Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke

Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke

Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - Fachada, AidoClássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - JardimClássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - Corrimão, Jardim, FlorestaClássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - Fachada, Janela+ 20

A modulação estrutural, em pilares, vigas e lajes de concreto armado, dá unidade visual ao edifício, e permite um jogo de recuos, avances, aberturas e vazios, criando um contraste harmônico entre rigidez e ordem estrutural e liberdade volumétrica, espacial e material. Reforça a presença do edifício em meio à natureza, e deixa que ela adentre seus espaços.

Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - Janela, Jardim
© Nelson Kon

A fachada principal está divida em oito módulos. O primeiro, à esquerda, é ocupado pela sala de vestir do dormitório principal, recuada em relação à estrutura modular, criando uma varanda. Suas paredes externas são de tijolos maciços aparentes. O segundo módulo é o dormitório em si, alinhado à estrutura. É frontalmente fechado por uma grande esquadria de venezianas de madeira pintadas de branco, e lateralmente por paredes cegas, originalmente revestidas de pastilhas, mas que posteriormente foram substituídas por mármore.

Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - Imagem 20 de 20
via Acrópole no.226, 1957

Os seguintes três módulos formam um alpendre aberto de mesma largura que a varanda da sala de vestir, e separa o exterior da casa do pátio que avança sobre seu interior. O alpendre avança sobre os demais três módulos, mas já sem a presença do pátio, tornando-se a varanda do escritório, que se abre completamente sob um pano de vidro.

Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - Fachada, Janela
© Nelson Kon

O acesso principal à residência se dá através de uma escada paralela, não frontal, e despregada do alinhamento da fachada. A partir dela um corredor transversal, que ocupa a metade do sexto módulo da fachada, avança pelo edifício, lateralmente ao pátio. Termina numa parede de tijolos maciços espaçados, atuando como cobogós. O escritório, desse modo, ocupa um módulo e meio da fachada. No ultimo módulo está a cozinha, porém suas aberturas estão na fachada lateral. Este módulo é, assim, completamente fechado por paredes revestidas de pastilhas.

Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - Fachada, Aido
© Nelson Kon

O pátio, além de aberto zenitalmente, aproveita o desnível do terreno e permeia todo o nível inferior do edifício, chegando até a fachada posterior. Neste nível, estão as áreas de convivência íntima, salão de jogos e áreas de serviço, sempre recuados em relação ao volume superior.

Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - Fachada, Janela
© Nelson Kon

A leveza parece ser outra característica fundamental do projeto. Ao passo que nas fachadas laterais e posterior esse aspecto é facilmente alcançado através dos balanços do nível principal e pela presença do patio interno, na fachada principal ele é insinuado por uma discreta elevação do piso em relação ao terreno natural, deixando que somente os pilares o toquem.

Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke - Janela, Vidro
© Nelson Kon
São Paulo, Brasil

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: Igor Fracalossi. "Clássicos da Arquitetura: Residência Oscar Americano / Oswaldo Bratke" 24 Jul 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/01-33190/classicos-da-arquitetura-residencia-oscar-americano-oswaldo-bratke> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.