O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Academia de Ciências da California / Renzo Piano

Academia de Ciências da California / Renzo Piano

Academia de Ciências da California / Renzo Piano
Academia de Ciências da California / Renzo Piano, © Tim Griffith
© Tim Griffith

© Tim Griffith

A construção recupera dois edifícios e mistura isto com uma estrutura completamente nova, que na verdade é muito transparente, conectando-a visualmente com o Golden Park, longe da velha concepção de museus obscuros. A sombra será fornecida por um dossel que gira em torno do prédio, com painéis solares sobre ele.

© Tim Griffith

Sustentabilidade foi um aspecto fundamental do desenho, como se trata de um dos dez projetos “Green Building” do Departamento do Meio Ambiente de San Francisco, a CAS visa obter a certificação LEED de platina. Na verdade, o edifício irá consumir entre 30% e 35% a menos de energia do que a requerida pelas regras.
O projeto conserva duas paredes de calcário do edifício anterior (1934), e abriga um planetário, um habitat da floresta tropical e um aquário, além dos vários espaços de exposições para abrigar diversas coleções da Academia.

© Tim Griffith

O planetário e a bolha que contém o habitat da floresta tropical são duas grandes esferas que formam o telhado verde, que se torna uma paisagem com espécies nativas da Califórnia, que não precisará de manutenção ou água além do necessário, atraindo espécies locais para ocupá-lo. Assim, o telhado verde não será totalmente acessível aos visitantes, que só podem andar através de um pequeno caminho. O edifício foi inaugurado em 2008.

© Tim Griffith

Todas as imagens deste post são de © Tim Griffith. Confira o seu site para grandes fotografias de arquitetura.

OS FATOS VERDES

© Tim Griffith

Calor e Umidade

  • - Aquecimento pelo piso radiante reduzirá a energia necessária em 5-10%;
  • - Sistemas de recuperação de calor irão capturar e utilizar o calor gerado por equipamentos de climatização, reduzindo o consumo de energia de aquecimento;
  • - O telhado verde irá fornecer uma cama de isolamento térmico superior para a construção, reduzindo as necessidades de energia para ar-condicionado;
© Tim Griffith
  • - Vidros de alto-desempenho serão utilizados por todo o edifício, reduzindo os níveis normais de absorção de calor e diminuindo a carga de arrefecimento;
  • - Sistemas de Umidificação por Osmose Reversa serão utilizados para manter as coleções de pesquisa num nível constante de umidade, reduzindo o consumo de energia por umidificação em 95%.
© Tim Griffith

Luz Natural e Ventilação

  • - Pelo menos 90% dos espaços ocupados regularmente possuirão acesso à luz natural e vistas para o exterior, reduzindo a energia utilizada e o calor ganho pela iluminação elétrica;
  • - A cobertura ondulante fluirá o ar fresco da praça aberta para o centro do edifício, ventilando naturalmente os espaços de exposições adjacentes. As claraboias no telhado irão abrir e fechar automaticamente para expelir o ar quente através do topo dos domus;
© Tim Griffith
  • - As claraboias estão estrategicamente localizadas para permitir que a luz natural do sol chegue até a floresta tropical viva e o recife de corais;
  • - Janelas motorizadas irão abrir automaticamente para permitir que o ar fresco adentre o prédio. Janelas operáveis também serão utilizadas nos escritórios de staff;
  • - Fotossensores no sistema de iluminação irão escurecer automaticamente as luzes artificiais em resposta à penetração da luz do dia, reduzindo a energia necessária para iluminar espaços interiores;
  • - Energia Renovável;
© Tim Griffith
  • - A copa solar ao redor do perímetro da cobertura contém 60.000 células fotovoltaicas que irão suprir aproximadamente 213.000kWh de energia limpa por ano (ao menos 5% da energia necessária da CAS), e impedirá a liberação de mais de 405.000 quilos de emissões de gases do efeito estufa anualmente;
  • - As células multicristalinas são as mais eficientes energeticamente do mercado, alcançando pelo menos 20% de eficiência;
  • - Torneiras com sensores nos banheiros irão se “autocarregar” em cada utilização. A água corrente faz com que a turbina interna gere energia e recarregue a bateria.
© Tim Griffith

Eficiência da Água

  • - Ao absorver as águas pluviais, a cobertura da CAS irá evitar que até 3,6 milhões de galões de água poluída escoem para o ecossistema por ano (aproximadamente 98% de toda a água da chuva);
  • - A água recuperada de San Francisco será utilizada para lavar os banheiros, reduzindo o uso de água potável em até 90%;
  • - Devido a ambas as instalações de baixo fluxo e o uso de água recuperada, é consumido um total de 30% a menos de água potável do que o premeditado;
  • - A água salgada para o aquário será canalizada a partir do Oceano Pacífico, minimizando o uso de água potável para os sistemas do aquário;
  • - Resíduos de Nitrato purificam os sistemas naturais, assegurando que a água do aquário possa ser reciclada.
© Tim Griffith

Materiais de Construção Reciclados

  • - Mais de 90% dos resíduos da demolição da velha CAS foram reciclados. 9000 toneladas de concreto foram reutilizadas para a construção da estrada de Richmond, 12000 toneladas de aço foram recicladas e mandadas para a Schnitzer Steel, e 120 toneladas de lixo verde foram recicladas no local;
  • - Ao menos 50% da madeira da nova CAS foram colhidas de forma sustentável e certificadas pelo Forest Stewardship Council;
  • - Aço reciclado foi utilizado em 100% do aço estrutural do edifício;
  • - O isolamento que será instalado nas paredes do edifício é feito com jeans reciclado. O produto contém 85% de teor pós-industrial reciclado e utiliza o algodão, um recurso renovável rapidamente, como um dos seus ingredientes principais;
  • - Todo o concreto contém 30% de cinzas, um subproduto das indústrias de carvão. Ele também contém 20% de escória, um produto residual da fundição de metal.
© Tim Griffith

Transporte

  • - A nova CAS irá fornecer um estacionamento de bicicletas seguro nas entradas dianteiras e traseiras, assim como uma estação de recarga para carros elétricos na doca de carregamento. Membros do staff serão recompensados por utilizarem transporte público;
  • - Materiais locais e produtos fabricados dentro de 500 milhas da CAS serão os responsáveis por pelo menos 20% dos materiais do edifício. Isto reduz os impactos de transporte e colabora com a economia regional.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Renzo Piano
  • Ano:
  • Tipo de projeto: Educacional
  • Operação projetual:Revitalização
  • Status:Construído
  • Materialidade: Metal e Vidro
  • Estrutura: Aço
  • Localização: California, Estados Unidos da América
  • Implantação no terreno: Isolado

Cita: Victor Delaqua. "Academia de Ciências da California / Renzo Piano" 23 Mai 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/50160/academia-de-ciencias-da-california-renzo-piano> ISSN 0719-8906