José Hevia

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Como reformar sem estourar o orçamento?

Quando falamos em reformar, e talvez isso já não seja mais nenhuma surpresa pra ninguém, a primeira coisa que nos dizem é que a obra “vai custar o dobro do que a gente quer e demorar o dobro do que a gente gostaria”. Uma reforma, independentemente de sua escala ou natureza, costuma doer tanto na cabeça quanto no bolso, especialmente depois que a poeira começa a subir. Ainda assim, mesmo cientes de todos os desafios, muitas vezes não há como evitar aquela tão terrível e aguardada reforma.

Mas nem toda reforma deve nos levar à falência ou à loucura, e buscar soluções mais econômicas nem sempre significa abrir mão da qualidade. Desde gerir a própria obra, a meter a mão na massa ou restaurar os móveis que você já tem em casa, aqui vão algumas dicas para não estourar o orçamento com o seu projeto de reforma.

Louveira Apartment / Ana Sawaia Arquitetura. Image © Carolina LacazRenovation of Joan Blanques apartment / Allaround Lab. Image © José HeviaLouveira Apartment / Ana Sawaia Arquitetura. Image © Carolina LacazMessico&Nuvole Flat / Davide Beretta Studio. Image © Daniel Pavesi+ 27

Edifício Caracol / Estudio Herreros + MIM-A

© José Hevia© José Hevia© José Hevia© José Hevia+ 31

  • Arquitetos: Estudio Herreros, MIM-A
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  12500
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Reforma Apartamento Joan Blanques / Allaround Lab

© José Hevia© José Hevia© José Hevia© José Hevia+ 18

  • Arquitetos: Allaround Lab
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  75
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2021
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Cubro, El recibidor

Casa Miquel / Septiembre Arquitectura

© José Hevia© José Hevia© José Hevia© José Hevia+ 25

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  213
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: ARKOSLIGHT, Adobe, Dae chimeneas, FLOS, Grohe, +3

Casa Entre Tendas / unparelld’arquitectes

© José Hevia© José Hevia© José Hevia© José Hevia+ 16

Vilablareix, Espanha
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  201
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Griesser, TBB

Edifício Residencial 110 Habitaciones / MAIO

© José Hevia
© José Hevia

© José Hevia© José Hevia© José Hevia© José Hevia+ 20

  • Arquitetos: MAIO
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2795
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016

Galeria de arte em Barcelona / MAIO

© José Hevia
© José Hevia

© José Hevia© José Hevia© Aleix Plademunt© Aleix Plademunt+ 22

  • Arquitetos: MAIO
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  110
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Lavanderia, um luxo dispensável – ou onde colocar a máquina de lavar na casa contemporânea?

Na arquitetura residencial, sempre houve espaços indispensáveis e outros que podemos ignorar. Ao projetar uma residência, nossa tarefa é basicamente configurar, conectar e integrar diferentes funções da forma mais eficaz e eficiente possível, obrigando-nos a priorizar. E embora hoje muitos apostem numa arquitetura cada vez mais fluida e indeterminada, poderíamos dizer que o dormitório, o banheiro e a cozinha são o núcleo fundamental de toda casa, permitindo o descanso, o preparo da comida e a higiene pessoal. Em seguida, surgem alguns espaços de reunião e outras áreas de serviço, e com eles possivelmente existem saguões, corredores e escadas que os conectam. Cada espaço agrega novas funções que seus moradores podem desempenhar com maior facilidade e conforto, e assim a vida começa a se desenvolver de forma mais adequada.

No entanto, menos metros quadrados no banheiro podem nos permitir ampliar a sala de estar. Ou ainda, eliminar alguns espaços aparentemente dispensáveis ​​poderia proporcionar uma agradável espaço aos seus futuros habitantes. Em um mundo superpovoado com cidades cada vez mais densas, quais funções temos descartando para dar mais espaço ao essencial? Analisamos o caso da lavanderia, que foi reduzida e integrada nas outras zonas da casa para dar o seu espaço a outras funções.

Complexo Aigua de vilajuïga / TwoBo Arquitectura + Luis Twose Arquitecto

© José Hevia© José Hevia© José Hevia© José Hevia+ 34

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2000
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Adobe, Cerámicas Ferrés, GRIFERÍA ICONICO, Marset, Santa & Cole, +3

O que são e para que servem blocos de termoargila? Detalhes e exemplos de aplicação

Arquivo Municipal / Aulets Arquitectes. Imagem © José Hevia
Arquivo Municipal / Aulets Arquitectes. Imagem © José Hevia

Casa en Fanø / lenschow & pihlmann. Imagem © Hampus BerndtsonCasa Ladrillo / LETH & GORI. Imagem © STAMERS KONTORArquivo Municipal / Aulets Arquitectes. Imagem © José HeviaApartamento 313 Bloques / Odyndoodnoho. Imagem © Odyndoodnoho+ 11

Blocos de termoargila são comumente confundidos com blocos cerâmicos simples. Acontece que, no processo de fabricação da termoargila, a argila é misturada a outros agregados miúdos (partículas de poliestireno expandido ou outros materiais granulares). Estes agregados, por sua vez, desempenham um papel fundamental na produção dos blocos de termoargila uma vez que, durante seu processo de cocção (acima de 900 °C), os mesmos evaporam deixando uma série de vazios que por sua vez proporcionam uma maior porosidade ao material se comparado aos tijolos de argila comum, diminuindo a densidade relativa e tornando-os mais leves (por este motivo, em alguns países estes blocos são conhecidos como blocos de argila expandida). Somado a isso, a alta porosidade adquirida contribui para um melhor desempenho térmico e acústico do material, tornando-o muito mais vantajoso se comparado a outros materiais similares.

Apartamento BM32 / EstudioReciente

© Jose Hevia© Jose Hevia© Jose Hevia© Jose Hevia+ 12

  • Arquitetos: EstudioReciente
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  65
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: AutoDesk, Cubro, Faro, Flaminia, FontanaArte, +4

Como a iluminação afeta o humor?

É muito provável que você esteja lendo esse texto em um espaço fechado e com as luzes ligadas. Com o nosso atual estilo de vida, é comum passarmos a maior parte dos dias em salas fechadas realizando nossas tarefas diárias banhados pela soma de luzes artificiais e naturais. Ao mesmo tempo que as luzes artificiais trouxeram infinitas e incalculáveis possibilidades à humanidade, elas também causaram uma certa confusão ao nosso corpo, que se adaptou por milhares de anos a responder aos estímulos da luz do sol e à escuridão da noite. Trata-se do Ritmo ou Ciclo circadiano, que designa o período de aproximadamente 24 horas que se baseia o ciclo biológico de quase todos os seres vivos, influenciado sobretudo pela luz recebida, mas também pela temperatura e outros estímulos.

Ribo Fashion Group Zhimei Research and Development Center / A3 VISION. Image © Schram ImageWilliam Grant & Sons Ideation Space / Design Plus. Image © Vibhor YadavOption Coffee Bar / TOUCH Architect. Image © Metipat PrommomateHofmanDujardin Office Villa / HofmanDujardin. Image © Matthijs van Roon+ 17

As 3 Marias / Bajet Giramé + Burckhardt

© José Hevia© José Hevia© José Hevia© José Hevia+ 21

Mont-roig del Camp, Espanha
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  120
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Artemide, Huguet Mallorca surfaces

Apartamento Borrell / AMOO

© José Hevia© José Hevia© José Hevia© José Hevia+ 18

Barcelona, Espanha
  • Arquitetos: AMOO
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  60
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2021
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: AutoDesk, FLOS, FRANKE, ICONICO, JUNG, +2

Residência MG08 / BURR Studio

© José Hevia© José Hevia© José Hevia© José Hevia+ 27

Madri, Espanha
  • Arquitetos: BURR Studio
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: CUBRO Design

Cortinas como divisórias para uma arquitetura fluida e adaptável

Durante as últimas décadas, os espaços interiores tornaram-se cada vez mais abertos e versáteis. Desde as paredes grossas e múltiplas subdivisões das villas paladianas, por exemplo, às plantas livres e multifuncionais de hoje, a arquitetura tenta combater a obsolescência, fornecendo ambientes mais eficientes para a vida transcorrer, facilitando as experiências cotidianas de pessoas no presente e futuro. E enquanto as antigas vilas de Palladio ainda podem acomodar uma variedade de recursos e estilos de vida, reajustando seus usos sem alterar um centímetro de sua simetria e modulação originais, hoje a flexibilidade parece ser a receita para prolongar a vida dos edifícios tanto quanto possível.

Como projetar espaços neutros e flexíveis o suficiente para se adaptar ao ser humano em evolução, oferecendo as soluções que cada pessoa demanda hoje em dia? Um elemento antigo pode ajudar a redefinir a maneira como concebemos e habitamos o espaço: cortinas.