i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Arte

Clássicos da Arquitetura: Casa dos Triângulos / João Batista Vilanova Artigas

12:00 - 13 Outubro, 2017
Clássicos da Arquitetura: Casa dos Triângulos / João Batista Vilanova Artigas, © José Moscardi - Via Revista Acrópole, nº282, p.192, Maio 1962
© José Moscardi - Via Revista Acrópole, nº282, p.192, Maio 1962

© José Moscardi - Via Revista Acrópole, nº282, p.192, Maio 1962 © José Moscardi - Via Revista Acrópole, nº282, p.192, Maio 1962 © José Moscardi - Via Revista Acrópole, nº282, p.194, Maio 1962 © José Moscardi - Via Revista Acrópole, nº282, p.194, Maio 1962 + 19

A Casa Rubens de Mendonça – também conhecida como Casa dos Triângulos, graças à composição pintada em azul e branco em suas fachadas- faz parte de um conjunto de residências projetadas pelo arquiteto João Batista Vilanova Artigas entre o fim da década de 50 e o início de 60.

Obra de Alexander Calder do IABsp será emprestada ao novo IMS da Paulista

10:00 - 14 Setembro, 2017
Obra de Alexander Calder do IABsp será emprestada ao novo IMS da Paulista, Cortesia de IABsp
Cortesia de IABsp

O Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento de São Paulo (IABsp) se despede temporariamente da obra do artista Alexander Calder (1898 – 1976), “Black Widow” (Viúva Negra), que ocupa o primeiro andar do edifício do IABsp desde 1954. A obra, que data do ano de 1948, foi doada ao Instituto pelo próprio escultor, por intermédio do então presidente da entidade Rino Levi, após visita ao Brasil para acompanhar as amostras que exibiram seus trabalhos no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM–RJ) e em seguida no Museu de Arte de São Paulo (MASP). Desde então a obra participa do cotidiano do IABsp, em espaço central do primeiro andar com pé direito duplo, avarandado pelo mezanino e visível da rua, que sediou inúmeros eventos, confraternizações e debates entre arquitetos e apoiadores da instituição.

Focus: Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2017

16:00 - 8 Setembro, 2017
Focus: Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2017, Andreia Garcia
Andreia Garcia

Inauguração da primeira intervenção da área de Arquitetura da Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2017.

Este é um programa que assenta na consolidação da memória do lugar através do desafio à transformação e à exploração da forma (como matéria arquitetónica e urbana) a partir da Arquitetura e da Arte.


Sinopse da peça Focus da autoria dos Moradavaga
Após termos trabalhado neste mesmo território na edição anterior da Bienal e termos tido a oportunidade de auscultar diversas opiniões sobre o mesmo, a questão do monocromatismo presente na paisagem urbana foi uma das características mais referidas. Nesse sentido é intenção do projeto

As estruturas mais impressionantes do festival Burning Man 2017

16:00 - 3 Setembro, 2017

A post shared by [ b ] e c k e r (@thebecker) on

A semana do festival Burning Man 2017 está no fim e fotografias do evento já inundam as mídias sociais. Com o tema "Ritual Radical", a edição deste ano apresenta tantas estruturas e esculturas impressionantes quanto se esperava encontrar, incluindo um templo central que apoia uma escultura antropomórfica de madeira construída para celebrar o Golden Spike - o ápice do evento.

Veja, a seguir, nossas estruturas favoritas da edição deste ano.

HOTTEA cria instalação com cordas coloridas no maior shopping da América do Norte

16:00 - 26 Agosto, 2017
© Mike Madison
© Mike Madison

O artista Eric Rieger, também conhecido como HOTTEA, concluiu recentemente uma instalação com cordas coloridas no maior shopping center da América do Norte, o Mall of America em Bloomington, nos EUA.

Composta por 13.000 fios individuais em 103 cores, a instalação transforma completamente o átrio do shopping, envolvendo os visitantes em uma tempestade de cores vibrantes. No total, foram utilizados cerca de 300 kg de fios, que ocupam a área de projeção da claraboia da cobertura, de 16,5 m por 13,5 m.

© Mike Madison © Mike Madison © Mike Madison © Mike Madison + 10

Athos Bulcão: Aproximação entre Arte e Arquitetura

12:00 - 15 Agosto, 2017
Athos Bulcão: Aproximação entre Arte e Arquitetura , Câmara dos Deputados - Salão Verde. Image Cortesia de Fundação Athos Bulcão. Fotógrafo: Edgard Cesar
Câmara dos Deputados - Salão Verde. Image Cortesia de Fundação Athos Bulcão. Fotógrafo: Edgard Cesar

Responsável por atingir o marco de maior artista em integração da arte na arquitetura no território nacional, de forma que nenhum outro artista atingiu o tamanho de sua Obra Institucional, Athos Bulcão uniu a tradição da azulejaria à inventividade da composição aplicada na Arquitetura.

A tradição ceramista, que nasce de nossas raízes remontando as origens portuguesas através dos painéis figurativos compostos por pequenos módulos cerâmicos pintados, ganhou destaque a partir do período moderno através de nova vertente trazida pela produção dos azulejos abstratos geométricos.

Fundação Bienal de São Paulo disponibiliza gratuitamente material sobre todas as suas exposições

10:00 - 12 Agosto, 2017
Fundação Bienal de São Paulo disponibiliza gratuitamente material sobre todas as suas exposições, Rampas do Pavilhão Ciccillo Matarazzo. © Dré Batista, via Flickr. Licença CC BY-NC-ND 2.0
Rampas do Pavilhão Ciccillo Matarazzo. © Dré Batista, via Flickr. Licença CC BY-NC-ND 2.0

A Fundação Bienal de São Paulo disponibilizou em julho deste ano o conteúdo histórico das 32 edições do evento de arte já realizadas. A plataforma online gratuita reúne textos, fotos, visitas virtuais, plantas expográficas, publicações, cartazes e outros materiais documentais das exposições disponibilizados pelo Arquivo Histórico Wanda Svevo - o Arquivo Bienal.

A nova seção do  site da Fundação está integrada ao Banco de Dados do acervo documental da Bienal, uma página de buscas que oferece acesso às informações sobre artistas e obras que já participaram das exposições realizadas pela Fundação Bienal. O banco de dados inclui também as representações oficias do Brasil nas exposições de arte e arquitetura de Veneza e outras mostras promovidas pela instituição no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, projetado por Oscar Niemeyer

Burle Marx e o passeio entre as escalas

12:00 - 4 Agosto, 2017
Burle Marx e o passeio entre as escalas, © TYBA
© TYBA

Paulistano, filho de pai alemão e mãe pernambucana, cresceu em terras carioca sobre clima de bossa e tropicalidade. Foi com a influência da mãe que nasceu o interesse pela botânica. Na fase jovem, passou um período morando e estudando pintura no território alemão, onde frequentou importantes jardins botânicos e compreendeu o papel dos mesmos. Roberto Burle Marx, um dos principais arquitetos paisagista do século XX, pode ser definido como o responsável por revelar ao Brasil e ao mundo uma nova visão do papel do Paisagismo, sob aspectos sociais, botânico e estético.

Ilusão de ótica, grafite e luzes: arte em faixas de pedestres contribui para a segurança viária

12:00 - 17 Julho, 2017
Ilusão de ótica, grafite e luzes: arte em faixas de pedestres contribui para a segurança viária, Zebra convida pedestres a atravessar na faixa. Foto: Xinhua/Reprodução. Image via TheCityFix Brasil
Zebra convida pedestres a atravessar na faixa. Foto: Xinhua/Reprodução. Image via TheCityFix Brasil

Uma artista indiana resolveu usar seu talento para tentar ajudar a reduzir as mortes no trânsito em seu país. Graças a um tráfico heterogêneo, que mistura diferentes tipos de veículos em alta velocidade, mais de 230 mil pessoas morreram em acidentes de trânsito na Índia, segundo relatório da Organização Mundial de Saúde de 2013. Aproximadamente metade das vítimas era de usuários vulneráveis das vias – motociclistas, pedestres e ciclistas.

Medidas radicais e urgentes precisam ser implementadas no país, mas uma simples ideia, de Saumya Pandya Thakkar, pode ser responsável por salvar vidas. A artista de 28 anos, com a ajuda de sua mãe, Shakuntala Panya, criou faixas de pedestres com técnicas de ilusão de ótica. O motorista tem a impressão de estar se aproximando de blocos de concreto, o que o leva a diminuir a velocidade.

Grafite e a apropriação da arquitetura

14:00 - 18 Junho, 2017
Grafite e a apropriação da arquitetura, Grafite 09. Imagem © Catalina Rey
Grafite 09. Imagem © Catalina Rey

Na linguagem comum, o grafite  é o resultado de pintar textos abstratos nas paredes de maneira livre, criativa e ilimitada, com fins de expressão e divulgação. Sua essência é mudar e evoluir; procura ser um atrativo visual de alto impacto e parte de um movimento  urbano revolucionário e rebelde.

Este tipo de expressão está fortemente relacionada com a arquitetura, dando vida as cidades ao redor  do mundo. Por isso, queríamos apresentar aqui um resumo do caso de estudo: Grafites como forma de apropriação da Arquitetura na Unidade Vicinal Lorenzo Arenas de Concepción 2013, da arquiteta chilena Catalina Rey.

© Catalina Rey © Catalina Rey © Catalina Rey © Catalina Rey + 24

Ciclo de Conferências | Novas Perspetivas: Conversas entre Arte e Arquitetura

18:00 - 15 Junho, 2017
Ciclo de Conferências | Novas Perspetivas: Conversas entre Arte e Arquitetura, via Museu Serralves
via Museu Serralves

O ciclo ‘Novas Perspetivas’ desenvolvido pelo Museu de Arte Contemporânea de Serralves em 2017 centra-se na relação entre arte e arquitetura e juntará proeminentes arquitetos, artistas, filósofos, escritores e curadores de Portugal e de várias partes do mundo.

Pavilhão do Brasil recebe menção honrosa na Bienal de Veneza 2017

19:00 - 15 Maio, 2017
Pavilhão do Brasil recebe menção honrosa na Bienal de Veneza 2017 , Francesco Galli. Image Cortesia de La Biennale di Venezia
Francesco Galli. Image Cortesia de La Biennale di Venezia

A artista mineira Cinthia Marcelle propôs a instalação “Chão de caça” [Hunting Ground] no Pavilhão Brasileiro, com a curadoria de Jochen Volz, recebeu a menção honrosa durante a Bienal de Arte de Veneza 2017, inaugurada em 13 de maio. A instalação é composta por um piso inclinado feito de grades de ventilação soldadas que ocupa todo o interior das duas galerias do pavilhão brasileiro. Entre os pequenos vãos das grades, seixos rolados dos arredores do local da exposição foram inseridos. Entrelaçados com a grade e os seixos, estão elementos escultóricos adicionais, uma série de pinturas e um filme tocando ininterruptamente. O desenho, as resoluções técnicas e a estrutura do piso, assim como o processo de desenvolvimento da obra através de modelos eletrônicos e protótipos, foi realizado em parceira com os arquitetos Anna Juni, Enk te Winkel e Gustavo Delonero do escritório paulista Vão, com quem a artista vêm trabalhando há alguns anos.

Sobre como as elipses torcidas de Richard Serra me lembraram que sou um corpo

14:00 - 14 Maio, 2017
Sobre como as elipses torcidas de Richard Serra me lembraram que sou um corpo, © Juan Carlos Beltrán
© Juan Carlos Beltrán

Para mim, e creio que para a maioria das pessoas que dia após dia exigem de seus corpos apenas o mais cotidiano, é fácil eu me entender como um corpo que pensa, ao invés de uma mente com um corpo. Como se meu corpo me contivesse sem eu realmente ser eu mesma. Somos um corpo ou temos um corpo? a pergunta foi confrontada por distintos filósofos desde os tempos de Platão e, para ser realista, não vou dar esta resposta. E, francamente, não estou buscando por ela, nem sequer havia pensado nela se não fosse pelo dia que visitei o Dia:Beacon e conheci, por fim, as Elipses Torcidas de Richard Serra.  

Arte ou arquitetura? 13 projetos que diluem as fronteiras

07:00 - 13 Maio, 2017
Arte ou arquitetura? 13 projetos que diluem as fronteiras

Se a arquitetura é ou não é uma forma de arte, é uma questão controversa que faz parte das discussões do mundo da arquitetura há muito tempo. Se nos determos à definição geral da palavra "arte", a arquitetura poderia potencialmente se enquadrar nela: "a expressão ou a aplicação da habilidade criativa humana e da imaginação, tipicamente em uma forma visual como a pintura ou a escultura, produzindo obras a serem apreciadas principalmente por sua beleza ou poder emocional." Como qualquer pessoa envolvida na disciplina arquitetônica provavelmente conhece, há uma abundância de definições variadas da palavra "arquitetura", portanto, se seu objetivo primário é alcançar a beleza ou organizar o espaço, isso é algo discutível.

© James Dow © Florian Holzherr Cortesia de Studio Olafur Eliasson © Anders Sune Berg + 14

Francisca Benedetti apresenta desenhos com aquarela e lápis que exibem uma minuciosa geometria

14:00 - 7 Maio, 2017
Francisca Benedetti apresenta desenhos com aquarela e lápis que exibem uma minuciosa geometria, Cortesía de Francisca Benedetti
Cortesía de Francisca Benedetti

A artista visual autodidata Francisca Benedetti, trabalha em torno do desenho e do bordado, alternando as estratégias formais de ambos ofícios. Sua produção está relacionada tanto ao desenvolvimento geométrico das formas como às capacidades de abstração que elas oferecem sobre o plano, tornando o desenho um veículo pleno de simbolismo e atividade mediativa. 

Nesta ocasião ela nos apresenta "Ascesis", exposição que faz referência ao processo de libertação do espírito e alcance da virtude através das regras e práticas constantes. Nela estão obras em aquarela e desenho sobre papel que, com notável delicadeza e cores muito luminosas, descrevem padrões geométricos repetitivos em grelhas. 

A inspiração de I.M. Pei: uma comparação de sua arquitetura com a arte minimalista

12:00 - 27 Abril, 2017
A inspiração de I.M. Pei: uma comparação de sua arquitetura com a arte minimalista, JFK Biblioteca Presicencial e Museu em Massachusetts, de I.M. Pei. Imagem © <a href='https://www.flickr.com/photos/masstravel/8568079947'>Flickr user masstravel</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nd/2.0/'>CC BY-ND 2.0</a>
JFK Biblioteca Presicencial e Museu em Massachusetts, de I.M. Pei. Imagem © Flickr user masstravel licensed under CC BY-ND 2.0

Ontem, dia 26 de abril de 2017, comemoramos o aniversário de 100 anos de I.M. Pei. A ocasião oferece uma oportunidade maravilhosa para dar uma olhada retrospectiva em um dos arquitetos mais significativos e produtivos dos últimos 100 anos, com muitas organizações de eventos, comemorações e simpósios para falar sobre Pei e seus projetos notáveis. No entanto, nesses eventos, assim como em toda a carreira de I.M. Pei, é improvável que haja muita conversa intelectual sobre seu legado arquitetônico. A principal discussão em torno de I.M. Pei ainda está focada em seu talento de projeto e narrativas intrigantes sobre o carisma que ele usa para convencer os clientes a continuarem através de projetos árduos.

Embora o próprio Pei nunca tenha falado muito sobre sua teoria projetual ou sobre a base intelectual de seus projetos, essas simples narrativas deixam certas questões sem resposta: de onde vem a inspiração de I.M. Pei para a forma arquitetônica? Como seu projeto arquitetônico afetou os arquitetos e artistas e contribuiu intelectualmente para o mundo da arte contemporânea?

Artista brasileira é pioneira em intervenções com projeções na Amazônia

10:00 - 19 Março, 2017
Artista brasileira é pioneira em intervenções com projeções na Amazônia, © Roberta Carvalho. Cortesia de Idea Fixa
© Roberta Carvalho. Cortesia de Idea Fixa

Através do trabalho "Symbiosis", a artista Roberta Carvalho recria rostos e figuras humanas através de projeções de foto e vídeo sobre vegetação. Desde 2007 a artista é responsável por uma série de projeções que tomam conta das copas de árvores em espaços públicos e em paisagens amazônicas nas proximidades de Belém, sua cidade de origem.

"Comecei este projeto com a motivação de relacionar arte e natureza, em 2007, de forma bem experimental. Ele passou por diversos estágios, circulei bastante e tive a oportunidade de desenvolve-lo, mas acredito que o momento em que ele ganhou identidade e singularidade foi quando comecei a fazer o trabalho em colaboração com comunidades ribeirinhas em ilhas em frente a Belém", contou a artista.

© Roberta Carvalho. Cortesia de Idea Fixa © Roberta Carvalho. Cortesia de Idea Fixa © Roberta Carvalho. Cortesia de Idea Fixa © Roberta Carvalho. Cortesia de Idea Fixa + 7

ER-RE - Estranhando o Real - Realizando o Estranho

18:00 - 13 Março, 2017
ER-RE  -  Estranhando o Real - Realizando o Estranho, Jorge Ruiz
Jorge Ruiz

A realidade é um lugar estranho. Eventos que pareceriam impossíveis ocorrem incessantemente: Brexit, Estado Islâmico, Donald Trump, imigração em massa, Michel Temer, Exército nas ruas do Espírito Santo, Inteligência Artificial, algoritmos bolha das mídias sociais, Vladimir Putin, Aquecimento Global, O Antropoceno, fotografias que parecem renders…

Diante de tais fatos, a Arquitetura parece apenas remediar o mal-estar do capitalismo neoliberal. A mais recente Bienal de Arquitetura de Veneza, curada pelo chileno Alejandro Aravena, mapeou o que segundo o arquiteto