O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Chromotopia St. Stephen’s/ Victoria Coeln

Chromotopia St. Stephen’s/ Victoria Coeln

Chromotopia St. Stephen’s/ Victoria Coeln
Chromotopia St. Stephen’s/ Victoria Coeln, © kathbild, Via Illumni
© kathbild, Via Illumni

No centro histórico de Viena, a Catedral de São Estevão começa a encher-se cor e luz pelo segundo ano consecutivo. Ao longo dos meses de junho e julho se expõe a instalação Chromotopia de São Estevão, criado pela artista vienense Victoria Coeln. Sua instalação de luz Chromotopiaatrai milhares de pessoas a catedral para admirar a experiência destas cores vibrantes dentro deste edifício ícone pela sua antiguidade.

© kathbild, Via Illumni

A técnica estabelecida por Coeln dentro deste espaço sagrado se trata de utilizar a luz do dia que é filtrada através de diversos tipos de gel colorido que cobrem todas as 25 janelas da Catedral e que vão mudando de acordo com as mudanças climáticas, assim como em diferentes momentos do dia. O caminho natural da luz do dia neste espaço sagrado leva a diferentes ambientes.

© kathbild, Via Illumni

Derivado da palavra grega, chroma, Chromotopias são os sítios de luz que não tem limites visíveis, mas – com suas superfícies de luz com múltiplas camadas – se experimentam como fenômenos tridimensionais. Victoria Coeln se baseia nos resultados das pesquisas de Isaac Newton sobre os princípios da luz, as cores de camadas para criar matizes policrômicas que geram um limite perfeito de cor e luz.

© kathbild, Via Illumni

Chromotopia de São Estevão, Coeln foi inspirada pela história e o simbolismo do edifício. Tomando as impressões dos vitrais coloridos datados da Idade Média, Coeln ilumina cada detalhe arquitetônico da catedral com um efeito visual tingido de luz do sol e cores flutuantes sobre as superfícies da a catedral.

© kathbild, Via Illumni

O enfoque de Coeln era recordar o antigo espírito que habitava a catedral durante séculos antes da sua destruição e para voltar a animar o espaço com o mesmo espírito, mas com um toque contemporâneo no conceito de cor: “meu objetivo era, além de tudo, restaurar na catedral essa sensação de leveza que provavelmente se impusera dentro dela na época gótica, antes da instalação dos elementos do Barroco”. A artista também fará projeções de luz que se adaptam a arquitetura e, junto com as cores do sol e seu movimento, o objetivo é reviver a arquitetura e as esculturas na catedral.

© kathbild, Via Illumni

Para acentuar ainda mais a instalação de iluminação deste lugar e para dramatizar seus efeitos, Chromotopia de São Estevão estará acompanhada de uma instalação sonora, resultando em um verdadeiro concerto visual onde a luz e as paisagens sonoras ou contenham quatro movimentos em paralelo ao sistema da Orquestra sinfônica. Os visitantes desta instalação embarcarão em uma expedição nde um novo descobrimento se revela: a luz é vida.

© kathbild, Via Illumni

 

Sobre este autor
Cita: Leonardo Márquez. "Chromotopia St. Stephen’s/ Victoria Coeln" 22 Jul 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/59880/chromotopia-st-stephens-victoria-coeln> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.