1. ArchDaily
  2. Intervención Urbana

Intervención Urbana: O mais recente de arquitetura e notícia

“This Is Not A Love Song”: arquitetura, luz e som por Didier Faustino

Natalie Seroussi vive em um lugar entre a arte e a arquitetura há 26 anos na Villa Bloc em Meudon. A reforma da famosa vila desenhada em 1950 por André Bloc, um percursor da arquitetura contemporânea, impacta em seu trabalho como galerista, assim como em sua sensibilidade como colecionador.

A cada ano, desde 2008, Natalie Seroussi convida um artista para interagir com este patrimônio arquitetônico singular. Sobre os calcanhares de Ernesto Neto, Mathieu Briand, Malaquías Farrell, Michel François, Tobias Putrih, Phill Niblock e Natalie Seroussi, foi requisitada a Didier Faustino uma proposta como artista visual, e também como arquiteto.

Respondendo a este convite, Didier Faustino implementa uma instalação arquitetônica explosiva, reduzida a sua forma mais simples, a fim de acomodar os próximos eventos deste lugar muito especial.

Sabia mais detalhes desta instalação a seguir.

© Felipe Ribon© Felipe Ribon© Felipe Ribon© Felipe Ribon+ 10

Intervenção Urbana: BUS Stop, uma escultura que serve como ponto de ônibus

BUS Stop é uma obra de arte pública permanente que funcionará como um ponto de ônibus, formada por três grandes esculturas no formato de letras: um B, um U e um S. Um ícone para o bairro e para a cidade de Baltimore, EUA, cada letra tem mais de quatro metros de altura e dois metros de largura. Esta escultura conceitual, que funciona como um espaço de encontro, foi criada pelo coletivo espanhol mmmm... e faz parte da iniciativa TRANSIT - Creative Placemaking with Europe in Baltimore.

Conheça mais detalhes desta intervenção a seguir. 

Cortesia de mmmm...Cortesia de mmmm...Cortesia de mmmm...Cortesia de mmmm...+ 9

Intervenção "Translaciones", por Proyecto Colectivo

Proyecto Colectivo, uma plataforma criativa de arquitetura e arte contemporânea, compartilhou conosco a intervenção Translaciones, seu último trabalho em que transformam e se apropriam dos espaços da Cidade Universitária de Caracas.

O trabalho foi uma performance participativa em homenagem a Aula Magna - uma das cinco salas com a melhor acústica do mundo na década de 80 -, o grande legado de Carlos Raúl Villanueva e sua "síntese das artes", e Alexander Calder, engenheiro e artista norte americano que projetou os Platillos Voladores o Nubes Flotantes localizados no interior da sala.

Continue lendo e veja mais imagens da intervenção a seguir.

Cortesia de Proyecto ColectivoCortesia de Proyecto ColectivoCortesia de Proyecto ColectivoCortesia de Proyecto Colectivo+ 20