Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Quito

Quito: O mais recente de arquitetura e notícia

Casa Parasita / El Sindicato Arquitectura

Quito, Equador

Residência DA / Bernardo Bustamante Arquitectos

© JAG Studio © JAG Studio © JAG Studio © JAG Studio + 24

Quito, Equador

Residência Cumbayá / Diego Guayasamin Arquitectos

© Sebastián Crespo © Sebastián Crespo © Sebastián Crespo © Sebastián Crespo + 22

Quito, Equador

Projeto de Jean Nouvel no Equador começa a ser construído

O empreendimento residencial recentemente projetado por Jean Nouvel, Aquarela, em Quito, Equador está em construção. Desenvolvido em parceria com a empresa local Uribe & Schwarzkopf, o projeto de 136.580 metros quadrados busca se integrar com a paisagem montanhosa dos arredores da cidade.

Cortesia de: Jean Nouvel - Ateliers Jean Nouvel. Arquiteto associado: Alberto MEDEM - Humboldt Arquitectos S.L. Cortesia de: Jean Nouvel - Ateliers Jean Nouvel. Arquiteto associado: Alberto MEDEM - Humboldt Arquitectos S.L. Cortesia de: Jean Nouvel - Ateliers Jean Nouvel. Arquiteto associado: Alberto MEDEM - Humboldt Arquitectos S.L. Cortesia de: Jean Nouvel - Ateliers Jean Nouvel. Arquiteto associado: Alberto MEDEM - Humboldt Arquitectos S.L. + 15

Casa Pillagua Barranco / Endara Arquitectos

© BICUBIK
© BICUBIK

© BICUBIK © BICUBIK © BICUBIK © BICUBIK + 26

Quito, Equador
  • Arquitetos: Endara Arquitectos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 480.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2019

Casa H / Creative Union Network

© BICUBIK © BICUBIK © BICUBIK © BICUBIK + 21

Quito, Equador
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 215.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2018

Casa em La Marca / Marco Salazar Valle

© Marco Salazar Valle © Marco Salazar Valle © Marco Salazar Valle © Marco Salazar Valle + 22

Quito, Equador
  • Arquitetos: Marco Salazar Valle
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 203.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2019

Casa Laranja Limão / Daniel Moreno Flores

© Santiago Vaca Jaramillo © Andrés Villota Pelusa © Santiago Vaca Jaramillo © Santiago Vaca Jaramillo + 30

Quito, Equador
  • Arquitetos: Daniel Moreno Flores
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 65.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2017

odD+ Architects reinterpreta os históricos pátios e jardins de Quito em uma tipologia vertical

O escritório odD + Architects projetou uma torre residencial com jardins externos em Quito, Equador. Inspirada na tradicional arquitetura da cidade de claustros e jardins, a torre reinterpreta a ideia de pátio em sua fachada. Apelidado de Jardim Comum, o projeto enquadra perspectivas da paisagem urbana em seus 12 pavimentos de jardins e arcadas.

Cortesia de odD+ Architects Cortesia de odD+ Architects Cortesia de odD+ Architects Cortesia de odD+ Architects + 6

Casa Don Juan / Emilio López Arquitecto

© Jag Studio © Jag Studio © Jag Studio © Jag Studio + 14

Residência CI.PI / PDARQS

© Bicubik (Sebastián Crespo, Andrés Fernández) © Bicubik (Sebastián Crespo, Andrés Fernández) © Bicubik (Sebastián Crespo, Andrés Fernández) © Bicubik (Sebastián Crespo, Andrés Fernández) + 24

Quito, Equador
  • Arquitetos: PDARQS
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 648.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2018

Casa Tacuri / Gabriel Rivera Arquitectos

© BICUBIK
© BICUBIK

© BICUBIK © BICUBIK © BICUBIK © BICUBIK + 58

Quito, Equador

Conheça a programação da Bienal Panamericana de Arquitetura de Quito 2018

A um mês de sua inauguração, já foram divulgados os detalhes do programa oficial do que será a XXI edição da Bienal Panamericana de Arquitetura de Quito (BAQ2018), que em seus 40 anos de existência promove o diálogo e o debate sobre arquitetura dentro do próprio campo.

O evento, que ocorrerá entre os próximos dias 19 e 23 de novembro na capital equatoriana, se apresenta como uma excelente oportunidade para conversar e debater sobre a própria disciplina que, nos últimos anos, tem vivido uma diminuição nos espaços que fomentam e promovem tais encontros e diálogos.

Primeiro projeto do BIG na América do Sul começa a ser construído

Projetado para assumir o posto de edifício mais alto de Quito, o IQON será o primeiro projeto a ser construído pelo BIG na América do Sul. Com a construção já em andamento, o edifício de uso predominantemente residencial se revela em forma de torre curva com varandas salientes. Comprimida entre o denso centro urbano de Quito e o parque La Carolina, a torre foi carinhosamente-apelidada de "urban tree farm". A sua extensão vertical foi concebida não apenas para permitir vistas para os vulcões que cercam a cidade, mas também para integrar e acolher uma nova paisagem natural dentro do próprio edifício.

Cortesia de Bjarke Ingels Group Cortesia de Bjarke Ingels Group Cortesia de Bjarke Ingels Group Cortesia de Bjarke Ingels Group + 14

Casa Su / Bernardo Bustamante Arquitectos

© BICUBIK © BICUBIK © BICUBIK © BICUBIK + 28

Quito, Equador

A residência unifamiliar como manifesto experimental do arquiteto moderno

O arquiteto Rafael Pina Lupiáñez a partir do Coletivo ARKRIT, reflete acerca da residência unifamiliar entendida como um manifesto experimental por parte do arquiteto moderno, na qual se materializam suas teorias, tendências e inquietudes, tudo isto baseado em uma estreita e cúmplice relação com o cliente. Junto à comparação de duas casas realizadas em Quito, Equador, por parte dos arquitetos Daniel Moreno e Sebastián Calero, este artigo pretende exemplificar como a residência pode ser o cenário perfeito para unificar a experiência projetual, a participação do cliente, a preocupação com o meio, a reutilização de materiais de descarte e outros planejamentos éticos contemporâneos.

Iniciativa social busca declarar moratória contra a turistificação de Madri

Na Espanha, um neologismo que tenta explicar um novo fenômeno foi popularizado: a turistificação. É, como descrito por Antonio Maestre em La Marea, um neologismo sobre "o impacto no cidadão de um bairro em que as instalações e serviços passem a serem dedicados quase que exclusivamente ao turista em detrimento do residente".

Entre as consequências associadas a este fenômeno em cidades como Madri e Barcelona, está a proliferação maciça de alojamentos turísticos. Essa oferta de hospedagens vem provocando e facilitando processos especulativos cujas consequências negativas acabam afetando os habitantes e os cidadãos dos bairros, que são forçados a abandoná-los porque não podem pagar o aumento dos preços ou aluguéis da habitação.