O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Ossip van Duivenbode

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Escola Secundária Popular de Roskilde / MVRDV + COBE

17:00 - 15 Abril, 2019
Escola Secundária Popular de Roskilde / MVRDV + COBE, © Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

© Rasmus Hjortshøj - COAST © Rasmus Hjortshøj - COAST © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 27

  • Arquitetos

    MVRDV + COBE
  • Localização

    4000 Roskilde, Dinamarca
  • Arquitetos responsáveis

    Jacob van Rijs, Dan Stubbergaard
  • Sócio responsável

    Fokke Moerel
  • Área

    5578.0 m2
  • Ano do projeto

    2019
  • Fotografias

Casa Três Gerações / BETA office for architecture and the city

20:00 - 9 Abril, 2019
Casa Três Gerações / BETA office for architecture and the city, © Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

© Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 26

100 Espaços públicos: de pequenas praças a parques urbanos

06:30 - 4 Abril, 2019
© DuoCai Photograph
© DuoCai Photograph

© Gianluca Stefani © Thomas Zaar © Tomasz Zakrzewski © Sebastien Michelini + 112

A chave para projetar ou recuperar com sucesso os espaços públicos de uma cidade é criar estratégias que favoreçam seu uso e os capacitem como ponto de encontro. Independentemente da escala, entre alguns dos aspectos mais importantes estão: o desenho informado pelas necessidades das pessoas; a consideração da escala humana; e uma mistura de usos que permita multifuncionalidade e flexibilidade e proporcione conforto e segurança. 

Para lhe inspirar a projetar lugares de encontro e lazer, de praças a parques, de mirantes a playgrounds infantis, reunimos a seguir 100 espaços públicos de todas as escalas. 

Por que o reuso de edifícios existentes pode (e deve) ser o principal foco dos arquitetos

10:00 - 27 Janeiro, 2019
Por que o reuso de edifícios existentes pode (e deve) ser o principal foco dos arquitetos, LocHal / Mecanoo. Image © Ossip van Duivenbode
LocHal / Mecanoo. Image © Ossip van Duivenbode

Certificados e prêmios de sustentabilidade são outorgados todos os dias à novos edifícios que prometem um futuro livre de carbono e impacto zero. Entretanto, a maioria dos esforços que empreendemos para construir edifícios cada vez mais "sustentáveis", acaba no dia de suas inaugurações. O custo energético global da arquitetura tem muito mais a ver com a vida útil de um edifício do que com a sua construção. Embora pareça não haver saída para este atual modelo de sucesso, cabe a nós arquitetos, repensar o significado de arquitetura sustentável nos dias de hoje. Talvez devemos parar de aplaudir e exaltar cegamente os novos edifícios e voltar a nossa atenção para os edifícios que já existem. Este artigo foi originalmente publicado no <em

Durante a primeira conferencia mundial do meio ambiente, realizada na cidade do Rio de Janeiro e chamada de Eco-1992, três alarmantes fatos vieram à tona: a temperatura da Terra está aumentando continuamente; a utilização de combustíveis fósseis é a principal causa deste fenômeno; precisamos, com urgência, adaptar o nosso ambiente construído considerando esta nova realidade. Naquele ano, publiquei um ensaio no Journal of Architectural Education intitulado “Architecture for a Contingent Environment”, sugerindo que arquitetos, naturalistas e preservacionistas deveriam se unir para discutir e enfrentar essa nova realidade.

Torres do Futuro / MVRDV

11:00 - 10 Dezembro, 2018
Torres do Futuro / MVRDV, © Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

© Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 40

  • Arquitetos

  • Localização

    Amanora Park Town, Hadapsar, Pune, Maharashtra, Índia
  • Arquiteto Responsável

    Jacob van Rijs
  • Cliente

    CCL Amanora Park Town
  • Área

    140000.0 m2
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

As cidades e países mais criativos segundo o Airbnb

15:00 - 4 Dezembro, 2018
As cidades e países mais criativos segundo o Airbnb, Tianjin Binhai Library / MVRDV + Tianjin Urban Planning and Design Institute. Imagem © Ossip Van Duivenbode
Tianjin Binhai Library / MVRDV + Tianjin Urban Planning and Design Institute. Imagem © Ossip Van Duivenbode

À medida que nos aproximamos do final do ano, começamos a refletir sobre tudo que aconteceu neste intenso ano de 2018. Tendo isso em vista, o Airbnb realizou uma ampla pesquisa em sua base de dados para apresentar quais são, segundo o seu ponto de vista, as cidades e os países mais "criativos" deste ano. Os dados se referem à procura dos hóspedes que trabalham e se envolvem com atividades e industrias criativas. A lista se baseia em uma antiga pesquisa realizada pelo Airbnb, a qual revelou que um em cada dez hóspedes do Airbnb e um em cada três anfitriões se identificam como membros da comunidade criativa.

Veja à seguir a lista daqueles que foram considerados os principais países e cidades para a comunidade criativa segundo o novo estudo divulgado pelo Airbnb. Para os arquitetos e arquitetas que já estão planejando (ou já planejaram) às férias deste final de ano, divulgamos anteriormente aqui dez projetos do ArchDaily que podem ser reservados através do Airbnb.

Norra Tornen / OMA | Reinier de Graaf

17:00 - 11 Novembro, 2018
© Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 37

  • Arquitetos

    OMA
  • Localização

    Torsplan 8, 113 64 Estocolmo, Suécia
  • Sócio responsável

    Reinier de Graaf
  • Cliente

    Oscar Properties
  • Programa

    320 unidades residenciais + comércio
  • Área

    42299.0 m2
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

Destaques da semana: o que define um lugar?

10:00 - 5 Outubro, 2018
Destaques da semana: o que define um lugar?, Cortesia de Es Devlin
Cortesia de Es Devlin

Todos nós sabemos que o conceito de lugar é um valor essencial para todas as pessoas, assim como para os arquitetos e as cidades que eles projetam. Arquitetos,  urbanistas e até mesmo os administradores públicos costumam profetizar que "lugares" podem transformar uma cidade para melhor - mas o que nem todos sabem ao certo é, o verdadeiro significado deste conceito.

Pós pós-modernismo: 10 projetos que reinterpretam o movimento na era digital

10:00 - 3 Outubro, 2018
Pós pós-modernismo: 10 projetos que reinterpretam o movimento na era digital, Hangzhou Neobio Family Park / X+Living. Image © Feng Shao
Hangzhou Neobio Family Park / X+Living. Image © Feng Shao

Não é nenhum segredo que o pós-modernismo, ao longo dos últimos anos, tem passado por uma espécie de renascimento. Sua exuberância e entusiasmo, duramente criticados por muitos arquitetos, talvez sejam um bálsamo nestes momentos tão difíceis pelos quais o mundo está passando. Ou ainda, para parte de nossos colegas, o movimento talvez sirva apenas para criar edifícios fotogênicos que são posteriormente publicados no Instagram. 

Dito isto, vale ressaltar que não estamos tratando aqui exatamente daquele pós-modernismo que surgiu durante os anos 60. O pós-modernismo que aqui nos referimos, é aquele que além de preocupar-se com as preexistências e com o contexto, também procura se reinventar através das novas tecnologias. Instalações e outras formas efêmeras de arquitetura também podem possibilitar uma nova perspectiva sobre a nossa prática profissional, e quando documentadas e catalogadas, estas obras ficam a disposição de todos para futuras pesquisas e consultas. Talvez estejamos lidando não mais com algo reacionário, contra a hegemonia do modernismo; a bandeira que os principais pós-modernistas de outrora levantavam e defendiam. O pós-modernismo de hoje pode ser algo ao mesmo tempo alegre e reservado, vernacular e altamente tecnológico.

Landmark Nieuw Bergen / Monadnock . Image © Stijn Bollaert Temple of Agape / Morag Myerscough and Luke Morgan. Image © Gareth Gardner A House for Essex / FAT and Grayson Perry. Image © FAT © Rasmus Hjortshoj + 70

The Imprint / MVRDV

05:00 - 26 Setembro, 2018
© Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

© Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 32

  • Arquitetos

  • Localização

    186, Yeongjonghaeannam-ro 321beon-gil, Jung-gu, Incheon, South Korea
  • Arquiteto responsável

    Winy Maas, Jacob van Rijs
  • Sócio

    Wenchian Shi
  • Equipe de projeto

    María López Calleja with Daehee Suk, Xiaoting Chen, Kyosuk Lee, Guang Ruey Tan, Stavros Gargaretas, Mafalda Rangel, Dong Min Lee
  • Área

    9800.0 m2
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

Os 22 maiores projetos de arquitetura do mundo, selecionados pela Time Magazine

10:00 - 3 Setembro, 2018
Os 22 maiores projetos de arquitetura do mundo, selecionados pela Time Magazine, Zeitz Museum of Contemporary Art Africa / Heatherwick Studio. Image © Iwan Baan
Zeitz Museum of Contemporary Art Africa / Heatherwick Studio. Image © Iwan Baan

A lista da revista Time dos melhores lugares do mundo de 2018 celebra 100 destinos para visitar, comer e beber de todo o globo. Escolhidos pela equipe global de editores e correspondentes da Time, os locais foram avaliados em qualidade, originalidade, inovação, sustentabilidade e influência.

A lista apresenta muitas maravilhas arquitetônicas, novas e antigas, projetadas por arquitetos renomados do passado e do presente. Variando de uma casa na árvore na Suécia a um museu de arte na África do Sul, os projetos estão unidos por sua excelência arquitetônica, digna da atenção de arquitetos e do público em geral. 

Salt / MVRDV

11:00 - 8 Julho, 2018
Salt / MVRDV, © Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

© Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 24

  • Arquitetos

  • Localização

    Amsterdã, Holanda
  • Autor

    Jacob van Rijs
  • Cliente

    NIC Building Ambitions
  • Área

    3700.0 m2
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

O melhor da arquitetura chinesa em 2017

07:00 - 1 Março, 2018
O melhor da arquitetura chinesa em 2017, Melhores projetos da China de 2017 pelo ArchDaily
Melhores projetos da China de 2017 pelo ArchDaily

2017 foi um ano importante para a arquitetura chinesa. Da Biblioteca de Tianjin Binhai que invade a internet com uma enxurrada de imagens que mostram o "mar de prateleiras" escalonadas, à Medalha Alvar Aalto concedida a Zhang Ke do estúdio standardarchitecture. A China teve presença notável no cenário global da arquitetura

Muitos de nossos leitores em todo o mundo celebraram o Ano Novo Chinês e deram as boas-vindas ao Ano do Cachorro, por isso, gostaríamos de dar uma revisada em 2017 e compartilhar com vocês os projetos mais visitados da China. Esta é uma coleção de projetos provenientes de escritórios mundialmente famosos, como MVRDV e MAD Architects, e também dos talentos locais mais jovens que demonstraram um grande potencial para trazer mudanças positivas para o ambiente construído desse país.

Para além das imagens virais: Biblioteca Tianjin Binhai do MVRDV por #donotsettle

07:00 - 25 Fevereiro, 2018

#donotsettle é um projeto online de video criado por Wahyu Pratomo e Kris Provoost sobre arquitetura e a forma como ela é percebida pelos usuários. Eles visitam edifícios, fazem vídeos e escrevem histórias em sua coluna exclusiva no ArchDaily, #donotsettle Extra.

Sim, aquela biblioteca. As imagens da Biblioteca Tianjin Binhai apareceram em todos os lugares, de blogs de arquitetura a noticiários, até tornarem-se completamente virais nas mídias sociais. Tínhamos que ir vê-la e mostrar para você como é o espaço. Então, fizemos uma parceria com o MVRDV, que nos enviou para Tianjin para ver a edificação de perto.

A Biblioteca Tianjin Binhai, projetada pelo MVRDV, faz parte do masterplan para o novo Centro Cultural de Binhai (realizado pela alemã GMP). O edifício tornou-se um sucesso fenomenal nas mídias sociais e chegou a todos os cantos do mundo. Desde sua abertura, o número de visitantes tem aumentado constantemente, muitos deles provenientes de longe de Tianjin. A biblioteca é um ponto de destino, redefinida.

© Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 8

SEOULLO Skygarden / MVRDV

13:00 - 2 Fevereiro, 2018
SEOULLO Skygarden / MVRDV, © Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

© Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 71

  • Arquitetos

  • Localização

    Seul, Coreia do Sul
  • Equipe

    Winy Maas, Jacob van Rijs, Nathalie de Vries, Wenchian Shi, Kyosuk Lee, Kai Wang, Ángel Sánchez Navarro, Jaewoo Lee, Antonio Luca Coco, Matteo Artico, Jaime Domínguez Balgoma
  • Paisagista

    Ben Kuipers
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

Por que a mais recente popularidade do pós-modernismo é sobre olhar para a frente, não para trás

12:00 - 19 Dezembro, 2017
Por que a mais recente popularidade do pós-modernismo é sobre olhar para a frente, não para trás, Team Disney Building / Arata Isozaki. Image © Xinai Liang
Team Disney Building / Arata Isozaki. Image © Xinai Liang

O Pós-modernismo está de volta, ao que parece, e o establishment arquitetônico tem sentimentos mistos sobre isso. Este revival vem se formando há algum um tempo. Em 2014, a Revista Metropolis criou uma “Lista” dos melhores edifícios pós-modernistas em Nova York que haviam sido negligenciados pela Comissão de Preservação da cidade e que, portanto, correm o risco de serem alterados ou destruídos. No ano passado, a lista de James Stirling na cidade de Londres iniciou uma discussão sobre o valor dos edifícios pós-modernistas da Grã-Bretanha a partir da década de 1980, na medida em que atingem a idade em que são elegíveis à listagem de preservação pelo Patrimônio Histórico. Mais recentemente, Sean Griffiths, co-fundador da antiga prática de arquitetura FAT (Fashion Architecture Taste), advertiu contra o avivamento pós-modernista, argumentando que um estilo que prosperou em ironia poderia ser perigoso em uma era de Donald Trump, quando a sátira parece não ser mais um instrumento político eficaz. O debate parece estar pronto para continuar, já que, no próximo ano, o museu John Soane em Londres planeja uma exposição dedicada ao pós-modernismo.

Les Espaces d'Abraxas / Ricardo Bofill. Image © RBTA - Ricardo Bofill Taller de Arquitectura Residência e Piscina em Llewelyn Park / Robert A M Stern. Image © Norman McGrath Gate for a Maritime City / Massimo Scolari. Image © Massimo Scolari Housing De Piramides / Soeters Van Eldonk Architecten. Image © John Lewis Marshall + 12

Groos Rotterdam / MVRDV

05:00 - 17 Dezembro, 2017
Groos Rotterdam / MVRDV, © Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

© Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 13

  • Arquitetos

  • Localização

    Rotterdam, Holanda
  • Autores

    Winy Maas, Jacob van Rijs and Nathalie de Vries with Fokke Moerel, Elien Deceuninck, William de Ronde and Jun Xiang Zhang
  • Área

    300.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

MVRDV projeta hotel colorido em forma de tetris para a Dutch Design Week 2017

16:00 - 9 Novembro, 2017
© Ossip van Duivenbode
© Ossip van Duivenbode

Buscando responder a pergunta "como é a cidade do futuro?", colocada pela Dutch Design Week, o escritório MVRDV e o think tank The Why Factory criaram um hotel multicolorido em forma de tetris em Eindhoven. O futuro guarda menos recursos, aumento da população e mudanças climáticas, aspectos que fazem os arquitetos do MVRDV acreditarem que o futuro exigirá uma qualidade importante: a flexibilidade.

© Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 13