Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Ville Radieuse

Ville Radieuse: O mais recente de arquitetura e notícia

A vez em que Frank Lloyd Wright e Le Corbusier tiveram uma discussão pública no New York Times

Frank Lloyd Wright e Le Corbusier são arquitetos conhecidos por suas ideias grandiosas e inovadoras, bem como pela alta estima por suas próprias opiniões. Entretanto, os dois não compartilharam das mesmas visões para o futuro das cidades americanas e a civilização. Ambos os arquitetos tinham planos utópicos e abrangentes para sua cidade americana ideal, combinando ideias sociais e arquitetônicas. Em 1932, os dois descreveram essas ideias no The New York Times; nestes dois artigos Frank Lloyd Wright e Le Corbusier tornaram muito claras para o público suas diferenças de opinião sobre o futuro das cidades.

Clássicos da Arquitetura: Ville Radieuse / Le Corbusier

via land8.com
via land8.com

Ville Radieuse (Cidade Radiante) foi um plano urbano não construído de Le Corbusier, apresentado pela primeira vez em 1924 e publicado no livro homônimo em 1933. Projetado para conter meios eficientes de transporte, bem como uma abundância de espaços verdes e luz solar, a cidade do futuro de Le Corbusier não só almejava oferecer uma vida melhor aos residentes, mas contribuir para criar uma sociedade melhor. Embora radical, rigorosa e quase totalitária na sua ordem, simetria e padronização, os princípios propostos por Le Corbusier tiveram extensa influência sobre o planejamento urbano moderno, levando ao desenvolvimento de novas tipologias de habitação de alta densidade.

via land8.com via land8.com © FLC/Adagp, Paris, 2007 via land8.com + 14

Filme raro mostra Le Corbusier discutindo poesia e sua obra em seu apartamento em Paris

“Sou um jovem de 71 anos de idade. Sou um homem visual, um homem que trabalha com os olhos e com as mãos, animado por manifestações plásticas.”

O breve documentário acima mostra um pouco da visão e do espírito de um dos maiores nomes da arquitetura moderna mundial: Le Corbusier. Constantemente viajando devido às encomendas de projetos em diversas partes do mundo, o arquiteto franco-suíço vivia em um apartamento em Paris - projeto seu de 1933 - cercado por suas pinturas, esculturas e desenhos.