinas em diferentes níveis e integram as residências na encosta e um sistema de transporte pessoal rápido de teleféricos e passarelas.

© Dror

Os centros de atividade estão alojados no coração da cúpula geodésica de cada colina, com fácil acesso aos sistemas de transporte, residências e centro da cidade. Estes centros oferecem educação, entretenimento, saúde e instalações desportivas, bem como áreas de negócios.

Todos os seis microambientes produzem mais energia do que consomem. Cada colina pode apresentar seu próprio ecossistema com uma operação totalmente integrada de energia de renovação. As encostas podem incluir sistemas de energia de reciclagem ligados uns aos outros e ao vale, no centro da ilha através da malha. Estes sistemas podem fornecer calor grande e eficiência de arrefecimento para o interior da abóbada. A grade estrutural da ilha também pode integrar o circuito da água de gestão da reciclagem de resíduos. As encostas íngremes do morro também atuam como um sistema de ventilação natural. Na visão de Dror, tanto vento e a água da chuva são reciclados e utilizados para o funcionamento da vida da comunidade.

© Dror

“O século XX será lembrado principalmente pelas gerações futuras não como uma época de conflitos políticos ou invenções técnicas, mas como uma época em que a sociedade humana se atreveu a pensar no bem-estar de toda a raça humana como um objetivo prático.” – Aarnold J . Toynbee, historiador Inglês (1889-1975)

Sobre este autor
Cita: Victor Delaqua. "A Visão Radical de Dror para uma Comunidade Ilhoa de Rede Positiva" 30 Out 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/78343/a-visao-radical-de-dror-para-uma-comunidade-ilhoa-de-rede-positiva> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.