O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Ballast Point Park / Choi Rpoha Fighera

Ballast Point Park / Choi Rpoha Fighera

Ballast Point Park / Choi Rpoha Fighera
Ballast Point Park / Choi Rpoha Fighera, © Brett Boardman
© Brett Boardman

O Ballast Point Park está localizado em um cabo proeminente com vista para o porto de Sidney. Uma antiga unidade de produção de lubrificante Caltex e armazenamento de petróleo, o terreno está sobre a ponta do subúrbio de Bichgrove no interior oeste de Sidney.

© Brett Boardman

A restauração do Ballast Point em um novo parque público ao lado do porto revela e atrai o interesse na história do local através da retenção das faces da falésia onde o lastro foi uma vez extraído pelos primeiros colonizadores, bem como pela manutenção das marcas do armazenamento dos tambores que ocuparam o local anteriormente.

© Brett Boardman

O desafio foi estabelecer uma linguagem projetual apropriada que respondesse à história do local e aos abusos cometidos no passado, enquanto celebrasse esta nova camada a sua memória. Nossa estratégia aborda estas questões retendo componentes seletivos das camadas passadas com uma composição de materiais reciclados e elegantemente trabalhados, detalhados segundo os princípios de desenvolvimento ecologicamente sustentável (ESD), para criar um parque que fala do futuro.

© Brett Boardman

Nosso objetivo foi explorar a utilização de materiais reciclados em todos os elementos do projeto a fim de limitar o uso de matérias-primas recém-extraídas. Não queríamos destruir uma paisagem para reconstruir outra.

© Brett Boardman

Os muros de arrimo são construídos de materiais reaproveitados das demolições do local e todo o concreto aplicado é uma mistura de reciclados. Todo madeiramento, agregados, solo e palha são reutilizados. Esta composição destes materiais reciclados é mantida em conjunto por uma atenção apurada ao detalhe que a eleva acima do pragmático para o único. O parque nos desafia a reavaliar o potencial de uso de materiais reciclados com o intuito de criar produtos sofisticados e reduzir a necessidade de se extrair novas matérias-primas.

© Brett Boardman

O programa arquitetônico para a remodelação do parque inclui dois edifícios de apoio e uma estrutura de cobertura sobre a falésia. Estas intervenções arquitetônicas trabalham com toda esta filosofia, criando camadas de estruturas contemporâneas no local que complementam as características remanescentes do sítio através de sua materialidade e sensibilidade industrial.

© Brett Boardman

Uma série de dispositivos de sombreamento elegantemente trabalhados foi desenvolvida como artifício arquitetural fundamental para conectar as estruturas ao redor do parque que, por sua vez, agregam uma qualidade de textura granulada a este contexto pós-industrial. Essas estruturas preveem espaços iluminados e naturalmente ventilados, com um intrigante jogo de luz e sombra para os blocos de apoio e dispositivos de sombreamento.

O dossel sombreado é formado por uma trama de faixas em amarelo dourado, referenciando a riqueza e a cor das faces da falésia de arenito e seus recortes. Esta trama é tecida em um padrão de entrelaçamento que proporciona sombra total no meio do dia e luz fragmentada na manhã e no fim da tarde, exibindo um jogo de luz e sombra em constante mudança que anima as estruturas ao longo do dia.

© Brett Boardman

Ao se aproximar, pode-se “ouvir” as estruturas conforme o vento sopra sobre elas, o que causa mínimas vibrações na trama. Além disso, proporciona-se uma compreensão da construção e das forças estruturais no jogo expressado através do sistema de tensão desenvolvido para formar a cobertura tramada, aludindo às mecânicas e à alegria dos ofícios náuticos no porto.

© Brett Boardman

Os blocos de apoio são protegidos pela estrutura da cobertura. Abaixo dela estão os módulos em planta livre de concreto moldado in loco com agregados reciclados e madeira reaproveitada. Estes materiais formam uma extensão contínua da materialidade do parque, explorando a robustez do local bem como trazendo elementos sofisticadamente trabalhados para a composição como bacias pré-moldadas sob medida.

© Brett Boardman

A expressão arquitetônica posiciona-se elegantemente entre a abstração e o aspecto tectônico, permitindo ao olho apreciar de uma distância as estruturas de sombreamento como delicadas pipas texturizadas plainando sobre o vento.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Choi Rpoha Fighera
  • Ano: 2009
  • Área construída: 460 m²
  • Endereço: Ballast Point Park BIrchgrove Austrália
  • Tipo de projeto: Equipamento de Lazer
  • Status:Construído
  • Materialidade: Concreto e Pedra
  • Estrutura: Metal e Concreto
  • Localização: Ballast Point Park, BIrchgrove, Austrália
  • Implantação no terreno: Isolado
  1. Cliente: Porto Costeiro de Sidney

Sobre este escritório
Choi Rpoha Fighera
Escritório
Cita: Fernanda Britto. "Ballast Point Park / Choi Rpoha Fighera" 17 Fev 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/32081/ballast-point-park-choi-rpoha-fighera> ISSN 0719-8906