O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Arte e Arquitetura: Espaço Lúdico - Escola Classe 304 / MGS

Arte e Arquitetura: Espaço Lúdico - Escola Classe 304 / MGS

Arte e Arquitetura: Espaço Lúdico - Escola Classe 304 / MGS
Arte e Arquitetura: Espaço Lúdico - Escola Classe 304 / MGS , © Fabiano Sobreira
© Fabiano Sobreira

Trata-se de um projeto de arquitetura e desenho urbano em micro-escala para um equipamento público situado no núcleo da Super Quadra 304 Norte em Brasília. Até 2004, haviam sido instaladas no Distrito Federal cerca de 150 torres de telefonia celular, muitas delas dentro de escolas e equipamentos públicos. Uma delas era a ESCOLA CLASSE 304 Norte. O projeto do ESPAÇO LÚDICO nasceu a partir de uma iniciativa comunitária, de converter o espaço até então degradado e abandonado em ambiente de lazer e aprendizado para as crianças da escola e da comunidade. O projeto foi desenvolvido em 2005 e a obra concluída em junho de 2006.

© Fabiano Sobreira

ARQUITETURA COMO OBJETO LÚDICO

O espaço de intervenção corresponde a uma pequena projeção de 22 m x 6m (132 m2). O programa original previa um pequeno parque tradicional, a ser integrado ao pátio da escola. A proposta apresentada pelo arquiteto à comunidade, sugeria que o pequeno espaço de lazer não se configurasse como um conjunto de “brinquedos” tradicionais, mas que a própria arquitetura se apresentasse como um conjunto de objetos lúdicos, a ser apropriado, vivenciado e utilizado conforme a criatividade das crianças. Essa foi a ideia aprovada pela comunidade e finalmente construída e que hoje se encontra em pleno uso. Considerando tratar-se de espaço público e a limitação do orçamento, o projeto propõe o uso de materiais simples e de baixa manutenção: alvenaria, concreto, barras de aço e pintura acrílica.

© Fabiano Sobreira

BLOCOS LÓGICOS – ESTÍMULO À CRIATIVIDADE

O projeto foi inspirado no conceito pedagógico de BLOCOS LÓGICOS, um jogo didático composto por peças geométricas coloridas, criadas na década de 50 pelo matemárico húngaro Zoltan Paul Dienes, e bastante eficiente para o exercício lógico e o raciocínio abstrato. A função dos BLOCOS LÓGICOS é dar às crianças a chance de realizar as primeiras operações lógicas, como correspondência e classificação, ­conceitos que para os adultos são automáticos. O conceito está diretamente relacionado às pesquisas do psicólogo suíço Jean Piaget, segundo o qual o raciocínio abstrato é reforçado através do contato físico, que ocorre quando a criança pega, observa e identifica os atributos das formas geométricas, suas cores e dimensões. Ao transportar o conceito de BLOCOS LÓGICOS para a arquitetura, a intenção é que as crianças criem seus próprios jogos e brincadeiras. Ao invés de oferecer escorregos, gangorras e balanços, brinquedos que sugerem uma rotina específica de uso e comportamento, o projeto propõe planos, blocos, cheios, vazios, passagens, barras e rampas, que combinados às cores e formas geométricas, oferecem uma infinidade de possibilidades criativas, materializando através da arquitetura o exercício lúdico e pedagógico que Jean Piaget conceituava através dos pequenos objetos.

 

© Fabiano Sobreira

ACESSO UNIVERSAL

Por se tratar de um espaço público e em respeito à diversidade, o projeto foi desenvolvido de forma que qualquer ambiente do Espaço Lúdico pudesse ser acessado por crianças com deficiência e usuárias de cadeiras de rodas, reforçando o caráter inclusivo do projeto pedagógico da escola.

© Fabiano Sobreira

Cita: Victor Delaqua. "Arte e Arquitetura: Espaço Lúdico - Escola Classe 304 / MGS " 14 Out 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/75688/arte-e-arquitetura-espaco-ludico-escola-classe-304-mgs> ISSN 0719-8906