O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Paris presta homenagem a Oscar Niemeyer e sua obra-prima, Brasília

Paris presta homenagem a Oscar Niemeyer e sua obra-prima, Brasília

Paris presta homenagem a Oscar Niemeyer e sua obra-prima, Brasília
Paris presta homenagem a Oscar Niemeyer e sua obra-prima, Brasília, Cortesia de Mondadori.com
Cortesia de Mondadori.com

Cinco meses depois da morte de Oscar Niemeyer, a sede do Partido Comunista em Paris está dedicando uma exposição à obra-prima do arquiteto, a construção da cidade de Brasília. Com uma coleção de 200 peças entre documentos inéditos, fotografias e maquetes, a mostra “Brasília, Meio Século da Capital do Brasil” relembra a concepção modernista e comprometida da maioria de seus criadores, como o urbanista Lúcio Costa, o paisagista Roberto Burle Marx e o próprio Niemeyer.

A proposta de transferir a capital para o interior do País era uma velha ideia que foi defendida pelo marquês de Pombal durante o período colonial, quando o centro nervoso do país era Salvador. No entanto, a evolução cultural, urbanística e política, assim como o ar vanguardista que o grupo de Niemeyer deu à cidade, conseguiram afastar Brasília da imagem de cidade agrícola e rural e a colocaram no cenário internacional.

Tanto que 27 anos depois da inauguração da capital, (21 de abril de 1960), Brasília foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, tornando-se assim a única cidade construída no século 20 a receber esse reconhecimento.

Entre os prédios originais mais famosos da cidade se destacam as duas abóbadas invertidas do Congresso Nacional, os 16 pilares de concreto que evocam braços erguidos para o céu da Catedral de Brasília e o Palácio do Itamaraty que parece flutuar sobre a água. "O que me atrai é a curva livre e sensual. A curva que se encontra nas montanhas do meu País, no curso sinuoso dos rios, nas nuvens e no corpo da mulher", dizia Niemeyer, que morreu no último dia 5 de dezembro aos 104 anos.

Em cinco anos, Brasília surgiu como um conjunto harmônico de formas, volumes, estruturas, vias, espaços cheios e vazios que dialogam com uns edifícios majestosos e complexos, apesar da simplicidade dos elementos combinados. A epopéia, como lembra a mostra, também foi obra dos mais de 60 mil operários que trabalharam 18 horas por dia em "condições deploráveis" para dar forma ao "delírio" do presidente Kubitschek.

Durante seu exílio político na França, o mestre modernista ofereceu a seus camaradas do Partido Comunista uma sede para em Paris, que lembra as curvas e linhas de Brasília e que é, justamente, o prédio que exibe a exposição até 29 de junho. "Niemeyer estava muito ligado a Paris e ao PCF, já que viveu aqui durante os anos da ditadura brasileira. Por isso, decidimos fazer a exposição na sede do partido, sua primeira obra no exterior, que ele mesmo concebeu de maneira gratuita e desinteressada e à qual tinha verdadeiro apreço", disse Patrícia Trautmann, produtora artística do projeto em Paris.


Sobre este autor
Romullo Baratto
Autor
Cita: Romullo Baratto. "Paris presta homenagem a Oscar Niemeyer e sua obra-prima, Brasília" 30 Mai 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/117360/paris-presta-homenagem-a-oscar-niemeyer-e-sua-obra-prima-brasilia> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.