1. ArchDaily
  2. Automóvel

Automóvel: O mais recente de arquitetura e notícia

Fotos da Semana: dez imagens de automóveis na arquitetura

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

© Bruno Candiotto© Michael Sinclair© Ketsiree Wongwan© Darren Bradley+ 12

A inserção de automóveis na fotografia de arquitetura é uma estratégia interessante para ajudar o espectador a decifrar a escala da obra. Ao se enquadrar o veículo, não apenas é possível supor as dimensões dos elementos fotografados, mas também estabelecer interessantes relações que podem favorecer a composição da imagem. Veja, a seguir, uma seleção de dez fotografias que incorporam automóveis em seus enquadramentos. 

5 Cidades que fomentaram a criação de áreas livres de automóveis

A congestão viária é um dos grandes temas de debate em cidades de todo o mundo por conta do impacto dessa questão na qualidade de vida.

Nesse sentido, sobram exemplos: o caso de Los Angeles que conheceu nessa semana o Índice de Tráfego 2016 elaborado pela consultoria Inrix um dado que demonstra como isso afeta a vida dos habitantes, os quais, segundo a pesquisa, perdem 104 horas em engarrafamentos.

Em segundo e terceiro lugares estão Moscou e Nova Iorque, com 91 e 89 horas perdidas, respectivamente. A primeira cidade latino-americana a aparecer nesse ranking é Bogotá, onde os habitantes passam 79 horas no trânsito, enquanto em São Paulo são 77 horas.

Paris anuncia conjunto de projetos para restringir o uso de automóveis no centro da cidade

No início do ano a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, apresentou sua "lista de desejos para 2017", que inclui os principais projetos a serem desenvolvidos este ano.

Um deles tem como objetivo melhorar a mobilidade no centro da cidade e leva em consideração várias iniciativas baseadas na recuperação dos espaços públicos para as pessoas (em detrimento dos automóveis), a promoção de energias renováveis e o cuidado com o meio ambiente. 

Paris proíbe a circulação de veículos a diesel no centro da cidade

Há algum tempo Paris assumiu o desafio de se tornar um exemplo de desenvolvimento sustentável. Ainda em 2014, a prefeita Anne Hidalgo anunciou que dentro de cinco anos, isto é, até 2019, a cidade estaria livre dos veículos movidos a diesel, o que representa 60% do total de seus automóveis.

Desde julho do ano passado, entre as 8h e as 20h, está proibida a circulação de veículos pesados (caminhões e ônibus) fabricados antes de 2001 no centro da cidade.

Como Detroit passou de capital do automóvel à cidade que mais usa a bicicleta nos EUA

Durante grande parte do século XX, Detroit foi considerada a capital do automóvel nos EUA, local onde se estabeleceram grandes marcas como Ford e General Motors.

No entanto, o século XXI está sendo um tempo de mudanças de paradigmas na cidade; a cultura do automóvel está dando lugar ao desenvolvimento de uma cultura cicloviária. 

AirPod: O primeiro automóvel a ar comprimido

Desejo e cidade