O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casa C1 / Curiosity + Milligram Studio

Casa C1 / Curiosity + Milligram Studio

Casa C1 / Curiosity + Milligram Studio
Casa C1 / Curiosity + Milligram Studio, © Curiosity
© Curiosity

A originalidade da casa C1 começou no processo de projeto. É desenhada como um produto único, um ambiente contínuo, onde arquitetura, mobiliários internos e produtos tornam-se uma única experiência emocional, cuidadosamente conectados.

© Curiosity

O projeto foi feito como um filme, com um cenário e um roteiro, considerando desde o início todos os aspectos de projeto, desde a forma do edifício até a posição das lâmpadas.

A concepção do básica de projeto definiu as diferentes missões que deveriam ser iniciadas para alcançar o objetivo, considerando  projeto, construção e design.

© Curiosity

Diferentemente do processo usual de projeto, onde é primeiramente desenhada a arquitetura, depois o interior e finalmente os objetos, aqui, tudo foi feitos simultaneamente.

O traço inicial do projeto arquitetônico, uma caixa de vidro rodeada por uma passarela galeria que conecta o piso, foi desenhado antes que o terreno fosse escolhido. Isto foi definido através do ponto de vista do usuário, com movimento e descoberta como os conceitos principais.

Axonométrica

O projeto não é definido por paredes e pisos, mas pelo movimento do usuário no espaço, definido por uma série de cenas, por exemplo, como o usuário irá desaparecer e aparecer piso a piso e perceber o movimento contínuo. O arquiteto colaborador Tomoyuki Ustumi propôs o uso de lajes de aço de 25mm como pisos, que, com toda a estrutura, chega a apenas 60mm, o que equivale a uma linha na escala da arquitetura.

© Curiosity

Como o passeio que rodeia a casa, o interior deveria ser projetado em 3 dimensões, visível do piso ao teto, sendo que o tampo de uma mesa seja tão visível como sua parte inferior. Um desafio difícil, através de sequências de animações tridimensionais do interior para observar o projeto de todos os ângulos possíveis.

© Curiosity

Além disso, outro desafio de C1 foi definir uma diferente topologia para diferentes aspectos da vida, uma alternativa para a percepção usual como informações memorizadas do espaço e objetos são questionados:

1 – no exterior do edifício, um material específico como madeira ou concreto revelaria a escala deste. Sendo assim, o revestimento utilizado cria um aspecto de edifício sem escala. Da mesma maneira, materiais foram estudados para atingir um interior contínuo. Sendo assim, o revestimento das fachadas e do interior são os mesmos. Uma textura branca de melamina foi criada para atingir um efeito visual e atender especificações funcionais de tensões e limpeza.

2 – o tamanho, proporções, alturas e materiais dos móveis foram projetados para redefinir a percepção da escala, sendo que, sem usuários é difícil identificá-la. Todos os elementos que poderiam revelar a escala e funcionalidade do espaço foram redesenhados. A identidade da cozinha, usualmente revelada pelo design da torneira e exaustor foi redesenhada, sendo que a torneira tornou-se apenas uma linha metálica e o exaustor integra-se verticalmente com a parede.

© Curiosity

Uma casa particular não é uma tela para a vida. Ela mesma define a própria vida, cada ação e movimento são definidos e controlados pela concepção do espaço e cria um equilíbrio da vida, a velocidade e o ritmo do corpo humano.

© Curiosity

 

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Curiosity + Milligram Studio
  • Ano: 2005
  • Área construída: 113 m²
  • Área do terreno: 189 m²
  • Tipo de projeto: Residencial
  • Status:Construído
  • Materialidade: Vidro
  • Estrutura: Concreto
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: Gwenael Nicolas - Curiosity + Tomoyuki Ustumi - Milligram Studio

Informação Complementar:

  1. Engenheiro Estrutural: Mitsuhiro Kanada
  2. Contratante Principal: Shin
  1. Cliente: Curiosity

Sobre este escritório
Curiosity + Milligram Studio
Escritório
Cita: Eduardo Souza. "Casa C1 / Curiosity + Milligram Studio" 24 Ago 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/65764/casa-c1-curiosity-mais-milligram-studio> ISSN 0719-8906