O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Pavilhão Silk / MIT Media Lab

Pavilhão Silk / MIT Media Lab

Pavilhão Silk / MIT Media Lab
Pavilhão Silk / MIT Media Lab, © Steven Keating
© Steven Keating

"Nossa pesquisa integra estratégias digitais de detecção de formas cuja fabricação é inspirada na biologia", afirma a página do MIT Media Lab's Mediated Matter Group. Apesar de soar como ostentação comum de arquitetura, é pouco provável encontrar alguma outra combinação de pesquisa científica, design digital e construção biomimética que seja um exemplo melhor do que seu recém concluído Pavilhão Silk.

© Steven Keating © Steven Keating © Markus Kayser Schematics of the human-constructed portion of the pavilion © Jorge Duro-Royo + 9

Inspirado pelo modo como o bicho da seda tece um casulo delicado a partir de um único fio, o pavilhão foi criado usando uma base de fios mecanicamente tecidos envolvendo uma estrutura de aço, além de 6 500 bichos da seda vivos que foram soltos sobre a estrutura primária. Através de uma combinação do design cuidadoso da estrutura primária e da preferência instintiva dos bichos por áreas escuras da superfície do pavilhão, sua pele mosqueada é um meio termo entre uma versão em escala do casulo do inseto e um espaço funcional para o ser humano.

© Steven Keating
© Steven Keating

O vídeo do processo mostra uma investigação meticulosa da forma como os insetos interagem com seu meio; desde testes de diferentes espaços 3D sob diferentes circunstâncias ambientais, até o uso de um equipamento minúsculo de controle de movimento para examinar o processo de construção do casulo. Estas descobertas determinaram, então, a construção do pavilhão - tanto o caminho da máquina CNC que teceu os painéis quanto a densidade do fio que serviu de base para os bichos.

Experiment to examine the silkworms' interaction with space © Carlos David Gonzales Uribe
Experiment to examine the silkworms' interaction with space © Carlos David Gonzales Uribe

Talvez o aspecto mais fascinante do Pavilhão Silk seja a maneira como conecta os pontos entre o mundo da informação tecnológica e da biologia. A pesquisa mostra como o instinto cego do bicho da seda é às vezes quase mecânico: "uma pesquisa paralela explorou o uso do inseto como entidade capaz de "computar" a organização de materiais baseada em critérios de exteriores". Isto é então espelhado no uso do equipamento CNC para construir os 27 painéis que constroem a estrutura primária do pavilhão.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Rory Stott
Autor
Cita: Stott, Rory. "Pavilhão Silk / MIT Media Lab" [Silk Pavilion / MIT Media Lab] 27 Jun 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/122777/pavilhao-silk-slash-mit-media-lab> ISSN 0719-8906